INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

No caso das instalações elétricas existentes nos espaços não comportarem a carga elétrica a ser ligada pelo evento, é necessário que a Contratante apresente os documentos e respeite as condições mínimas descritas a seguir:

Documentos

a) Apresentação do projeto elétrico. Devem ser fornecidos os seguintes documentos:

  • Distribuição em planta baixa;
  • Detalhes construtivos;
  • Diagrama unifilar;
  • Quadro de cargas;
  • Memorial descritivo;
  • Especificação dos materiais. (Itens “j”);
  • ART do responsável pelo projeto e execução.

b) Deverão obedecer às normas NBR-5410 e às normas da CEEE;

c) Deverão ser projetadas em sistema TNS-NBS-5410, ou seja, neutro isolado e um condutor de proteção, com tensão de fornecimento 220/110V nas salas e teatro e 380/220V no pavilhão;

d) Deverá ser apresentado o diagrama unifilar do quadro elétrico;

e) Deverá ser prevista proteção geral do quadro, através de disjuntor termomagnético;

f) Deverá ser prevista proteção para contatos diretos ou indiretos, projetando-se o quadro elétrico com DR (dispositivo a corrente diferencial residual), conforme detalhes que serão apresentados nas “condições mínimas” a seguir;

g) Toda carga elétrica prevista no projeto deverá estar perfeitamente equilibrada entre as fases. Isso deve ser mostrado no quadro de cargas;

h) Qualquer isolamento de emendas de condutores deverá ser feito com fita isolante plástica, tipo auto-fusão e isolante comum;

i) Não é permitido o acoplamento mecânico de disjuntores monopolares para substituição de disjuntores bi ou tri polares;

j) Outras especificações particulares:

  • O quadro de luz e/ou distribuição dos circuitos deverá ser de SOBREPOR proteção I.P. – 44 ou similar, em estrutura metálica, em chapa de aço, barras de cobre eletrolítico para 10 kA, para uso de disjuntores aparentes e isolados com termo contrátil, trifásicos e monofásicos, contra-tampa em acrílico transparente e em local dentro do espaço montado, com acesso restrito;
  • Fios e cabos: os condutores deverão ser do tipo anti-chama do tipo flex, com bitola mínima de 2,5 mm², isolamento 750V/70ºC. Não serão aceitos condutores do tipo paralelo (isolamento = 300 V);
  • A barra de neutro deverá ser isolada e fixada mecanicamente através de porcas ou parafusos;
  • Os reatores deverão ser do tipo alto fator de potência (> 0,92);
  • Os transformadores e os reatores deverão ser fixados sobre material incombustível;
  • A critério da fiscalização, deverá ser instalada iluminação fluorescente de emergência com luminárias autônomas em pontos estratégicos:
  • Todos os pontos metálicos deverão ser aterrados ao condutor de proteção;
  • Normas de cores para condutores elétricos:
    CORES/FASE

    1. Vermelho L1
    2. Branco L2
    3. Preto L3
    4. Azul-claro N (neutro)
    5. Verde T (terra)
  • Todas as tomadas deverão ser do tipo 2P+T;
  • Todos os circuitos deverão ser identificados no quadro elétrico;
  • No caso de uso de motores, todos deverão ser ligados através de sistema contatora-relé-térmico e possuir fusíveis de proteção tipo Diazed ou NH;
  • Para os circuitos parciais deverão ser utilizados dispositivos de proteção do tipo disjuntores termomagnéticos;
  • Todos os condutores deverão ser protegidos por disjuntores compatíveis com suas respectivas capacidades nominais.

Todos os documentos devem ser apresentados em duas vias.

Após o documento ser analisado pela Administração do Centro de Eventos FIERGS, uma via é devolvida a Contratante, com o carimbo “Liberado para a execução”registrado pelo supervisor de manutenção e melhorias do Sistema FIERGS.

A instalação é de responsabilidade da Contratante e deve estar de acordo com o projeto e carimbado com “Liberado para a execução”.

As instalações serão inspecionadas antes da liberação para o uso.

Condições Mínimas

As condições mínimas que os projetos elétricos devem contemplar para instalações com afluência de público em áreas externas são:

1. De acordo com a NBR 5410 – INSTALAÇÕES ELÉTRICAS DE BAIXA TENSÃO,
“Condições de fuga das pessoas em emergências”, estamos classificados no código BD3, classificação: “tumultuada”. Características: “alta densidade de ocupação e percurso breve de fuga”; com aplicações e exemplos: “Locais de afluência de público com edificações não-residenciais com alta densidade de ocupação e altura inferior a 28 metros”.

Será indispensável atender aos seguintes itens da norma:

1.1. Item 5.1.3.2 – Uso de dispositivo diferencial-residual de alta sensibilidade (DR). Item 5.1.3.2.1.1 – O uso de dispositivos de proteção a corrente diferencial residual com corrente diferencial-residual nominal igual ou inferior a 30 mA é reconhecido como proteção adicional contra choques elétricos.

1.2. Item 5.1.3.2.2 – Casos em que o uso de dispositivo DR de alta sensibilidade é obrigatório:

1.2.1. os circuitos que sirvam a pontos de utilização situados em locais contendo banheira ou chuveiro;

1.2.2. os circuitos que alimentem tomadas de corrente situadas em áreas externas à edificação;

1.2.3. os circuitos que, em edificações não-residenciais, sirvam a pontos de tomadas situadas em cozinhas, copas-cozinhas, lavanderias, áreas de serviço, garagens e, no geral, em áreas internas molhadas em uso normal ou sujeitas a lavagens.

Comentário: será exigido que todos os circuitos que não forem de iluminação a mais de 2,5m de altura sejam protegidos por DR.

1.3. Item 6.1.3 – Condições de serviço e influências externas.
Item 6.1.3.1 – Condições de serviço. Item 6.1.3.1.1 – Tensão: os componentes devem ser adequados à tensão nominal (valor eficaz em corrente alternada) da instalação. Se, no esquema TT, o condutor neutro for distribuído, os componentes ligados entre uma fase e neutro devem ser isolados para a tensão entre fases.

Comentário: uma vez que a tensão entre fases no Pavilhão é 380V, não serão aceitos condutores do tipo “fio paralelo”, pois seu isolamento é para 300V.

1.3.1. Item 6.3.5 – Dispositivo de proteção contra surtos (DPS)

Comentário: o projeto deve prever essa proteção no quadro elétrico terminal.

2. De acordo com a NBR 13570 – Instalações elétricas em locais de afluência de público – Requisitos específicos:

2.1. Item 4.2 – Seleção e instalação das linhas elétricas

2.1.1. Item 4.2.4 – As linhas elétricas aparentes devem atender a seguinte condição: no caso de linhas constituídas por cabos fixados em paredes ou tetos, estas devem estar situadas de forma a não serem acessíveis, nas situações previstas de utilização do local, a pessoas não advertidas ou não qualificadas, respeitando-se a altura mínima de 2,5 m do piso acabado, os cabos devem ser resistentes à chama, sob condições simuladas de incêndio, livres de halogênios e com baixa emissão de fumaça e gases tóxicos e corrosivos,

2.2. Item 4.3 – Ligação de equipamentos móveis ou estacionários

2.2.1. Item 4.3.1 – Os cabos para a ligação desses equipamentos devem atender simultaneamente às seguintes condições:

2.2.1.1. a) ter comprimento suficiente para a ligação direta aos equipamentos móveis, sem emendas, extensões e/ou conectores intermediários,

2.2.1.2. b) possuir classe de encordoamento mínima igual a quatro e ser instalado de modo a não transmitir esforços de tração às conexões com os terminais dos equipamentos.

