PAVILHÃO

O Pavilhão, com área aproximada de 14.000 m² e salas integradas, conta com uma infraestrutura que se adapta à realização de feiras, shows, congressos e aos mais variados tipos de eventos nacionais e internacionais. As dimensões são as seguintes:

  • hall com área de 2.552,60 m² e pé-direito de 3,80 m e 5,40 m;
  • área de exposição de 9.686,92 m² e pé-direito de 8,30 m a 12,30 m;
  • espaço anexo à área de exposição, modulável, com 944,60 m² e pé-direito de 5,00 m;
  • quatros salas moduláveis com capacidade entre 100 a 520 pessoas;
  • praça de alimentação com cafeteria, lancheria e restaurante;
  • salas de apoio (depósitos, administrações etc.).

O Pavilhão, em sua capacidade total, é disponibilizado pelo Contratado à Contratante para o máximo de pessoas informado no Laudo Populacional do Contratado.

A capacidade máxima para o evento, deve ser apresentada pela Contratante ao Contratado em seu Plano de Proteção e Prevenção Contra Incêndio Provisório.

As capacidades dos espaços podem ser consultadas no site do Centro de Eventos FIERGS, no endereço: www.centrodeeventosfiergs.com.br.

Descrição das Áreas que Integram o Pavilhão do Centro de Eventos FIERGS

Área de Exposições
 Área bruta:  9.686,92 m²
 Área liberada:  9.324,37 m²
 Pé-direito mínimo:  8,30 m
 Pé-direito máximo:  12,30 m
 Comprimento x largura:  110,30 m x 75,60 m
 Capacidade de energia
elétrica:
 4.000 kVA em 380 V trifásicos / 220 V monofásicos
 Capacidade de telefonia e
dados:
 VOIP ilimitado
 Canaletas subterrâneas de
utilidade:
 15 – Água, esgoto, ar comprimido, telefonia, energia,
rede de dados e serviços especiais de telecomunicações.
 Sanitários masculino, feminino
e deficiente:
 5 conjuntos totalizando 90 boxes (conforme descrito adiante)
 Iluminação ambiente  300 lux
 Portões de carga e descarga:  8 pç = 6 x (6,10 m L x 3,50 m A) + 2 x (6,10 m L x 5,80 m A)
 Saídas exclusivas de
emergência:
 5 x 8 portas exclusivas + 8 x 6 portas nos portões de carga
e descarga = Total de saídas de emergência: 88
 Piso concreto moldado/
capacidade de carga:
 carga estática =  5.000 kg/m²
carga dinâmica = 3.500 kg/m²
 Cobertura metálica com
isolamento térmico:
 vãos livres de 60 m
 Condicionamento de ar:  capacidade da central térmica = 675 TR
Anexo Térreo
 Área total:  968,39 m²
 Pé-direito:  4,8 m²
 Tensão: Tomadas: 220V (monofásico = Fase + neutro + Terra) – informamos que os circuitos de tomadas do anexo 100 do Pavilhão, estão dimensionadas a suportar carga de 2.200 W de Potência.”
 Cabeamento Aéreo: 380 V trifásicos/220 V monofásicos
 Elétrica  Anexo Leste = 7 tomadas de 10 A
7 pontos trifásicos 3×25 AAnexo Central = 5 tomadas de 10 A
7 pontos trifásicos 3×25 AAnexo Oeste = 7 tomadas de 10 A
7 pontos trifásicos 3×25 A
 Hidráulica  Anexo Leste = 1 ponto de água e deságue;
Anexo Oeste = 1 ponto de água e deságue;
 Telefonia e Dados  Cabeamento aéreo
 Portas de acesso:  entre as salas e o pavilhão, hall de 7,93 m² com:
2 portas de cada lado do hall (acesso a salas e acesso ao
pavilhão) com = 1,00 m L x 2,10 m A
 Saídas exclusivas de
emergência
 cada sala com 2 portas = 1,50 m L x 2,10 m A
 Ar-condicionado  independente por sala
 Piso  concreto alisado 500 Kgf/m²
 Espaço plano, que pode ser
dividido em três espaços/salas
 Anexo Leste: 322,36 m²
Anexo Central: 294,77 m²
Anexo Oeste: 322,66 m²
Área bruta:  2.552,60 m²
 Área liberada:  2.262,66 m²
 Pé-direito:  de 3,80 m a 5,40 m
 Cabeamento Aéreo: 380 V trifásicos/220 V monofásicos
 Características:  Balcão com acesso ao pavilhão e balcão com acesso
a sala do promotor;
zona de atendimento Leste e Oeste: 144,97 m²;
bancada de apoio aos balcões;
sanitário masculino e feminino;
2 salas de apoio com 23,06 m² cada;
acesso direto ao pavilhão;
ponto de energia – 220 V (fase – neutro);
pontos de telefonia, dados e serviços especiais
de telecomunicações.
 Elétrica  Hall Leste
14 pontos 3×32 A
02 pontos 3×63 A
01 ponto 3×125 AHall Oeste
14 pontos 3×32 A
02 pontos 3×63
01 ponto 3×125 A
 Hidráulica  Hall Leste
06 pontos de água e 4 deságue;Hall Oeste
06 pontos de água e 4 deságue;
 Canaletas subterrâneas:  Água, esgoto e energia elétrica.
 Portões de acesso ao
pavilhão
 vão livre = 3 pç de 6,64 m L x 2,10 m A
 Portas de acesso principal  6 pç de 4,02 m L x 2,42 m A, com 4 portas de vidro cada
 Piso concreto
moldado/capacidade de
carga:
 Carga distribuída = 2.500 kg/m²
Tampa canaleta = carga pontual de 500 kg no eixo da
canaleta ou até 2.800 kg/m²
Depósitos – Térreo
 Depósito Leste
 Área total:  50,74 m²
 Porta de acesso/dimensões:  1,26 x 2,20 m
 Ponto de energia:  220 V (fase – neutro)
 Depósito Leste
 Área total:  30,95 m²
 Porta de acesso/dimensões:  1,14 m x 2,13 m
Sala de Atendimento – 1º pavimento
 Área total:  452,13 m²
 Pé-direito:  2,35 m
 Tensão:  220 V (monofásico = fase – neutro)
 Capacidade de carga nas tomadas:  5 tomadas de 20 A
5 tomadas de 15 A
 Ar-condicionado:  Independente
 Área fechada para apoio:  Depósito
 Telecomunicações:  Telefonia e dados
Salas – 2º pavimento
 Sala 201
 Área total:  358,43 m²
 Pé-direito:  3,80 m
 Tensão:  220 V (monofásico = fase – neutro)
 Capacidade de carga nas tomadas:  8 tomadas de 15 A – Informamos que as cargas nas tomadas das salas 200 do Pavilhão estão dimensionada a suportar uma carga de 2200 wats de potência.
 Telecomunicações:  Telefonia e dados
 Espaço plano podendo ser dividido
em 2 salas de:
 Sala 201 Leste – 176,05 m²
Sala 201 Oeste – 176,65 m²
 Portas de acesso:  Entre as salas e o hall principal, hall de
4,61 m² com: 2 portas de cada lado do
hall (acesso a salas e acessoao hall)
com = 0,80 m L x 2,10 m A
 Saídas exclusivas de emergência:  cada sala com 1 porta = 2,10 m L x 2,10 m A
 Ar-condicionado:  Independente por sala
 Piso:  Carpete
 Sala 202
 Área total:  484,12 m²
 Pé-direito:  3,80 m
 Tensão:  220 V (monofásico = fase – neutro) –  Informamos que as cargas nas tomadas das salas 200 do Pavilhão estão dimensionada a suportar uma carga de 2200 wats de potência.
 Capacidade de carga nas tomadas:  8 tomadas de 15 A
 Espaço plano podendo ser dividido
em 2 salas de:
 Sala 202 Leste – 218,87 m²
Sala 202 Oeste – 261,97 m²
 Portas de acesso:  Entre as salas e o hall principal, hall de
4,61 m² com: 2 portas de cada lado do
hall (acesso a salas e acesso ao hall)
com = 0,80 m L x 2,10 m A
 Saídas exclusivas de emergência:  cada sala com 1 porta = 2,10 m L x 2,10 m A
 Ar-condicionado:  Independente por sala
 Piso:  Carpete
Salas de Apoio
 Administração Leste:  23,06 m² – térreo
 Administração Oeste:  23,06 m² – térreo, com ar-condicionado/split
 Administração Central:  141,20 m² – 1.º andar, com ar-condicionado
/split
Capacidade de carga nas tomadas: 40 A
Guarda-volumes/ malas
 Área:  9,64 m²
 Possui balcão de atendimento e infraestrutura para guardar malas e volumes,
bem como serviços de chapelaria.
Estão disponíveis 50 posições para cabides e 87 boxes para malas e volumes.
A operação é de responsabilidade da Contratante.

Detalhamento de carga da estrutura aérea da área de exposições:

O período de locação iniciará às 8h00min do primeiro dia de montagem e findará às 23h59min do último dia de desmontagem.

Equipe

Contratado disponibiliza e dimensiona a equipe técnica conforme programação prévia enviada pela Contratante.

A equipe técnica atua nas necessidades de energia e instalações elétricas, rede hidráulica e ar comprimido no pavilhão, com acesso exclusivo às galerias e canaletas.

O ponto instalado de energia e hidráulica são cobrados conforme tabela de preços. A planilha com identificação dos pontos a serem instalados deverá ser encaminhada ao Contratado. Qualquer dúvida, favor consultar o check list.

O horário da equipe para montagem/desmontagem é das 8h00min às 20h00min do mesmo dia. Durante a realização, o atendimento corresponderá ao horário do evento, sendo no último dia do evento estendido em até 2 (duas) horas para acompanhamento do início da desmontagem.

A atuação em montagem/desmontagem fora desse período será considerada como hora extra. O pedido deverá ser realizado com prazo mínimo de antecedência por meio do check list. O valor desse serviço está definido na tabela de preços.

Valores

Contratante se comprometerá a arcar com as despesas adicionais decorrentes do período de locação do evento, tais como: consumos de água e energia elétrica, instalações de pontos de água e de energia elétrica, e coletas de caçambas de lixo e entulhos, conforme tabela de preços.

Os serviços extras de brigada de incêndio e equipe de suporte técnico, serviços de apoio, limpeza e/ou segurança e outras demandas para a realização do evento terão seus valores adicionados ao fechamento do evento.

Os eventuais danos ao patrimônio, de qualquer natureza, causados às dependências e equipamentos do Contratado serão de responsabilidade e pagos pela Contratante.

Utilidades

O pavilhão é equipado com 15 (quinze) canaletas interligadas por duas galerias de utilidades, distribuídas ao longo do piso, espaçadas a cada 4 (quatro) metros, divididas em 2 (dois) compartimentos: um para utilidades úmidas (água, esgoto e ar comprimido) e outro para utilidades secas (distribuição de energia elétrica, telefonia e dados).

a) galerias transversais nas quais estão localizadas as redes principais de água, esgoto, ar comprimido, os quadros elétricos para alimentação e proteção das tomadas, e os quadros distribuidores de telefonia e da rede de dados;

b) canaletas de piso protegidas com tampas metálicas, bipartidas, destinadas à distribuição das utilidades.

O acesso às galerias e canaletas é exclusivo da Equipe Técnica do Centro de Eventos FIERGS.

Os trabalhos das empresas subcontratadas pela Contratante, seja de instalações elétricas, de hidrossanitárias ou de ar comprimido, somente serão realizados a partir dos pontos indicados e disponibilizados pela Equipe Técnica do Centro de Eventos FIERGS.

NOTA: é importante ressaltar que a estrutura ofertada está localizada no pavilhão. O hall não possui condições hidrossanitárias de atendimento para grandes estandes. Em caso de necessidade verificar disponibilidade técnica junto a administração do Centro de Eventos FIERGS.

TAMPAS

Utilidades úmidas / Peso aproximado: 25 kg/pç

Utilidades secas

Energia

  • Capacidade total de carga: 4.000 kVA.
  • Carga disponível para expositores: 2.000 kVA.
  • Tensão: 380 V (trifásico = fase – fase), e 220 V (monofásico = fase – neutro).
  • Frequência: 60 Hz.
  • Informamos que as cargas nas tomadas do Anexo 100 e salas 200 do Pavilhão estão dimensionada a suportar uma carga de 2200 wats de potência.

O Pavilhão do Centro de Eventos FIERGS disponibiliza carga contratada junto à sua concessionaria. A Contratante deverá formalizar a previsão de carga em KW de seu evento, conforme prazo estabelecido em contrato, observando o limite técnico dos equipamentos, estando a liberação dos circuitos subordinada à aprovação da Administração do Centro de Eventos. Para verificar a carga já contratada no período do evento, consultar a administração do Centro de Eventos FIERGS.

NOTA: sempre que a tensão ou frequência necessária ao funcionamento do equipamento diferir da fornecida pelo Centro de Eventos FIERGS, caberá à Contratante providenciar os dispositivos de transformação.

A distribuição de energia é feita em dois setores LESTE e OESTE. Cada setor possui uma capacidade de 1.000 kVA da área de exposições.

Na área de exposições, para cada 3 (três) canaletas de cada setor, existe um quadro elétrico para alimentação das tomadas que possui capacidade de 600 A em 380 V.

Em cada canaleta de cada setor (15 no setor leste e 15 no setor oeste) existem 18 tomadas (RST+N+T) distribuídas da seguinte maneira:

  • 11 peças com capacidade de até 32 A;
  • 04 peças com capacidade de até 63 A;
  • 03 peças com capacidade de até 125 A.