2.3. Item 4.5 Esquemas de aterramento: as instalações devem utilizar o esquema TN ou TT.

Comentário: nesse caso, só será aceito a variação TN-S ou TT.

2.4. Item 4.9 – Quadros de distribuição terminais:

2.4.1.

    Item 4.9.1

– Os quadros de distribuição terminais devem ser do tipo fechado, de modo a garantir no mínimo grau de proteção IP-2X, conforme NBR 6146, bem como impedir o acesso às partes vivas de pessoas que não sejam BA4 ou BA5, conforme NBR 5410. Esse acesso só deverá ser possível por intermédio de ferramentas apropriadas.

 

Comentário: os quadros elétricos deverão possuir fechadura com chave e uma cópia da chave ser fornecida à infraestrutura.

2.4.2. Item 4.9.2 – Os quadros de distribuição terminais devem possuir indicações claras das funções dos diversos dispositivos elétricos, bem como das posições “aberta” e “fechada” das diversas chaves.

Comentário: além das identificações dos circuitos, deverão ser identificadas as posições “ligado” e “desligado” dos disjuntores nos quadros elétricos.

2.5. Item 4.10 – Divisão das instalações
2.5.1. Item 4.10.1 – Nos ambientes com área superior a 100m², acessíveis ao público, devem ser previstos no mínimo dois circuitos terminais de iluminação.

2.5.2. Item 4.10.2 – Para equipamentos com corrente nominal superior a 16 A, devem ser previstos circuitos terminais independentes.

2.6. Item 4.11 – Tomadas de corrente e extensões
2.6.1. Item 4.11.1 – Todas as tomadas de corrente devem possuir terminal de aterramento.

2.6.2. Item 4.11.2 – As tomadas e plugues com corrente nominal superior a 16 A, utilizadas para extensões, devem ser escolhidas e instalados de modo a prevenir danos ou a separação involuntária entre ambos, que possa presumivelmente derivar das condições de ambiente e de uso.

Comentário: usar tomadas padrão Steck.

2.7. Item 4.12 – Iluminação:
2.7.1. As lâmpadas instaladas em locais acessíveis ao público, situadas a uma altura inferior a 2,5m do piso acabado, devem ser dotadas de proteção específica contra choques ou outras ações mecânicas.

Comentário: nesse caso, também será exigido que o circuito esteja protegido por DR.

Pontos importantes que o projeto deve contemplar, que aparecem nas normas, mas não foram citados anteriormente:

  • Considerar demanda = 100%,
  • O disjuntor geral do quadro terminal deverá ter capacidade de ruptura de 18 kA se for menor ou igual a 3 x 100 A. Se for maior, deverá ter capacidade de ruptura de 25 kA.

Uso de Gerador

Face às características de cada evento, se verificada a necessidade ou opção pela utilização de gerador(es), a Contratante deverá obter a autorização da instalação junto à administração do Centro de Eventos FIERGS, considerando:

  • Contratação:
    • responsabilidade da Contratante;
    • apresentar laudo técnico e ART (Anotação de Responsabilidade Técnica).
  • Localização: deve ser avaliada junto à administração do Centro de Eventos FIERGS; e
  • Conexões/instalações:
    • o equipamento não poderá ser conectado nas instalações do Contratado;
    • as conexões deverão ser protegidas e não aparentes;
    • o gerador locado deve ser equipado com bacia de contenção dimensionada e construída de acordo com as normas técnicas nacionais, a fim de conter possíveis derramamentos/vazamentos;
    • se trazido combustível adicional, esse deve estar em recipiente apropriado, específico para inflamáveis, devidamente rotulado e identificado com o símbolo de risco. Além disso, deve ser mantido fechado e sobre bacia de contenção; e
    • só serão permitidas mediante o acompanhamento técnico do Centro de Eventos FIERGS.

Os documentos devem ser apresentados em duas vias. Após o documento ser analisado pela Administração do Centro de Eventos FIERGS, uma via é devolvida à Contratante com o carimbo “Liberado para a execução”, registrado pelo supervisor de manutenção e melhorias do Sistema FIERGS. A instalação é de responsabilidade da Contratante e deve estar de acordo com o projeto carimbado com “Liberado para a execução”. As instalações serão inspecionadas antes da liberação para o uso.

ALIMENTAÇÃO

O Centro de Eventos FIERGS oferece serviços de alimentação por intermédio de empresas credenciadas que possuem cozinhas próprias para a produção de alimentos e estabelecimentos para atendimento ao cliente.

Contratante deve contatar a Administração do Centro de Eventos FIERGS no caso de contratação de fornecedor externo de alimentação.

Fornecedores do Centro de Eventos FIERGS

São empresas de alimentação com estrutura física permanente no Centro de Eventos FIERGS, em conformidade com a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Estabelecimentos que possuem vínculo contratual com o Contratado:

  • Cafeteria, localizada do foyer térreo do teatro com 45 lugares – Applause Caffè;
  • Restaurante, localizado próximo ao teatro e salas, com capacidade de 85 lugares – Prato Mil Bistrô;
  • Cafeteria e gastronomia, localizada no pavilhão, com capacidade de 150 lugares – Restaurante Applause;
  • Loja localizada no pavilhão – Mule Bule gastronomia;
  • Restaurante, localizado no 2º andar do pavilhão, capacidade de 336 lugares com atendimento exclusivo a funcionários nos horário das 11h30min às 13h. E para atendimento a partir das 13h, a Contratante deverá verificar disponibilidade de atendimento com o fornecedor.

A solicitação de orçamentos deve ser feita diretamente pela Contratante ao fornecedor.

Fornecedores Externos ao Centro de Eventos FIERGS

São empresas sem estrutura física permanente no Centro de Eventos FIERGS.

A contratação de fornecedor externo, por motivos justificados, deve estar atrelada ao pagamento da Taxa de Alimentação pela Contratante ao Contratado, bem como pelo cadastro antecipado do fornecedor externo junto à Administração do Centro de Eventos.

O fornecedor externo deve possuir, obrigatoriamente, o alvará de saúde vigente para a prestação de serviços nas dependências do Contratado e seguir o regulamento de normas e procedimentos do Centro de Eventos FIERGS para alimentação.

Consultar “Tabela de Preços”.

Copas de Apoio

As copas são espaços de apoio para serviços de alimentação em conformidade com a vigilância sanitária e serão entregues à Contratante mediante contratação e termo de vistoria.

As copas têm seu uso exclusivo para atender e dar suporte somente no dia de realização de evento.

É proibida a utilização das áreas de acesso a esses espaços em complemento ao serviço.