Todas possuem:

  • Tensão nominal: 380/220 Vca;
  • Frequência de emprego: 60 Hz;
  • Tensão de isolação: 690 V;
  • Grau de proteção IP 67, segundo a norma IEC 529;
  • Grau de proteção contra impactos mecânicos IK 08, segundo a norma EM 50102;
  • Resistência ao fogo e ao calor anormal de 850ºC, segundo as normas IEC 695-2-1 e IEC 50-11.

Para cada uma das tomadas existe um alimentador dimensionado para a capacidade máxima da tomada e protegido por chave-fusível.

Tomada Tipo Steck

Instalações nos estandes

Para a execução do projeto e dos serviços de instalações elétricas serão utilizadas e observadas as normas brasileiras, as da Contratante fornecedora de energia e, se for o caso, a critério da Administração do Centro de Eventos, as normas internacionais.

No projeto de montagem do Centro de Distribuição de Energia do estande (CDE) será obrigatoriamente observado:

  • A inclusão de DR dispositivo diferencial residual com sensibilidade 30 mA instalado no circuito geral, necessário para detectar fuga de energia;
  • Disjuntor geral de entrada, trifásico, compatível com a carga instalada;
  • Painel metálico, possuindo barramento para neutro e terra;
  • Protetor de surto (descargas atmosféricas e sobtensões);
  • Proteção mecânica dos bornes dos disjuntores (isolamento contra choque elétrico).

As ligações das cargas para alimentação de equipamentos ou para iluminação dos estandes serão realizadas dentro de caixas metálicas, com emendas devidamente isoladas com fita não propagante de chama ou por meio de tomadas e plugs.

Não será permitida a distribuição de rede elétrica sobre materiais combustíveis.

É exigência do Centro de Eventos FIERGS a execução de aterramento dos estandes construídos com material metálico, como estruturas metálicas, montantes metálicos etc., e todo e qualquer equipamento ligado à energia elétrica.

Conforme NBR-5410 6.1.3.1.1 – Tensão: “Os componentes devem ser adequados à tensão nominal (valor eficaz em corrente alternada) da instalação. Se, no esquema TT, o condutor neutro for distribuído, os componentes ligados entre uma fase e neutro devem ser isolados para a tensão entre fases”. Portanto, uma vez que a tensão entre fases no Pavilhão é de 380 V, não serão aceitos condutores do tipo “fio paralelo”, pois seu isolamento é para 300 V.

Na ocasião da montagem do estande e após a apresentação necessária do projeto e da Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) e/ou Registro de Responsabilidade Técnica de projeto e execução, a equipe de apoio do Centro de Eventos FIERGS fornecerá o plug compatível com a carga elétrica real do estande e indicará a tomada a ser utilizada pelo expositor.

A equipe técnica do pavilhão fornecerá o ponto de energia elétrica, o cabo do estande até o local do ponto de energia é de responsabilidade do promotor/expositor.

Equipamento para Alimentação Elétrica de Estande

O cabo de interligação, a partir do plug, deverá atender obrigatoriamente a seguinte especificação:

  • Tomadas 32 A: cabo 4 x 6 mm2 + 1 x 6 mm2;
  • Tomadas 63 A: cabo 4 x 16 mm2 + 1 x 16 mm2;
  • Tomadas 125 A: cabo 4 x 50 mm2 + 1 x 25 mm2.

Plug Tipo

A empresa contratada pela Contratante do evento para realização dos serviços de instalação elétrica executará as redes internas dos estandes até o centro de distribuição, bem como a ligação do centro de distribuição na rede de energia elétrica indicada pela equipe técnica do Contratado, observando a correta conexão do cabo no plug.

Instalações de Tomadas de serviços e ou similares:
Promotor/expositor/fornecedor deverá providenciar um CD simples (tomada e disjuntor), como figura abaixo, para suas necessidades:

Fusível

É um dispositivo de segurança de um circuito elétrico que tem a função de interromper a passagem de corrente elétrica no circuito quando a corrente ultrapassar o limite permitido do fusível, evitando assim, um curto circuito.
Em caso de curto circuito e sobrecargas o fusível queima a fim de proteger e/ou minimizar um dano aos equipamentos do CONTRATANTE.
A informação correta da carga de energia elétrica necessária, influência esta ação.
Em caso de queima do fusível, a reposição será cobrada da CONTRATANTE, conforme tabela de preços atualizada.

Observações: Instalações Elétricas para área externa consultar Centro de Eventos.

O projeto do estande deverá contemplar o equilíbrio de cargas em todas as fases. Na energização do estande, a equipe técnica do Centro de Eventos FIERGS fará medições para conferência e, se necessário, indicará alterações para obtenção do efetivo balanceamento; também, em caso de necessidade, indicará as alterações na distribuição, de forma a garantir o equilíbrio das cargas por fase e por setor.

Contratante deverá instruir os expositores e o serviço de segurança contratados para o evento para que a energia dos estandes seja desligada após o encerramento das atividades diárias. A relação dos equipamentos que eventualmente não possam ser desligados deverá ser, diária e previamente, entregue à administração do Centro de Eventos.

Conector Tipo

Tomada com Plug

A equipe técnica do Centro de Eventos FIERGS autorizará a instalação de pontos de energia elétrica mediante:

  • Recebimento da planilha contendo quantidade, localização do ponto, e carga (KWA);
  • Análise de capacidade de atendimento;
  • Verificação de condições de acesso às canaletas;
  • Instalação de rampas de proteção quando em pontos de circulação de público;
  • Recebimento da ART – Anotação de Responsabilidade Técnica pelo engenheiro responsável pelo projeto elétrico do estande.

Para informações de instalações elétricas especificas do evento, consultar o capítulo “Instalações Elétricas”.

Medição

Contratante é responsável pelos valores referentes ao consumo de energia elétrica, observadas as seguintes condições:

a) O sistema de tarifação de energia é constituído por medidores instalados nos quadros gerais e interligados a um sistema supervisório on-line;

b) A conta de consumo de energia é emitida para cada medidor, de acordo com o período de fechamento solicitado, apresentando os consumos ativos medidos em kWh.

c) Para efetivação do ressarcimento do valor de energia elétrica, a Administração do Centro de Eventos FIERGS medirá a energia consumida desde o início da montagem até a conclusão da desmontagem e aplicará a tarifa da Contratante, calculando o consumo  vigente no último dia do período integral do evento (último dia de desmontagem) sobre o consumo real. A soma dos valores dos consumos resultará no valor a ser pago pela Contratante.

NOTA: os equipamentos para alimentação de energia dos estandes, cedidos sem ônus pelo Centro de Eventos FIERGS, serão devolvidos em perfeito estado de conservação. A inobservância dessa norma ou a não devolução determinará, sob o título de Danos ao Patrimônio, cobrança do valor estabelecido pela Administração do Centro de Eventos FIERGS.

Iluminação

A iluminação geral do pavilhão é feita por luminárias especiais de alto índice de reflexão e baixo ofuscamento com lâmpadas de multivapores metálicos com IRC igual 65%. O nível médio de iluminação atingido sem a instalação de eventos é de 400 lux.

O índice de luminosidade adotado é consequência da necessidade da iluminação dos eventos predominar sobre a do pavilhão.

Gerador

O Pavilhão possui gerador próprio de 280-310 kVA, dimensionado, exclusivamente, para as iluminações de emergência do pavilhão, do hall de acesso, do elevador, do serviço médico, da loja de telecomunicações, das bombas de combate a incêndio, das bombas de esgotamento e de alimentação de água e sanitários, estando vetada a utilização desse equipamento para outros fins.

Chaves Reversoras

O Pavilhão conta com a instalação chaves reversoras para utilização de geradores como fonte alternativa de energia.

Em caso de interesse o cliente poderá consultar o Centro de Eventos FIERGS ou contatar diretamente o fornecedor credenciado.

Rede Hidráulica

Água e esgoto

A disponibilidade de água potável nas canaletas corresponde a:

a) vazão máxima: 1.500 l/h por ponto;
b) pressão: 2 kg/cm².

Contratante deverá informar à Administração do Centro de Eventos FIERGS, conforme prazo estabelecido em contrato, caso a necessidade de consumo diário ultrapassar 3,0 m3/estande ou 50,0 m3 para todo o evento.

A vazão máxima diária deverá ser inferior a 3.000 l/h por ponto. Sempre que a necessidade ultrapassar esses limites, a Contratante deverá consultar a administração do Centro de Eventos FIERGS.

A rede de esgoto de águas servidas está calculada para uma vazão máxima de 1.500 l/h, sob pressão atmosférica. Não serão permitidas descargas sob pressão maior que a atmosférica.

Obrigatório a instalação de caixa de gordura quando houver pontos hidráulicos para atender demanda de alimentação.

Sob hipótese alguma será permitida a descarga nas tubulações de esgotamento de águas servidas que possuam partículas sólidas, gorduras, esgoto cloacal, óleos, lubrificantes e/ou qualquer fluído tóxico. No descumprimento dessa norma, o Contratado fará a recuperação das estruturas e as despesas serão repassadas à Contratante.

Especificação e dimensões dos materiais a serem utilizados para a realização das conexões:

  • para a rede de ÁGUA:
    a) mangueira flexível do tipo SPIRAFLEX-SPT, reforçada com trança de poliéster, diâmetro ¾”;
    b) braçadeira suprems S1927, diâmetro ¾”;
  • para a rede de ESGOTO: mangueira flexível, espiralada, diâmetro 1”.

As ligações para o consumo de água e escoamento do esgoto nos estandes deverão ser feitas nos pontos preparados pela Equipe de Técnica do Centro de Eventos FIERGS, conforme necessidades apresentadas pela Contratante do evento.

  • A empresa montadora deverá colocar o equipamento a ser alimentado com água na posição definitiva para conclusão da ligação.
  • A Equipe Técnica do Centro de Eventos FIERGS autorizará a instalação de pontos de água/esgoto mediante:
  • Recebimento da planilha com quantidade e localização do ponto;
  • Análise de capacidade de atendimento;
  • Verificação de condições de acesso às canaletas;
  • Instalação de rampas de proteção quando em pontos de circulação de público.

NOTA: o equipamento para alimentação de água no estande, composto de uma mangueira, braçadeiras, registro, conectores, redução e um adaptador na extremidade para ser conectado à espera da galeria, é de propriedade do Centro de Eventos FIERGS e deverá ser devolvido em perfeito estado de conservação. Diante à inobservância desse procedimento ou da não devolução do equipamento, ele será cobrado da Contratante, a título de Danos ao Patrimônio. O valor será informado, por peça, pela Administração do Centro de Eventos FIERGS.

Ar Comprimido

O Pavilhão dispõe de tubulação própria para ar comprimido. Não será permitida a instalação de acumuladores de pressão no interior do Pavilhão. Deverão ser instalados em área externa, em local indicado pela administração do Centro de Eventos FIERGS, próximo ao ponto de conexão à rede geral e ficarão devidamente sinalizados e isolados. O local onde o compressor estiver instalado deverá estar sinalizado com os dizeres “SOMENTE PESSOAS AUTORIZADAS” e identificado com o símbolo de risco.

Contratante deverá entregar Laudo de Inspeção do Vaso de Pressão (conforme NR-13 do Ministério do Trabalho e Emprego).

No caso de compressores de ar usados como ferramenta de trabalho para montar estandes é permitido o uso no interior do Pavilhão, desde que seja observada a exigência do laudo da NR-13. Além do laudo, se houver risco de acidente para quem circula nas proximidades, no momento da utilização do compressor, a área deve ser isolada.

Quando da contratação dos serviços para fornecimento e instalação da central de ar comprimido, a Contratante do evento levará em consideração que o ar deverá ser fornecido seco e isento de óleo, havendo, portanto, a necessidade de utilização de secadores de ar e separadores de óleo. É de sua responsabilidade a interligação da central à tubulação de distribuição e ao painel elétrico.

O Pavilhão está equipado com uma rede de ar comprimido dimensionada para uma pressão máxima de 7 Kg/cm².

Especificação e dimensões dos materiais a serem utilizados para a realização das conexões:

  • Engate rápido: diâmetro ½”;
  • Mangueira: diâmetro ½, classe 250 Ib,;
  • Braçadeira: diâmetro ½, suprems M1319.

A Equipe Técnica do Centro de Eventos FIERGS autorizará a instalação de pontos de ar comprimido mediante:

  • Avaliação do local de instalação e recebimento de documentos como ART e LAUDO dentro do prazo estabelecido em check list;
  • Análise de capacidade de atendimento. Se a necessidade de ar comprimido for maior do que a atendida pela rede de distribuição instalada, serão permitidas instalações provisórias, desde que utilizando o sistema de canaletas;
  • Verificação de condições de acesso às canaletas.

Telefonia

Os serviços de telefonia e internet são comercializados e operacionalizados exclusivamente pelo agente comercial do Contratado, instalado no Pavilhão de Exposições e responsável pelo gerenciamento da rede e banda de internet. Os pontos fixos de telefonia e internet estão instalados nas caneletas de piso e demais espaços.

No intuito de garantir um sinal de internet estável para o tráfego de dados, não é permitida a instalação de roteadores nas dependências do Centro de Eventos FIERGS. Os pontos wireless estão instalados em locais estratégicos.

Limpeza

A Administração do Centro de Eventos FIERGS entregará a área locada limpa para início da montagem, da mesma forma que a Contratante deverá entregá-la após o período de desmontagem descrito em contrato. A inobservância desse procedimento ou a devolução em desacordo com os critérios estabelecidos implicará em multas contratuais.

É atribuição da equipe de limpeza da Contratante para o evento, além de manter limpas as dependências locadas, efetuar a limpeza e o recolhimento do lixo das lixeiras e dos cinzeiros. A limpeza dos sanitários, incluindo pessoal e material é responsabilidade do Contratado.