COPA TÉRREO – BLOCO TEATRO
 Área total:  28,23 m²
 Pé-direito:  2,43 m
 Tomadas:  Elétrica e telefonia
 Mobiliário:  uma pia com duas cubas e um balcão de inox
 Equipamentos:  um freezer 220 V e um refrigerador 110 V
 Porta de acesso:  0,90m
 Sistema Elétrico  Local  Tensão  Disjuntor  Potência em  VA
 Circuito 1  110 V  1×40  5080
 Circuito 2  220 V  2×16  3520
 Tomada Steck (Disjuntor no
3º  andar)
 220 V  3 x 100  38.000
COPA 2º ANDAR – BLOCO TEATRO
 Área total:  35,28 m²
 Pé-direito:  2,43 m
 Tomadas:  Elétrica e telefonia
 Mobiliário:  uma pia com duas cubas e um balcão de inox
 Equipamentos:  um freezer 220 V e um refrigerador 110 V
 Porta de acesso:  0,90m
 Sistema Elétrico  Local  Tensão  Disjuntor  Potência em  VA
 Circuito 1  110 V  1×15  1905
 Circuito 2  220 V  2×16  3520
 Circuito 3  220 V  2×20  4440
 Tomada Steck Disjuntor no
3º  andar
 220 V  3×100  38.000
COPA 3º ANDAR – BLOCO TEATRO
 Área total:  35,28 m²
 Pé-direito:  2,43 m
 Tomadas:  Elétrica e telefonia
 Mobiliário:  uma pia com duas cubas e um balcão de inox
 Equipamentos:  um freezer 220 V e um refrigerador 110 V
 Porta de acesso:  0,90m
 Sistema Elétrico  Local  Tensão  Disjuntor  Potência em  VA
 Circuito 1  110 V  1×20  2540
 Circuito 2  220 V  2×20  4400
 Circuito 3  220 V  2×15  3300
 Circuito 4  220 V  2×15  3300
 Tomada Steck
 Disjuntor no
3º  andar
 220 V  3×100  38.000
COPA 4 º ANDAR – BLOCO TEATRO
 Área total:  35,28 m²
 Pé-direito:  2,43 m
 Tomadas:  Elétrica e telefonia
 Mobiliário:  uma pia com duas cubas e um balcão de inox
 Equipamentos:  um freezer 220 V e um refrigerador 110 V
 Porta de acesso:  0,90m
 Sistema Elétrico  Local  Tensão  Disjuntor  Potência em  VA
 Circuito 1  110 V  1×20  2540
 Circuito 2  220 V  2×20  4400
 Circuito 3  220 V  2×15  3300
 Circuito 4  220 V  2×15  3300
 Tomada Steck
 Disjuntor no
3º  andar
 220 V  3×100  38.000
COPA 2º ANDAR – BLOCO SALAS
 Área total:  10,00 m²
 Pé-direito:  2,60 m
 Tomadas:  Elétrica e telefonia
 Mobiliário:  uma pia com uma cuba e um balcão de inox
 Equipamentos:  um freezer 220 V e um refrigerador 110 V, um fogão a gás, uma coifa
 Porta de acesso:  0,77m
 Sistema Elétrico  Local  Tensão(V)  Disjuntor (V)  Potência em  (VA)
 Circuito 1  110 V  1×15  1905
 Circuito 2  220 V  2×15  3300
COPA 3º ANDAR – BLOCO SALAS
 Área total:  26,20 m²
 Pé-direito:  2,63 m
 Tomadas:  Elétrica e telefonia
 Mobiliário:  uma pia com uma cuba e um balcão de inox
 Equipamentos:  um freezer 220 V e um refrigerador 110 V, um fogão a gás, uma coifa
 Porta de acesso:  1,08m
 Sistema Elétrico  Local  Tensão(V)  Disjuntor (V)  Potência em  (VA)
 Circuito 1  220 V  2×20  4400

Os mobiliários, equipamentos e sistema elétrico existentes nas copas estarão sujeitos a alterações sem aviso prévio. Em caso de necessidade, consultar a Administração do Centro de Eventos FIERGS.

Valores Adicionais

Contratante se comprometerá a arcar com as despesas adicionais decorrentes do perí­odo de locação do evento, conforme a tabela de preços, tais como: pontos extras de energia elétrica, consumo de gás e limpeza final para os casos de utilização dos espaços por fornecedor externo ao Centro de Eventos FIERGS; bem como eventuais danos, de qualquer natureza, causados às dependências do Contratado.

Consultar capí­tulo “Instalações elétricas”.

Informações Complementares

Os boletins de ocorrências ou danos nos espaços do Centro de Eventos FIERGS serão encaminhados ou informados ao representante da Contratante.

É proibida a utilização de gás GLP, exceto nas copas que já possuem estrutura própria.

As copas não são equipadas com arcondicionado.

Os funcionários do Centro de Eventos FIERGS exercerão permanente fiscalização dos eventos e serviços, por intermédio de profissionais próprios ou contratados.

NOTA: a Administração do Centro de Eventos FIERGS, a seu critério, poderá embargar ou interditar qualquer montagem ou desmontagem que não atenda rigorosamente às exigências contidas nesse Regulamento Geral.

ÁREA EXTERNA

A Sede do Sistema FIERGS conta com uma grande área de estacionamento, utilizada, também, para atividades paralelas, com o intuito de ampliação dos eventos existentes e de eventos independentes.

O estacionamento possui, aproximadamente, 3.100 vagas pavimentadas, com áreas setorizadas e acessos independentes.

A flexibilidade dos espaços permite a realização de eventos de todos os portes: reuniões, congressos, espetáculos, feiras, exposições, entre outros.

Para maiores informações dos espaços, consultar capítulo “Espaços”.

As capacidades dos espaços podem ser consultadas no site do Centro de Eventos FIERGS, no endereço: www.centrodeeventosfiergs.com.br.

Entende-se por área externa da Sede do Sistema FIERGS: estacionamento, Praça das Bandeiras, áreas de embarque e desembarque dos prédios e passarela.

Descrição das Áreas

Área Identificação Metragem Vagas
 1. Embarque e desembarque  Pavilhão 306,94 m²
 Teatro 219,67 m²
 2. Passarela  –  488,58 m²
 3. Praça das Bandeiras  – 500,00 m²
 4. Estacionamento  Setor 4 Leste: 4.378 m² 193
Oeste: 5.998 m² 236
 Setor 6 11.205 m² 613
 Setor 7 10.962 m² 529
 Setor 8 9.741 m² 555
 Setor 10 11.387 m² 446

Horário de Funcionamento

O período de locação iniciará às 8h00min do primeiro dia de montagem e findará às 24h00min do último dia de desmontagem.

Trabalhos após o horário das 17h00min somente serão autorizados se o local estiver com iluminação adequada e com a atividade previamente agendada junto à administração do Centro de Eventos FIERGS.

Equipe Técnica

A Equipe Técnica atua nas necessidades de energia e de instalações elétricas e de rede hidráulica.

Contratante deverá solicitar prestação de serviço da equipe técnica à Administração do Centro de Eventos FIERGS com antecedência mínima de 24h com descrição das necessidades. Para essa demanda serão atribuídos valores à Contratante, conforme a tabela de preços citada em contrato.

Valores Adicionais

Contratante se compromete a arcar com as despesas adicionais decorrentes do período de locação do evento, tais como: consumos de água e energia elétrica, equipe de brigada de incêndio e técnica, serviços de apoio, limpeza, segurança, coletas de container de lixo e entulhos, conforme tabela de preços. Outras demandas terão seus valores adicionados no fechamento do evento.

O cálculo do ressarcimento das despesas/valores adicionais será realizado no encerramento do evento, de acordo com tabela de preços citada em contrato, em conformidade com o termo de vistoria para entrega e recebimento da área locada do Centro de Eventos FIERGS, realizada no momento da entrega da área ao promotor para montagem e recebimento da área pela equipe do Centro de Eventos, depois de concluída a desmontagem e limpeza final.

Os eventuais danos ao patrimônio, de qualquer natureza, causados às dependências do Contratado serão de responsabilidade e pagos pela Contratante.

Energia Elétrica e Instalações Elétricas

A passarela é equipada com duas tomadas:

  • Carga total disponível: 20 kVA;
  • Tensão: 380 V (trifásico = fase – fase);
  • Frequência: 60 Hz.

A praça das bandeiras é equipada com uma tomada:

  • Carga total disponível: 20.000 Watts ( 20 kVA ) ou 50 Amperes trifásicos.
  • Tensão: 380 volts = 1 fase 220v / 1 fase 110v = 380 V (trifásico = fase – fase);
  • Frequência: 60 Hertz.

As demais áreas externas não são contempladas com pontos de energia elétrica, sendo de responsabilidade da Contratante a contratação de grupo gerador e de Equipe Técnica.

Para informações de Instalações Elétricas específicas do evento, consultar o capítulo “Instalações Elétricas”.