A reposição de caçambas de lixo/entulho é responsabilidade da administração do Centro de Eventos FIERGS. O valor da locação está informado na tabela de preços.

Contratante fica responsável por:

  • Manter equipe devidamente identificada, uniformizada e com EPI, à disposição em tempo integral conforme período de locação previsto em contrato até a vistoria de entrega das áreas locadas;
  • Identificar o responsável pela equipe, informando o número de telefone móvel para contatos imediatos;
  • Efetuar limpeza de piso com equipamentos que não danifiquem o piso, tais como o uso de mop úmido e mop pó;
  • Durante a montagem e desmontagem manter equipe para a manutenção do piso devido a grande circulação de veículos pesados, (pisos molhados, possíveis vazamento de óleo);
  • Durante o período do evento manter equipe estruturada com a programação das atividades, bem como grade de horários;
  • Vetar a utilização de cloro, solvente, silicone, vaselina, tinner e/ou outros produtos não autorizados pela administração do Centro de Eventos FIERGS;
  • Lavar o piso somente com máquinas que sugam água, como Tripla e Alfamate, sendo necessário utilizar sabão antiespumante, tipo CW1000;
  • Dispor de minicentrais de resíduos compatível com a quantidade de público;
  • Proibir a utilização dos sanitários para serviços de limpeza, ficando disponibilizado um tanque nos fundos do portão 05;
  • Limpar a área externa quando o lixo for oriundo do evento;
  • Destinar espaço para a empresa de limpeza;
  • Reunir a empresa contratada para limpeza com a administração Centro de Eventos FIERGS;
  • Obedecer a critérios de descarte para lixo orgânico e entulho acondicionado em sacos plásticos fechados.

As informações devem ser enviadas à Administração do Centro de Eventos FIERGS, conforme prazo estipulado.

Sanitários

A limpeza dos sanitários, incluindo pessoal e material, é de responsabilidade do Contratado.

Para atender aos participantes dos eventos são disponibilizados 5 (cinco) conjuntos sanitários, 4 (quatro) localizados nos quatro cantos do Pavilhão e 1 (um) localizado no segundo andar junto ao restaurante, conforme segue:

Relação por conjunto de sanitário – segundo pavimento
 Vaso Lavatório Mictório Box
 Masculino 7 9 18 1 com vaso, lavatório e chuveiro
 Feminino 11 15 1 com vaso, lavatório e chuveiro
Relação por conjunto de sanitário – próximo ao restaurante
 Vaso Lavatório Mictório Box
 Masculino 4 6 6
 Feminino 6 7

No pavimento térreo existem 8 sanitários equipados para utilização de deficientes físicos, distribuídos em dois por canto do Pavilhão.

Para atender a organização do evento são disponibilizados, junto à área de atendimento, um conjunto sanitário masculino composto de: 1 vaso, 1 lavatório e 1 mictório e um conjunto sanitário feminino composto de: 2 vasos e 2 lavatórios;

Os profissionais envolvidos na montagem e desmontagem do evento são atendidos pelos conjuntos sanitários de PcD. Em caso de interesse em estender a utilização de sanitários superiores, consultar o Contratado para orçamento.

Contratado disponibilizará, durante o horário do evento equipe de limpeza, sendo estendido em até uma hora. Quaisquer necessidades adicionais deverão ser comunicadas ao Contratado em um prazo mínimo de 24 horas.

Vigilância

A vigilância exercida pelo Contratado, nas dependências do Sistema FIERGS, é patrimonial.

A vigilância do evento é responsabilidade da Contratante, assim como das áreas ocupadas e tudo o que nele estiver, tais como: patrimônio próprio, equipamentos, materiais, pessoas e o controle de carga e descarga, excluindo o Contratado de qualquer responsabilidade pela ocorrência de dano ou furto. Da mesma forma, o Contratado não assumirá responsabilidade alguma decorrente de danos ao patrimônio, desaparecimento de objetos, decorações, equipamentos, móveis, etc. abandonados, depositados, esquecidos, ou instalados em suas dependências.

No interior das dependências da sede do Sistema FIERGS, somente policiais em serviço poderão estar armados. As exceções deverão ser previamente comunicadas ao Contratado para posterior deliberação em conjunto com área de segurança patrimonial da FIERGS.

No caso de contratação de empresa para execução dos serviços de vigilância pela Contratante, deverá ser cadastrada, junto ao serviço de segurança do Sistema FIERGS. A contratação de serviço de vigilância e portaria é regulamentada pela Lei Federal n.º 7.102 e alterações contidas na Portaria 992/95 do DPF – Ministério da Justiça, para a prestação de serviço na área de vigilância.

Além da Lei Federal citada acima, deve ser contemplada a regulamentação estadual sobre a prática de prestação de serviços de zeladoria, portaria, vigilância e assemelhados, que é executada através do Grupamento de Supervisão de Vigilância e Guarda da Brigada Militar, conforme Decreto Estadual n.º 32.162, de 21 de janeiro de 1986 e Decreto Estadual n.º 35.593, de 4 de outubro de 1994.

Para execução de serviço de segurança nas dependências do Contratado, é necessário apresentação de:

  • Certificado de Segurança expedido pela Polícia Federal, com prazo de validade atualizado;
  • Alvará do GSVG autorizando seu funcionamento, com prazo de validade atualizado;

A Administração do Centro de Eventos FIERGS, sempre que julgar necessário, poderá solicitar:

  • Relação dos agentes de vigilância com seus respectivos números de registro junto ao Departamento de Polícia Federal e com reciclagens em dia;
  • Relação dos agentes de vigilância com o respectivo número da carteira do GSVG com prazo de validade atualizado.

Para execução de serviço de portaria, vigia, zeladoria e/ou assemelhado, nas dependências do Contratado, é necessário apresentação de:

  • Alvará do GSVG autorizando seu funcionamento, com prazo de validade atualizado.

A Administração do Centro de Eventos FIERGS, sempre que julgar necessário, poderá solicitar:

  • Relação dos prestadores de serviços com o respectivo número da carteira do GSVG com prazo de validade atualizado.