Medição e Cálculo do Custo do Consumo de Energia

Contratante é responsável pelos valores referentes ao consumo de energia elétrica, observadas as seguintes condições:

a) O sistema de tarifação de energia é constituído por medidores instalados nos quadros gerais e interligados a um sistema supervisório on-line;

b) A conta de consumo de energia é emitida para cada medidor, de acordo com o período de fechamento solicitado, apresentando os seguintes dados:

  • Consumo ativo fora da ponta, medido em kWh;
  • Consumo ativo na ponta, medido em kWh.

c) Para efetivação do ressarcimento do valor de energia elétrica, a administração do Centro de Eventos FIERGS medirá a energia consumida desde o início da montagem até a conclusão da desmontagem e aplicará a tarifa da Contratante, calculando o consumo na ponta e consumo fora de ponta vigentes no último dia do período integral do evento (último dia de desmontagem), sobre o consumo real. A soma dos valores dos consumos na ponta e fora de ponta, resultará no valor a ser pago pela Contratante.

Os horários de ponta e fora de ponta são estabelecidos pela Contratante de energia elétrica, de acordo com a região de abastecimento e baseados no horário de Brasília:

  • Ponta:
    Inverno: das 18h00min às 21h00min;
    Verão: das 20h00min às 23h00min.

  • Fora de Ponta:
    Inverno: das 0h00min às 17h59min e das 21h01min às 23h59min;
    Verão: das 0h00min às 19h59min e das 23h01min às 23h59min.

O horário de verão é definido pela Contratante de energia elétrica. Essa deve ser consultada para validar a sua aplicabilidade.

Iluminação

Contratante deverá providenciar iluminação adequada que garanta a segurança das pessoas envolvidas na execução de suas atividades.

Nas atividades de montagem e desmontagem do evento, nas áreas externas, os postes de iluminação do estacionamento FIERGS permanecem desligados e, caso haja necessidade em acioná-los, a solicitação deverá acontecer em horário comercial. As despesas desse acionamento serão repassadas à Contratante.

Para o dia do evento, a programação do acionamento dos postes de iluminação seguirá as condições de segurança da administração do Centro de Eventos. Casos especiais, deverão ser tratados com a administração do Centro de Eventos em tempo hábil para realização dos testes necessários. Essa ação deverá ser realizada em horário comercial.

Rede Hidráulica

A área externa é atendida com limitação para abastecimento de água e deságue. A demanda deverá ser solicitada para avaliação junto à administração do Centro de Eventos FIERGS.

Pontos de água e de esgoto serão disponibilizados pelo Contratado mediante a aprovação do projeto hidráulico, que a Contratante deverá encaminhar à administração do Centro de Eventos FIERGS.

Será necessário contemplar no projeto:

  • Localização dos pontos (planta baixa/desenho com corte) – projeto detalhado, por exemplo, com a localização das pias para verificarmos o abastecimento de água e deságue (desenho isométrico);
  • Memorial descritivo do projeto;
  • ARTs ou RRTs;
  • Projeto hidrossanitário (tipo de vazão de cada pia);
  • Prever instalação de exaustores;
  • Na saída de cada ralo de pia, deve constar uma caixa de retenção de gordura da marca Tigre, de acordo com as seguintes informações:
    CAIXA DE GORDURA COM CESTA DE LIMPEZA
    Marca: Tigre/Código: 27.80.005.0;
    Tampa Reforçada PVC – Tráfego Leve;
    Marca: Tigre/Código: 27.80.055.6.

Caixa de Gordura

  • A limpeza da referida caixa deverá ser feita a cada 30 minutos. Ao lado, deverá existir um tonel de 200 litros no qual deverá ser depositada a gordura que sair das limpezas. O descarte dessa gordura deve ser previsto pela Contratante e a empresa que fará o descarte deverá possuir uma licença ambiental;
  • As caixas existentes no piso, que receberão a contribuição de esgoto das cozinhas, deverão ser hidrojateadas e succionadas ao término do evento;
  • As canaletas nessa área são abertas, podendo ocorrer sérios problemas de mau cheiro e infestação de insetos;
  • Uma adaptação da tampa do esgoto em madeira deverá ser providenciada. A tampa atual, que é de concreto e não pode ser furada, deverá ser retirada durante o período do evento e recolocada no término dele.

Medição e Cálculo do Custo do Consumo de Água

Contratante ressarcirá ao Contratado os valores referentes ao custo do consumo de água, observado o seguinte critério:

a) o valor do ressarcimento do custo do consumo de água será resultante da multiplicação da quantidade de água consumida em m³, de acordo com as leituras feitas quando do recebimento e entrega do pavilhão pela Contratante, conforme registrado no termo de vistoria, pela soma dos valores unitários, em m³, da água e do esgoto, constantes da tabela de preços do Centro de Eventos FIERGS; e

Contratante deverá pagar ao Contratado uma taxa por ponto de água instalado, na qual já está incluso o custo com o respectivo ponto de esgoto primário. O valor dessa taxa está definido na tabela de preços do Centro de Eventos FIERGS.

A equipe técnica do Contratado fornecerá os equipamentos e executará as ligações de água e de esgoto na galeria do pavilhão.

Ar Comprimido

A instalação deverá ocorrer em local indicado pela Administração do Centro de Eventos FIERGS e o local deverá estar devidamente sinalizado e isolado. O local onde o compressor estiver instalado deve estar sinalizado com os dizeres “SOMENTE PESSOAS AUTORIZADAS”.

Contratante deverá entregar o laudo de inspeção do vaso de pressão (conforme NR-13 do Ministério do Trabalho e Emprego).

Quanto a contratação dos serviços para fornecimento e instalação da central de ar comprimido, esse deverá ser fornecido seco e isento de óleo – havendo, portanto, a necessidade de utilização de secadores de ar e separadores de óleo – sendo de responsabilidade da Contratante a interligação da central à tubulação de distribuição e ao painel elétrico.

A Equipe Técnica do Centro de Eventos FIERGS autorizará a instalação mediante a entrega do laudo técnico e após realização de estudo de viabilidade.

Limpeza e Remoção de Resí­duos

A Administração do Centro de Eventos FIERGS entregará a área locada em condições adequadas para início da montagem, da mesma forma que a Contratante deverá entregá-la após o período de desmontagem descrito em contrato. A inobservância desse procedimento, ou a devolução em desacordo com os critérios estabelecidos, implicará em multas contratuais.

É atribuição da equipe de limpeza da Contratante manter limpas as dependências locadas e efetuar a limpeza e o recolhimento do lixo do evento. As áreas não contratadas deverão ser limpas se observado que o lixo é oriundo do evento. Para essa condição, incluir as áreas externas ao Sistema FIERGS utilizadas como acesso.

A reposição de caçambas de lixo/entulho é de responsabilidade da administração do Centro de Eventos. O valor da locação dessas está informado na tabela de preços. O local de posicionamento das caçambas deverá ser definido em conjunto com a Contratante.

Fica a Contratante responsável por:

  • Manter equipe devidamente identificada, uniformizada e com EPI, à disposição em tempo integral, conforme período de locação previsto em contrato, até a vistoria de entrega das áreas locadas;
  • Identificar o responsável pela equipe, informando o número de telefone móvel para contatos imediatos;
  • Efetuar limpeza de piso com equipamentos adequados;
  • Lavar o piso se a necessidade for detectada pelo Contratado;
  • Dispor de lixeiras compatíveis com a quantidade de público e em locais que a Administração do Centro de Eventos entender necessário;
  • Utilizar, para serviços de limpeza, área destinada para essa ação;
  • Destinar espaço para a empresa de limpeza armazenar seus produtos e sua equipe;
  • Promover reunião com a empresa contratada para limpeza e com a administração do Centro de Eventos FIERGS;
  • Obedecer critérios de descartes para lixo orgânico e entulho, acondicionados em sacos plásticos fechados.

Banheiros

É de responsabilidade da Contratante providenciar, no período que compreende a montagem, o evento e a desmontagem, banheiros químicos que estejam de acordo com o licenciamento do órgão fiscalizador.

A quantidade de banheiros deverá ser compatível com a demanda do evento e deverá prever unidades equipadas para a utilização de pessoas com deficiência. A localização deles deverá ser aprovada e acompanhada pela Administração do Centro de Eventos FIERGS.

Segurança e Vigilância

A vigilância exercida pelo Contratado nas dependências do Sistema FIERGS é patrimonial, enquanto a vigilância do evento das áreas ocupadas e de tudo o que estiver no evento (patrimônio próprio, equipamentos, materiais, pessoas e controle de carga e descarga) é responsabilidade da Contratante, excluindo o Contratado de qualquer responsabilidade pela ocorrência de dano(s) ou furto(s). Da mesma forma, o Contratado não assumirá responsabilidade alguma decorrente de danos ao patrimônio, desaparecimentos de objetos, decorações, equipamentos, móveis etc., abandonados, depositados, esquecidos, ou instalados em suas dependências.

Nas dependências da sede do Sistema FIERGS, somente policiais em serviço poderão estar armados. As exceções deverão ser previamente comunicadas ao Contratadopara posterior deliberação em conjunto com a área de Segurança Patrimonial do Sistema FIERGS.

A empresa contratada pela Contratante para execução dos serviços de vigilância deverá ser cadastrada junto a segurança patrimonial do Sistema FIERGS. A contratação de serviço de vigilância e portaria é regulamentada pela Lei n.º 7.102, de 20 de junho de 1983, e alterações contidas na Portaria n.º 992/1995 do departamento de Polícia Federal do Ministério da Justiça, para a prestação de serviço na área de vigilância.

Além da lei federal supracitada, deve ser contemplada a regulamentação estadual sobre a prática de prestação de serviços de zeladoria, portaria, vigilância e assemelhados, que é executada através do Grupamento de Supervisão de Vigilância e Guardas (GSVG) da Brigada Militar, conforme decreto n.º 32.162, de 21 de janeiro de 1986, e decreto n.º 35.593, de 4 de outubro de 1994, ambos do estado do Rio Grande do Sul.

Para execução de serviço de segurança nas dependências do Contratado, é necessário apresentar:

  • Certificado de segurança expedido pela Polícia Federal com prazo de validade atualizado;
  • Alvará do GSVG autorizando seu funcionamento com prazo de validade atualizado;

A Administração do Centro de Eventos FIERGS, sempre que julgar necessário, poderá solicitar:

  • Relação dos agentes de vigilância com seus respectivos números de registro junto ao departamento de Polícia Federal e com reciclagens em dia;
  • Relação dos agentes de vigilância com o respectivo número da carteira do GSVG com prazo de validade atualizado.

Para execução de serviço de portaria, vigia, zeladoria e/ou assemelhado nas dependências do Contratado, é necessário apresentação de:

  • Alvará do GSVG autorizando seu funcionamento, com prazo de validade atualizado.

A Administração do Centro de Eventos FIERGS, sempre que julgar necessário, poderá solicitar:

  • Relação dos prestadores de serviço com o respectivo número da carteira do GSVG com prazo de validade atualizado.

Fica a Contratante responsável por:

  • Manter equipe devidamente identificada, uniformizada e com EPI, 24 horas por dia, dentro do período de locação previsto em contrato, até a vistoria de entrega das áreas locadas;
  • Identificar o responsável pela equipe, informando o número de telefone móvel para contatos imediatos;
  • Promover reunião entre a empresa contratada para vigilância e a Administração do Centro de Eventos FIERGS e Segurança Patrimonial do Sistema FIERGS para apresentação do Plano de Segurança e adequada interação de serviços, responsabilidades e competências;
  • Entregar, dentro do prazo estabelecido pela Administração do Centro de Eventos FIERGS:
    • Relação que contenha os nomes e os números da carteira de identidade dos agentes de vigilância que trabalharão no evento;
    • Certificado de Segurança expedido pela Polícia Federal atualizado;
    • Alvará de funcionamento atualizado expedido pelo GSVG;
    • Plano de vigilância;
  • Destinar espaço para concentrar administração da empresa de vigilância;
  • Disponibilizar rádios intercomunicadores entre os agentes;
  • Controlar a entrada e a saída de pessoas e/ou materiais das áreas locadas, garantindo o livre acesso aos funcionários da Administração do Centro de Eventos FIERGS e a equipe autorizada por ela;
  • Verificar, junto à Administração do Centro de Eventos FIERGS, a obrigatoriedade da contratação e execução do projeto de segurança conforme especificado em contrato de locação;
  • Informar sobre a realização do evento aos órgãos públicos competentes por meio de ofício protocolado;
  • Controlar logística de caminhões nos períodos de montagens e desmontagens de forma a não interferir na rotina do estacionamento;
  • Contratar agentes extras conforme postos e rondas que a administração do Contratado entenda ser necessário;

Segurança e Proteção Contra Incêndio

O Centro de Eventos FIERGS contratará e repassará o valor, de acordo com a tabela de preços, do agente de brigada de incêndio, conforme metragem utilizada e correspondente ao horário previsto em documento formal. O número de agentes necessários para atuar no evento será definido pelo Contratado. Alterações de horários do cronograma de atividades deverão ser comunicadas ao Contratado em um prazo mínimo de 24 horas.

Fica a Contratante responsável por:

  • Cumprir rigorosamente a legislação de Plano de Proteção Contra Incêndio (PPCI);
  • Prever saídas de emergência e as respectivas sinalizações, nas áreas com ambientes fechados. As saídas de emergência deverão ser compatíveis com as áreas ocupadas;
  • Manter as rotas de fuga e saídas de emergência devidamente sinalizadas e desobstruídas;
  • Impedir a obstrução e remoção de equipamentos de combate a incêndio sob pena interdição do local;
  • Limitar a capacidade de público do evento de acordo com o PPCI.

Caso a Contratante utilize brigada de incêndio própria para controle do seu evento, não estará isento da presença da Brigada de Incêndio do Contratado.

APPCI - Alvará Plano de Prevenção Contra Incêndio

Contratante deverá providenciar APPCI provisório para o evento com base nas “edificações/instalações temporárias”, conforme previsto em legislação.

Conforme prazo estipulado no check list, a Contratante deverá apresentar:

  • Cópia da pasta contendo o processo com o protocolo (APPCI – Alvará do Plano de Prevenção Contra Incêndio) de entrada junto ao Corpo de Bombeiros;
  • Alvará de conformidade;
  • Após vistoria, o alvará, documento final certificando que o evento está aprovado perante o Órgão regulador.

A vistoria de inspeção do Corpo de Bombeiros deverá ser agendada pela Contratante e será acompanhada pela Administração do Centro de Eventos FIERGS.

Operacionalização do Evento

Será realizada reunião entre as equipes técnicas e de atendimento do Contratado e da Contratante com o objetivo de programar e coordenar os detalhes envolvidos na logística do evento.

Contratante deverá manter, em tempo integral, durante todas as etapas do evento, um posto de atendimento para prestar informações e/ou orientações aos prestadores de serviços. As empresas responsáveis pela execução das instalações elétricas e hidráulicas deverão manter plantão para atender eventuais emergências no período de 24 horas.

As áreas locadas somente ficarão disponíveis para início dos trabalhos após cumpridas as exigências estabelecidas no CONTRATO DE CESSÃO DE USO e no REGULAMENTO GERAL.

Qualquer dano causado ao patrimônio resultará no repasse à Contratante das despesas para reposição e/ou recuperação.