É responsabilidade da Contratante:

  • Manter equipe devidamente identificada, uniformizada e com EPI, 24 horas por dia dentro do período de locação previsto em contrato até a vistoria de entrega das áreas locadas;
  • Identificar o responsável pela equipe, informando o número de telefone móvel para contatos imediatos;
  • Reunir a empresa contratada para vigilância com a Administração do Centro de Eventos FIERGS e segurança patrimonial do Sistema FIERGS para apresentação do plano de segurança e adequada interação de serviços, responsabilidades e competências;
  • Encaminhar:
    • Relação que contenha os nomes e os RGs dos agentes de vigilância que trabalharão no evento;
    • Certificado de Segurança expedido pela Polícia Federal atualizado e/ou Alvará de Funcionamento atualizado expedido pelo GSVG;
    • Plano de Vigilância.
  • Destinar espaço para concentrar administração da empresa de vigilância;
  • Disponibilizar rádios intercomunicadores entre os agentes;
  • Solicitar acionamento de portões somente com a presença de agentes, ficando responsável pelo impedimento de obstruções e estacionamento de veículos e caminhões nos acessos deles;
  • Controlar logística de caminhões nos períodos de montagens e desmontagens de forma a não interferir na rotina do estacionamento;
  • Coibir a utilização das portas de vidro do hall como passagem de materiais;
  • Controlar a entrada e a saída de pessoas, garantindo o livre acesso aos funcionários da Administração do Centro de Eventos FIERGS e à equipe autorizada por ela;
  • Controlar a entrada, a guarda e a saída de todos os materiais, equipamentos, etc., que acessarem no Pavilhão;
  • Proibir o ingresso nas dependências do Pavilhão de mercadorias ou produtos que sejam perigosos ou incômodos aos participantes do evento. Dentre os produtos entendidos como perigosos ou incômodos, destacam-se: inflamáveis, explosivos, nocivos à saúde (tais como: pó, claridade excessiva, ruído), que produzam emanações desagradáveis e/ou corrosivas;
  • Verificar, junto à Administração do Centro de Eventos FIERGS, a obrigatoriedade da contratação e execução do Projeto de Segurança, conforme especificado em contrato de locação;
  • Informar aos órgãos públicos competentes, através de ofício protocolado, sobre a realização do evento;
  • Manter permanentemente posto de vigilância no hall do pavilhão com a função de orientar o público sobre acessos;
  • Contratar agentes extras conforme postos e rondas que a Administração do Centro de Eventos FIERGS entenda ser necessário;
  • Proibir fumar nas dependências internas, conforme:
    • Lei Federal nº. 9.294, de 15 de julho de 1996.
    • Decreto Federal nº. 2.018, de 1.º de outubro de 1996.

Contra-Incêndio

O Centro de Eventos FIERGS disponibilizará 1 (um) agente de brigada de incêndio de acordo com horário previsto em documento formal. Alterações de horários deverão ser comunicadas ao Contratado em um prazo mínimo de 24 horas.

Caso o Contratado entenda ser necessário ampliar o quadro de agentes de brigada de incêndio, ele providenciará a contratação de agentes extras e repassará o valor à Contratante.

Contratante é responsável por:

  • Enviar à Administração do Centro de Eventos FIERGS a planta do evento que será submetida à avaliação com base no Plano de Prevenção Contra Incêndio (PPCI) do Pavilhão;
  • Cumprir rigorosamente a legislação de “Proteção Contra Incêndio”;
  • Prever saídas de emergência e as respectivas sinalizações nos estandes com ambientes fechados ou auditórios. Nos auditórios, as saídas de emergência deverão ser compatíveis com a área ocupada;
  • Manter as rotas de fuga e as saídas de emergência devidamente sinalizadas e desobstruídas;
  • Impedir a obstrução e remoção de equipamentos de combate a incêndio (extintores, hidrantes, botoeiras de alarme, etc.) sob pena interdição do local;
  • Registrar no PPCI a capacidade de público do evento;
  • Impedir o depósito, mesmo que eventual e transitório, de material, ferramentas, produtos, caixas nas vias de circulação e atrás dos estandes e/ou qualquer estrutura montada;
  • Observar e cumprir a proibição expressa de portar, transportar, fazer uso ou mesmo permanecer com fogos de artifício e/ou artefatos explosivos e/ou inflamáveis nas dependências internas. Nas áreas externas, consultar o capítulo “Áreas Externas” presente no REGULAMENTO GERAL do Centro de Eventos FIERGS;
  • Observar e cumprir a proibição expressa de utilização de gás GLP (Gás Liquefeito de Petróleo) dentro das dependências do pavilhão.

Para que a Contratante utilize brigada de incêndio própria para controle do seu evento, deverá apresentar documentação comprobatória de qualificação, conforme a norma ABNT NBR 14608, não isentando a presença da brigada de incêndio do Contratado.

Prevenção de Acidentes

Contratante fica obrigada a:

a) Exigir a utilização de Equipamentos de Proteção (EPI) por todos os trabalhadores conforme o tipo de atividade executada. Tais como:

  • Capacetes com jugular, contra impactos de objetos sobre o crânio e contra choques elétricos;
  • Luvas para proteção das mãos contra agentes abrasivos, cortantes, perfurantes e choque elétrico;
  • Óculos contra impactos de partículas volantes;
  • Cinturão de segurança para trabalhos em altura.

b) Controlar a utilização adequada de vasilhames com produtos que possam prejudicar a saúde dos usuários e manipuladores, ou danificar as instalações do pavilhão, tais como: corrosivos, inflamáveis e/ou outros;

c) Não permitir a entrada de pessoas inadequadamente trajadas durante a montagem e desmontagem. É obrigatório o uso de calça comprida, calçado fechado e camiseta;

d) Atender as condições de trabalho em altura, conforme NR-18.

Andaimes

Devem seguir as orientações da NR-18 – “18.15 Andaimes e plataforma de trabalho”. Dentre os itens é importante destacar:

18.15.18. As torres de andaimes não podem exceder, em altura, 4 (quatro) vezes a menor dimensão da base de apoio, quando não estaiadas. A altura máxima permitida é de quatro metros;

18.15.26. Os rodízios dos andaimes devem ser providos de travas, de modo a evitar deslocamentos acidentais.

18.15.27. Os andaimes móveis somente poderão ser utilizados em superfícies planas com a utilização de EPIs (cinto de segurança e capacete com jugular).

Entende-se por superfície plana: sem desnível e sobressaltos, rampas ou escadas.

PPCI

Contratado dispõe de PPCI para edificação permanente, devendo a Contratante providenciar PPCI provisório para o evento quando a edificação/instalação temporária estiver localizada no interior de outra edificação existente, sobre ela ou ocupando parcela de sua área, sempre que alterar o PPCI do Contratado e quando a administração do Centro de Eventos FIERGS entender necessário.

Conforme prazo estipulado no check list, a Contratante deverá apresentar:

a) Cópia da pasta contendo o processo com o protocolo (APPCI – Alvará Plano de Prevenção Contra Incêndio) de entrada junto ao Corpo de Bombeiros deverá ser entregue ao Contratado;

b) Alvará de conformidade;

c) Após vistoria, o alvará, documento final certificando que o evento está aprovado perante o órgão regulador.

A vistoria de inspeção do Corpo de Bombeiros deverá ser agendada pela Contratante e acompanhada pela administração do Centro de Eventos FIERGS.

Na utilização de empilhadeiras e PTA (plataforma de trabalhos em altura), é obrigatório o cumprimento da NR-11. O operador da empilhadeira deve possuir treinamento especifico habilitando o uso do equipamento e crachá com nome e fotografia. Não é permitido o uso dos “garfos” da empilhadeira para transportar/elevar pessoas (proibido devido ao alto risco de acidente). O equipamento de transporte deve possuir buzina e sinal sonoro ao acionar a marcha ré.