NOTA: É proibido obstruir todo e qualquer acesso às caixas de esgoto localizadas na área externa.

ESTACIONAMENTO E ACESSOS

Operações

O estacionamento possui aproximadamente 3.100 vagas descobertas e demarcadas. É administrado por uma empresa especializada, responsável por toda a operação, regulamentação, seguro e cobrança.

É licito à Administração promover a remoção de qualquer veículo inconvenientemente estacionado.

Para ações de divulgação, consultar capítulo “Merchandising”.

Credenciais /Selos

“Credencial” é um cartão de acesso livre ao estacionamento com código de barras válido por um dia ou por um perí­odo determinado. O Contratado disponibiliza à Contratante credenciais de livre acesso conforme proposta ou cláusula de contrato.

“Selo” é uma etiqueta adesiva com código de barras que permite uma única utilização/acesso.

Para aquisição de credenciais e/ou selos de isenção para veículos de passeio, contatar a empresa administradora do estacionamento.

Acessos

O mapa abaixo ilustra a localização do Sistema FIERGS, suas vias e seus portões de acesso:

 

Acesso Pórtico – “P1”
Portão de acesso pela avenida Assis Brasil, n.º 8.787, com estacionamento explorado por empresa terceirizada.

O valor é cobrado por acesso, com tempo livre, não sendo permitido pernoite. O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 7h00min às 19h00min, flexibilizado conforme dias e horários de eventos.

O tempo de isenção é de 30 minutos, contanto que a intenção seja informada antes da efetivação do pagamento.

O Portão de Serviço 2 deve ser utilizado no caso do pórtico estar fechado.

Acesso Portão de Serviço – “P2”
O acesso ao Portão de Serviço, ou Portão 2, é controlado pela Segurança Patrimonial, responsável pela segurança do Sistema FIERGS.

Somente será permitido o acesso de veículos em serviço que tenham autorização e acompanhamento da Contratante.

A autorização de acesso por este portão deverá atender os requisitos abaixo:

a) A Contratante deverá encaminhar ao Contratado os dados do veiculo e se responsabilizar por ele;

b) Os veículos devem estar adesivados ou logotipados e estar em serviço, identificados de forma permanente, caracterizando que são veículos de empresa, utilizados apenas para trabalho. Exemplo: adesivos em ambos os lados e na traseira do veículo, informações do site da empresa, telefone ou e-mail de contato. Um adesivo “simples” na porta do motorista ou no vidro do veículo não caracteriza veículo de empresa “em serviço”;

c) Veículos de carga não necessitam estar adesivados ou logotipados. Serão liberados desde que comprovada a carga e o destino, bem como autorização pelo(a) responsável pelo recebimento;

d) O acesso para montagem, evento e desmontagem deve respeitar os horários estabelecidos pela Contratante em conformidade com as normas FIERGS;

e) A permanência de veículos de carga no estacionamento e a obstrução de vias, saídas de emergência, vagas de pessoa com deficiência (PcD), vagas de ambulâncias e vagas isoladas para outros fins não estão autorizadas;

f) Os abastecimentos durante o evento devem ser feitos por veículos de médio porte – o maior porte admitido será o de caminhão com dois eixos que estejam devidamente autorizados pela Contratante e por um período de tolerância de duas horas para ingressar, abastecer e sair;

g) Os veículos em serviço devem se retirar duas horas antes do horário de início do evento. O objetivo dessa ação é disponibilizar ao visitante do evento vagas de estacionamento.

O Sistema FIERGS não se responsabiliza pela segurança desses veículos ou de sua(s) carga(s).

A infração a qualquer das normas acima sujeita o infrator a penalidades financeiras.

Acessos de Uso Eventual – “P3” e “P4”

Portões de entrada e saída pela rua João Elustondo, com operação de segurança terceirizada e apoio da segurança patrimonial do Sistema FIERGS.

Para acionamento desses portões deverá ser consultada a Administração do Centro de Eventos FIERGS.

Acessos de Uso Eventual – “P6”, “P7” e “P8”

Portões de entrada e saída pela avenida Assis Brasil, com operação de segurança terceirizada e apoio da segurança patrimonial do Sistema FIERGS.

Para acionamento desses portões deverá ser consultada a Administração do Centro de Eventos FIERGS.

Acessos de Saída – “P5”

Portão de saída pela avenida Bernardino Silveira Amorim com operação de empresa terceirizada, com quatro cancelas.

Ônibus

O acesso de ônibus será efetuado pelo Portão de Serviço P2. Esses veículos contam com 30 minutos de isenção na cobrança, para embarque e desembarque de passageiros.

Caso a Contratante tenha a intenção de montar terminal de ônibus no estacionamento, deverá consultar a administração do Centro de Eventos FIERGS.

Materiais

É responsabilidade da Contratante manter serviço de vigilância e guarda de forma a documentar todos os materiais, equipamentos, etc., que ingressem no Centro de Eventos FIERGS. Todo e qualquer resíduo material, equipamento etc., depositado, armazenado ou esquecido nas áreas de estacionamento será descartado, sendo os custos dessa ação de responsabilidade da Contratante.

É vetado o ingresso nas dependências do Centro de Eventos FIERGS de mercadorias ou produtos que sejam perigosos ou incômodos aos participantes do evento. Exemplo: inflamáveis ou explosivos, produtos nocivos à saúde que possam produzir emanações desagradáveis e/ou corrosivas.

INFORMAÇÕES GERAIS

Achados e Perdidos

Centro de Eventos FIERGS não se responsabiliza por perdas ou extravios de documentos e/ou objetos em suas dependências.

Salvo no espaço Pavilhão – em que eventuais objetos encontrados são entregues à Contratante, nos demais espaços, a Administração do Centro de Eventos FIERGS mantém a guarda de objetos encontrados em suas dependências pelo prazo de três dias. Transcorrido esse período, documentos são encaminhados à Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, e objetos são descartados ou doados à Fundação Gaúcha dos Bancos Sociais.

Ambulatório

Contratado disponibiliza posto de atendimento sediado no Pavilhão do Centro de Eventos FIERGS, que atua com serviços pré-hospitalares de emergência e urgência médica para área protegida e atendimento ambulatorial, por meio de técnico(a) de enfermagem, nas seguintes condições:

  • Atendimento ambulatorial: um(a) técnico(a) de enfermagem, em dias de montagem e desmontagem das 8h00min às 20h00min. Em dias de realização de evento, o(a) técnico(a) atenderá do início ao término do evento;
  • Atendimento Área Protegida: ambulância com médico(a), técnico(a) de enfermagem e motorista.

Sempre que a Administração do Centro de Eventos FIERGS entender necessário, a Contratante obrigar-se-á a contratar e prestar atendimento médico de urgência com UTI Móvel. O local deverá ser adequado junto ao público e profissionais envolvidos no evento, durante todo o período de realização do evento até a saída do grande público. Sempre que a Administração do Centro de Eventos FIERGS julgar necessário, será solicitado apresentação de alvará e de registro dos médicos e enfermeiros.

Cadeira de rodas é disponibilizada exclusivamente para deslocamento.

Áreas Comuns - Circulação

As atividades do evento não poderão interromper e obstruir a visão ou acesso do público às áreas do Sistema FIERGS.

A Administração do Centro de Eventos FIERGS retirará toda e qualquer comunicação visual colocada e não autorizada nas áreas comuns ou que estejam em desconformidade com os padrões autorizados.

Arma de Fogo

Conforme Artigo 26 do Decreto 5.123/04, o titular de porte de arma de fogo não poderá conduzi-la ostensivamente ou entrar e/ou permanecer com em locais públicos, tais como igrejas, escolas, estádios desportivos, clubes, agências bancárias ou outros locais onde haja aglomeração de pessoas em virtude de eventos de qualquer natureza.

Acessos de Pessoas

Os funcionários do Centro de Eventos FIERGS e da Segurança Patrimonial FIERGS têm livre acesso a todas as áreas do Sistema FIERGS.

Contratante deverá fornecer e exigir do seu pessoal próprio e de terceiros prestadores de serviços o uso permanente de crachás de identificação do evento.

A Administração do Centro de Eventos FIERGS, por meio de sua equipe de segurança, poderá intervir e retirar indivíduos que estiverem trabalhando sem identificação, ou que estejam comprometendo a segurança de pessoas e/ou do patrimônio.

Acesso para carga e descarga, consultar capítulo “Estacionamento”.

Autoridades

Caso esteja prevista a participação de autoridades governamentais no evento, a Administração do Centro de Eventos FIERGS deverá ser acionada para providências.

Em caso de Governadores(as), Senadores(as) e Presidente(a), a Contratante deverá informar a necessidade de vistorias / visitas técnicas por parte da equipe de segurança da autoridade convidada.

Brigada de Incêndio

A Brigada de Incêndio mantém posto de atendimento nos eventos, sempre que a Administração do Centro de Eventos FIERGS entender necessário.

O espaço Pavilhão disponibiliza um agente da Brigada de Incêndio e, se a Administração do Centro de Eventos FIERGS entender necessário, o quadro de agentes será ampliado e os custos repassados à Contratante.

Havendo necessidade de contratação para os demais espaços, o custo é integral da Contratante.

Carga e Descarga

No Pavilhão, as docas são identificadas por portões. Consultar capítulo “Pavilhão”.

Nos demais espaços, são disponibilizados docas e elevadores de uso exclusivo para carga e descarga. Não é autorizado armazenamento de materiais e de equipamentos e/ou qualquer obstrução.

Não é autorizada a entrada e a saída de carrinhos pelas portas de vidros, sejam quais forem.

DOCAS
 Identificação  Localização  Medidas
 Doca 1  Bloco 7  1,50 m L x 2,05 m A.
 Doca 3  Bloco 4  4 m L x 2,95 m A.
ELEVADOR CARGA
 Identificação  Localização  Medidas
 Monta carga  Bloco 4  Capacidade: 2.500 kg.
Cabine: largura 2,6 m x 2,7
profundidade.
Pantográfica com largura útil de 2,4 m.
 Carga cozinha  Bloco 7  Capacidade: 5 pessoas.

Câmeras de Filmagem

Sistema eletrônico monitorado e exclusivo para controle patrimonial do Sistema FIERGS.

Casos Omissos

A Administração do Centro de Eventos FIERGS reserva-se o direito de arbitrar sobre os casos omissos neste Regulamento, bem como estabelecer novas normas que se façam necessárias para o bom funcionamento do evento.

A seu critério, poderá embargar ou interditar qualquer montagem ou desmontagem que não atenda rigorosamente às exigências contidas nesse REGULAMENTO GERAL.

Check List

Para a realização do evento é obrigatório o envio do check list preenchido pela Contratante, conforme espaço locado e dentro do prazo estipulado em contrato/proposta.

Os check lists poderão estar anexados à proposta de locação e/ou ser encaminhados à Contratante no decorrer das tratativas da realização do evento.

Chuva de Prata

Não está autorizado a utilização de papel picado e similares (chuva de prata, isopor, etc.) em qualquer evento realizado nas dependências do Centro de Eventos FIERGS.

Cobranças

Documentos fiscais: NF-e e Recibo

Emissão de Nota Fiscal Eletrônica 

Será emitida para Locação de Espaço e/ou Serviços.

Descrição da emissão no documento fiscal:

Exploração de Salão de Festas, Centro de Convenções, etc

Emissão de Recibo

Será emitido para Locação de Equipamentos, autorizados conforme Lei Complementar nº 116 de 31 de julho de 2003, artigo 3.1.

Adiantamentos

Para adiantamentos será emitido recibo, conforme estabelecem as legislações tributárias municipais, pois o documento fiscal (nota fiscal eletrônica) deve ser emitido por ocasião da prestação do serviço, ou seja, após a ocorrência do fato gerador.

Após o término do evento (que é o fato gerador), será emitido a NF-e.

Junto aos documentos fiscais, enviamos a Cobrança os bloquetos bancários.

Coleta Seletiva

Salas e Teatro
Os resíduos gerados nestes espaços são segregados de acordo com a coleta seletiva (plástico, papel, vidro, metal e orgânico) e acondicionados em sacos da cor de identificação respectiva para serem destinados à Central de Resíduos da Sede do Sistema FIERGS, responsável pela gestão destes resíduos.

Área Externa e Pavilhão 
Os resíduos gerados nestes espaços são acondicionados em containers, coletados e transportados até o destino final exclusivamente por uma empresa especializada do Contratado.

Contrato

Para a formulação do contrato é necessário que a Contratante encaminhe os documentos pertinentes com as devidas autorizações. O documento é emitido em duas vias. Após coletadas todas as assinaturas, uma via é entregue à Contratante e a outra permanece na posse do Contratado.

A não assinatura do contrato, dentro do prazo previsto pelo Contratado, acarretará no cancelamento da reserva.

As cláusulas contratuais prevalecem sobre os demais documentos, tais como: regulamentos e propostas, salvo acordos firmados entre as partes após a assinatura deste, e desde que sejam formalizados.

Danos ao Patrimônio

Todo e qualquer dano causado pela Contratante ou por seus Contratados ao patrimônio do Centro de Eventos FIERGS e/ou do Sistema FIERGS, será cobrado da Contratante, mediante vistoria e averiguação do ocorrido.

Documentações

De acordo com as particularidades do evento, algumas documentações serão exigida, tais como: APPCI, ECAD, ART, RRT, entre outros.

A relação desses documentos, bem como o prazo de apresentação deles, será descrito em contrato e/ou em check list a ser enviado pelo Contratado para preenchimento da Contratante.

Drones

As Aeronaves Remotamente Pilotadas, também conhecida como “drones”, são de uso comercial, corporativo ou experimental (RPA) e são categorizados em 3 classes, de acordo com o peso máximo de decolagem do equipamento.

 O CONTRATANTE deverá buscar autorização, seguir as contratações da ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil, além de entregar ao CONTRATADO os seguintes documentos:

–  Registro do cadastro do drone.

 Durante o uso do drone:

– Manual de voo;

– Documento de avaliação de risco

– Apólice de seguro.

Documentos obrigatórios para drones acima de 250g.

Somente é autorizado sobrevoar no interior dos espaços com pessoas circulando, se estas concordarem previamente com a operação, ou seja, precisam saber e concordar.

O CONTRATANTE deverá respeitar e se fazer respeitar as regras gerais da ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil.

Para maiores informações consulte www.anac.gov.br/drones

Energia Elétrica e Instalações Elétricas

Do Espaço
Para informações, consultar item “Energia e Instalações Elétricas” do capítulo “Espaços”, identificando o local que está sendo utilizado.

Da Contratante
Consultar o capítulo “Instalações Elétricas”.

Envio de material

A utilização do endereço do Centro de Eventos FIERGS é autorizada somente como endereço de entrega / remessa. Todo e qualquer material enviado através de transportadora não poderá ter o endereço do Centro das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (CIERGS) ou de qualquer entidade vinculada ao Sistema FIERGS para cobrança. O Contratado não disponibiliza carrinhos e/ou pessoal para transporte.

Não serão recebidos materiais que chegarem fora do período de locação.

O Centro de Eventos não se responsabiliza pelo recebimento de materiais da Contratante ou de terceiros.