Vistoria

O Pavilhão somente ficará disponível para início dos trabalhos após cumpridas as exigências estabelecidas no CONTRATO DE CESSÃO DE USO e no REGULAMENTO GERAL.

As áreas locadas serão entregues mediante a assinatura do Termo de Vistoria do Pavilhão. A vistoria se dará ao início da montagem e, ao término da desmontagem do evento, será conferido as numerações dos medidores de energia e hidrômetros.

As vistorias deverão ser realizadas na data e hora acordadas em documento formal, caso a Contratante/ou seu representante não esteja presente, terá validade a vistoria que a Contratado registrar.

Qualquer dano causado ao patrimônio, as despesas para reposição e/ou recuperação correspondentes serão repassadas a Contratante.

Danos ao Patrimônio (Avarias)

Todo e qualquer dano causado pela Contratante ou por seus Contratados ao patrimônio do Centro de Eventos FIERGS e/ou do Sistema FIERGS, será cobrado da Contratante, mediante vistoria e averiguação do ocorrido.

Bombeiro 

Manter durante montagem e desmontagem pelo menos 01 (um) bombeiro durante a programação destas atividades;
Durante o evento respeitar a quantidade informada no Plano de Prevenção Contra Incêndio.

 

Ambulatório

O Contratado disponibiliza posto de atendimento sediado no Pavilhão do Centro de Eventos FIERGS, que atua com serviços pré-hospitalares de emergência e urgência médica para área protegida e atendimento ambulatorial, por meio de técnico(a) de enfermagem, nas seguintes condições:

Atendimento ambulatorial: um(a) técnico(a) de enfermagem, em dias de montagem e desmontagem das 8h00min às 20h00min. Em dias de realização de evento, o(a) técnico(a) atenderá do início ao término do evento;
Salientamos que o Técnico de Enfermagem atende a programação de eventos e não exclusivamente a um evento especifico;
Atendimento Área Protegida: ambulância com médico(a), técnico(a) de enfermagem e motorista.

 

Fogos de Artifício

Em ambientes fechados não são permitidos.
Nos ambientes abertos, é necessário que a Contratante apresente alvarás dos órgãos fiscalizadores permitindo a atividade, respeitando a legislação vigente.

Evento

Com o objetivo de programar e coordenar os detalhes envolvidos na logística do evento, será realizada reunião entre as equipes técnicas e operacionais do Contratadoe da Contratante.

Contratante deverá manter, em tempo integral, durante todas as etapas do evento um posto de atendimento para prestar informações e/ou orientações aos expositores e prestadores de serviços. As empresas responsáveis pela execução das instalações elétricas e hidráulicas deverão manter plantão para atender eventuais emergências em um período de 24 horas.

O afastamento mínimo exigido das paredes e pilares para as montagens das áreas internas do Pavilhão são de 10cm.

As estruturas montadas na área externa ao Pavilhão deverão ter a autorização do Contratado e seguir os critérios do capítulo “Áreas Externas”.

Estandes

Os estandes de 2 (dois) andares serão permitidos quando:

  • Situados preferencialmente em ilha (isolado de outros estandes por ruas);
  • Tiverem projeção igual ou maior que 75,0 m²;
  • Obedecerem às normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas);
  • Possuírem projeto arquitetônico, cálculo estrutural e responsável técnico comprovado por ART (Anotação de Responsabilidade Técnica) corretamente preenchida e recolhida à taxa correspondente;
  • Possuírem área no segundo andar limitada a 50% da área térrea ocupada pelo estande;
  • Mantiverem um recuo mínimo em relação aos vizinhos e às circulações de público de 2,00 m (dois metros);
  • Possuírem, no pé da escada de acesso, informação indicando a capacidade máxima de pessoas permitidas no segundo andar.

Nota: nos estandes de dois andares, a utilização de vidro no segundo andar somente será liberada após o envio do projeto à Administração do Centro de Eventos FIERGS, que fará uma avaliação verificará o atendimento das exigências de segurança, como: aplicação de película de segurança tipo “insufilm” em toda a superfície da chapa, espessura mínima de 8mm e tamanho máximo de 1 m x 1 m, fixados em parafuso. Caso não seja vidro, poderão ser utilizados os seguintes materiais: acrílico, policarbonato ou similares.

Qualquer elemento do estande terá acabamento em ambos os lados, excetuando os estandes localizados junto às paredes limítrofes do pavilhão.

A projeção horizontal de qualquer elemento de um estande, inclusive de produtos expostos, é limitada aos limites da área do estande. Não será permitida projeção sobre estandes contíguos ou sobre as circulações de público.

Os estandes que utilizarem painéis com vidro obedecerão aos seguintes critérios:

a) Para vidro comum deverá respeitar:

Dimensões Espessura
Até 1,00 m x 1,00 m Mínima de 4,0 mm
Até 1,10 m x 2,10 m Mínima de 6,0 mm

b) Não será permitido utilizar vidros comuns com dimensões maiores que as indicadas na tabela acima;

c) A altura máxima permitida para vidro comum é de 3,0 m; tomando como referência o piso do pavilhão;

d) A chapa deverá ser fixada com baguete em toda a sua dimensão (comprimento x largura);

f) Quando a dimensão for acima de 1,0 m X 1,0 m, será obrigatória a aplicação de película de segurança (ex.: insufilm) em toda a superfície do vidro, sendo necessária apresentação do projeto à administração do Centro de Eventos que estabelecerá a forma de fixação;

g) A chapa deverá ser fixada com baguete em toda a sua dimensão (comprimento x largura);

h) É vetada a utilização de vidro em estandes acima de 6,0m de altura;

i) Aos vidros com aplicação de insulfilm é necessária a apresentação do Atestado Técnico garantindo o não estilhaçamento desses no caso de quebras.

É vetada a fabricação de quaisquer elementos em madeira e ferro dentro do Pavilhão. As peças deverão ser preparadas e pré-montadas nas oficinas das empresas contratadas pela Contratante e entregues com acabamento e pintura concluídos, sendo permitida no interior do pavilhão somente a execução de serviços de retoque e acabamento final.

É proibido, no interior do pavilhão e nas dependências do Sistema FIERGS, o uso de serra circular montada em bancada, soldagem a gás, pintura em spray ou a pistola, material inflamável, etc.

É vetado qualquer trabalho de montagem fora da área especificada no CONTRATO DE CESSÃO DE USO e demarcada na planta baixa como “área locável Pavilhão”.

A utilização da estrutura metálica da cobertura está limitada às cargas e à aprovação da Administração do Centro de Eventos FIERGS.

Piso

A seguir, as principais regras a serem seguidas para o início dos trabalhos:

a) A marcação no piso, cujo objetivo é indicar os cantos dos estandes, será realizada com giz ou fita crepe comum, que não transfira o adesivo, sendo terminantemente proibido a utilização de tintas, vernizes, colas ou similares cuja remoção importe em dano ao local demarcado;

b) O piso será protegido com material plástico impermeável sempre que a Administração do Centro de Eventos FIERGS entender necessário ou quando da execução de serviços de pintura e gesso, montagem de jardins, colocação de vasos de flores, folhagens e plantas nos espaços internos ou anexos aos estandes;

Proteção para o Piso do Pavilhão

Para evitar danos ao piso nas montagens do CONTRATANTE, tais como estruturas metálicas, pontiagudas e/ou que possam marcar o piso do pavilhão, providenciar proteção adequada para cada estrutura montada.
Sugere-se que as proteções sejam feitas com pedaços de feltro, borrachas, pedaços de forração/carpete, para evitar atrito com o piso.

c) Ainda, o piso, correspondente à área do estande, será sempre protegido quando houver a utilização de:

  • Equipamentos que geram vibração;
  • Qualquer tipo de motores (elétrico, à explosão, etc.);
  • Qualquer tipo de líquidos;
  • Qualquer tipo de baterias.

d) É terminantemente proibida a utilização de cola para fixação de carpete ou qualquer outro material;

Recomenda-se uso da fita ADERE – Dupla Face de Papel CARPEFIX 462 – 40g/m².

Aplicação / Remoção:

  • Aplicar primeiro o lado do adesivo no piso;
  • Retirar o liner amarelo e aplicar o carpete sobre o lado exposto;
  • Para remover a fita do piso, puxe-a com ângulo de 45 graus.

Nota importante: em que pese a fita dupla face de tecido ser mais dispendiosa em relação às outras em venda no mercado, o pavilhão especifica a utilização da fita de tecido por constatar que 80% do tempo utilizado para a execução dos serviços de limpeza fina do pavilhão é consumido na retirada de fitas de baixa qualidade ou inadequadas ao uso.

Uma análise superficial, comparando simplesmente o valor da limpeza com o da fita especificada, pode levar a uma conclusão errônea, visto que em várias oportunidades a equipe de limpeza levou mais de 48 horas consecutivas para concluir os serviços e, por consequência, a Contratante do evento é onerada pelo acréscimo de dias de locação, pelo acréscimo desnecessário no valor de energia elétrica, em alguns casos pelo pagamento de limpeza adicional, de multas, etc.

É expressamente vetado:

  • A execução de furos e pinturas nos pisos e paredes (internas ou externas);
  • Encostar ou apoiar qualquer tipo de material em paredes ou portas durante as etapas de montagem, desmontagem e realização dos eventos.

Somente terão acesso ao pavilhão os veículos de carga e descarga, caminhões, utilitários, carrinhos e outros meios de transporte de cargas leves que estejam equipados com pneumáticos.

Dentro do pavilhão, rodas de borracha. A utilização de qualquer outro tipo de material rodante ficará condicionada a aprovação da Administração do Centro de Eventos FIERGS.

Acesso

Para acesso de veículos, consultar capítulo “Estacionamento”.

Ações

Contratante é autorizada a utilizar única e exclusivamente a área por ela contratada para efetuar qualquer tipo de divulgação, ação ou promoção.

Para ações fora da área locada, consultar capítulo “Divulgação“.

O Pavilhão oferece estruturas internas e externas para fixação de banners. As estruturas externas estão condicionadas para identificação do evento, sem ônus à Contratante.

Local Dimensões
 Frente Passarela  medida horizontal 6,10 m x medida vertical 2,65 m
 Fachada Principal  medida horizontal 20,00 m x medida vertical 3,50 m
 Fachada Norte  medida horizontal 5,50 m x medida vertical 7,00 m
 Fachada Sudeste  medida horizontal 5,00 m x medida vertical 5,00 m

Informações

Obedecidas às normas legais, é permitida a venda a varejo de mercadorias aos visitantes.

É permitido o trabalho de menores no período de realização do evento, desde que providenciada a autorização junto ao Juizado de Menores.

A instalação e a retirada de qualquer item necessário ao evento, tais como: estandes, escadas, equipamentos de som/iluminação, plataformas elevatórias, etc. são de total responsabilidade da Contratante, que os providenciará e responderá por qualquer incidente ou acidente que esses itens possam causar ou provocar, estando o Contratado isento de qualquer responsabilidade.

Os boletins de ocorrências ou danos serão informados ao representante da Contratante.

NOTA: a Administração do Centro de Eventos FIERGS, a seu critério, poderá embargar ou interditar qualquer montagem ou desmontagem que não atenda rigorosamente às exigências contidas nesse REGULAMENTO GERAL.

Ar-Condicionado

O acionamento do ar-condicionado é orientado pela NBR NR 09 da ANVISA, que prevê variação de 20ºC a 22ºC no inverno 23ºC a 26ºC no verão.

Os setores atendidos pela instalação central de arcondicionado são:
a) Área de exposições;
b) Hall;
c) Anexo (ou salas 101, 102, 103);
d) Sala de atendimento;
e) Salas de eventos 201 e 202;
f) Restaurante.

Para a produção de ar frio existem 3 (três) compressores de água gelada com capacidade total de 675 TR. O sistema de calefação é composto de 2 (dois) aquecedores de água com capacidade unitária de 150 kW. Nos ambientes, não poderá haver simultaneidade de refrigeração e de calefação.

No interior do Pavilhão, o condicionamento ambiental é efetuado por meio de 4 (quatro) fancoils, dimensionados cada um para uma carga de 150 TR, para proporcionar uma renovação variável de 9% a 26% do ar ambiente por meio de adição de ar exterior.

De forma geral, os estandes deverão ser projetados de maneira a permitir a ventilação cruzada e possuir teto vazado. No hall, os estandes deverão ter altura limitada de forma a não obstruir o insuflamento de ar nos difusores, bem como no seu retorno.

Em situações especiais, quando houver a necessidade absoluta de criar ambientes fechados, como miniauditórios, salas especiais de projeção etc., será indispensável um estudo mais apurado pela Administração do Centro de Eventos FIERGS.

NOTA: em virtude da existência de um sistema de climatização em todo o ambiente interno do Pavilhão, é VETADA a autorização de instalação de aparelhos de ar condicionado tipo split ou janela no Centro de Eventos FIERGS. 

É responsabilidade da Contratante transmitir essa orientação aos seus expositores. A central de ar-condicionado será posta em funcionamento somente por solicitação expressa da Contratante, visto que o valor da energia consumida será ressarcido ao Centro de Eventos FIERGS.

Em que pese o valor de energia ser responsabilidade da Contratante, a Administração do Centro de Eventos FIERGS determinará o funcionamento do(s) equipamento(s) de ventilação e/ou exaustão para atender a Portaria 176 da ANVISA que obriga a renovar o ar a uma taxa de 27m³/hora/pessoa.