A inobservância dessa orientação determinará a responsabilidade da Contratante pelo pagamento do valor correspondente à(s) nota(s) fiscal(is), ao(s) frete(s) e a toda e qualquer despesa decorrente dessa atitude, bem como ao recolhimento do material, num prazo inferior a 24 horas. Transcorrido esse prazo, o material será descartado.

Orientação para emissão de Notas Fiscais para encaminhamento de produtos para exposição no Centro de Eventos FIERGS:

  • A nota fiscal eletrônica pode ser feita diretamente no site da Secretaria da Fazenda do Rio Grande do Sul.
  • Nota Fiscal Eletrônica para Remessa de Mercadorias para Exposição ou Feiras: havendo ou não a venda das mercadorias no local.
  • Emitente: os dados do emissor são inalteráveis.
  • Destinatário:
  • Nome/Razão Social: informar os dados da pessoa ou da empresa que está encaminhando/transportando as mercadorias.
  • CPF/CNPJ: informar os dados da pessoa ou da empresa que está encaminhando/transportando as mercadorias.
  • Inscrição Estadual: informar os dados da empresa que está encaminhando/transportando as mercadorias.
  • Endereço: informar os dados do CIERGS, pois é o destino da mercadoria.
  • Av. ASSIS BRASIL, 8787 – CENTRO DE EVENTOS FIERGS
  • PORTO ALEGRE/RS
  • CEP: 91140-001
  • Natureza da operação:
  • CFOP 5914 – Remessa para Exposição ou Remessa para Feira; ou
  • CFOP 5912 – Remessa de mercadoria ou bem para demonstração.
  • Informações Complementares:
  • IPI SUSPENSO, conforme inciso II, do artigo 43, do Decreto nº 7.212/2010;
  • ICMS ISENTO, conforme inciso VI, do artigo 9º, do Livro I do Decreto nº 37.699/97.
  • Inserir a observação que as mercadorias se destinam a exposição no evento em
  • andamento, (nome do evento) no (local do evento), em Porto Alegre, RS.
  • Faturas e Duplicatas: outros.
  • Frete por Conta: emitente.

Equipamento de Proteção Coletivo e Individual (EPC/EPI)

É exigência do Contratado, e de inteira responsabilidade da Contratante, o fornecimento, a orientação e o controle do uso de equipamentos de proteção adequado à tarefa, bem como a habilitação para condução e operação dos maquinários

O uso correto dos itens a seguir são fundamentais para proteger a saúde e a integridade física dos profissionais. Os equipamentos de proteção individual (EPIs) são ferramentas de trabalho que visam proteger a saúde e reduzir os riscos, sendo uma exigência da Legislação Trabalhista Brasileira através de suas normas regulamentadoras.

O não cumprimento poderá acarretar em ações de responsabilidade cí­vel e penal, além de multas aos infratores, e o seu implemento aliado a um conjunto de informações e regras básicas de segurança. São ferramentas importantes para evitar a exposição e assegurar o sucesso das medidas de proteção a todos envolvidos.

a) Equipamentos EPI: Equipamento de Proteção Individual: caberá a Contratante fornecer a seus empregados e/ou contratados os EPIs adequados aos riscos do ambiente de trabalho bem como treinamento específico. Os equipamentos deverão estar em perfeito estado de conservação, utilização e funcionamento, garantindo total segurança dos trabalhadores e das demais pessoas que se encontram no local. Exemplos:

  • EPI para proteção de cabeça: capacete;
  • EPI para proteção dos olhos e face: Óculos e máscara de solda;
  • EPI para proteção auditiva: protetor auditivo;
  • EPI para proteção dos membros superiores: luva, manga, braçadeira e dedeira;
  • EPI para proteção dos membros inferiores: calçado, meia, perneira e calça.

 

b) Trajes de trabalho: somente terá acesso às áreas em montagem e desmontagens, pessoas que estiverem trajando uniforme, camiseta, calças compridas, sapatos fechados;

c) Equipamentos e produtos perigosos: qualquer equipamento e/ou produto(s) que possa prejudicar a saúde dos usuários e dos manipuladores, ou danificar instalações dos espaços do Contratado deverão ser providos de instalações especiais, as quais, a critério do Contratado, eliminem por completo qualquer periculosidade, devendo ser controlados pela Contratante;

d) Trabalhos em altura: qualquer atividade em altura deverá ser realizada dentro das normas de segurança. Exemplo: EPI para proteção contra quedas com diferenças de nível: dispositivo trava-queda, cinturão;

e) Equipamentos suspensos: todo o equipamento que for suspenso deve possuir obrigatoriamente um cabo de segurança, além do seu método próprio de fixação, na intenção de proporcionar maior segurança. Esses cabos consistem em corpo feito de aço com olhal e mosquetão próprios para a função. Foto abaixo:

Fiscalização

Os funcionários e equipe do Centro de Eventos FIERGS exercerão permanente fiscalização dos eventos e dos serviços, por intermédio de profissionais próprios ou contratados.

Em caso de irregularidade o Contratado poderá interromper as atividades.

Gases

Não é permitido o uso de gases tóxicos e inflamáveis nas dependências internas do Sistema FIERGS. Para gás GLP, somente é permitido nas áreas externas, sendo necessário que o projeto esteja contemplado no PPCI do evento com utilização após alvará emitido pelo órgão fiscalizador.

Gerador

Do Espaço
Contratado possui contrato de manutenção e executa todas as manutenções recomendadas.

O gerador do Centro de Eventos FIERGS não atende a demanda de ar-condicionado e sua carga está limitada a algumas necessidades do espaço físico, com a finalidade de garantir segurança aos participantes dos eventos.

Para maiores informações consultar no item “Gerador” do capítulo “Espaços”, identificando o local que está sendo utilizado.

Da Contratante
As solicitações para instalação de geradores móveis devem ser registradas com antecedência e seguir as condições mínimas informadas no capítulo “Instalações Elétricas”.

Horário de Funcionamento da Administração do Centro de Eventos FIERGS

A Administração do Centro de Eventos FIERGS atende de segunda a sexta-feira das 8h30min às 17h30min. Fora desse horário é mantida equipe de atendimento conforme a programação de eventos.

O horário estabelecido para montagens, eventos e desmontagens deverá estar em conformidade com a área locada.

Internet

O serviço de internet no Centro de Eventos FIERGS devem ser contados diretamente com o Centro de Eventos FIERGS, mais informações pelo fone (51) 3347-8636, ou por e-mail em cefiergs.telecom@fiergs.org.br.

Em todos os espaços do Contratado há infraestrutura própria de pontos de internet fixos e wireless com possibilidades de acessos individuais ou compartilhados, link dedicado, bem como demais necessidades de serviços de internet para atendimento aos eventos, mediante contratação antecipada.

No Foyer térreo do Teatro é disponibilizado wireless e Cyber Space – espaço físico com computadores e internet, serviços de uso comum e sem custo.

Contate-nos e saiba mais!

Jardins

Não é permitido nenhum tipo de ação nessas áreas sem a autorização prévia e formal da Administração do Centro de Eventos FIERGS.

Localização

Centro de Eventos FIERGS
Avenida Assis Brasil, n.º 8.787 – Bairro Sarandi
91140-001 – PORTO ALEGRE/RS
Telefone: (51) 3347 8636

Site: www.centrodeeventosfiergs.com.br

E-mail: centrodeeventos@fiergs.org.br

Redes sociais Facebook e Instagram: /centrodeeventosfiergs

Distâncias e opções de transportes podem ser verificadas no site do Centro de Eventos FIERGS.

Ministério do Trabalho

Para a utilização de mão de obra eventual, devem ser observados os procedimentos legais. A Contratante é a única e exclusiva responsável pelo pagamento de salários, encargos trabalhistas e previdenciários, assim como comissões ou qualquer espécie de remuneração devida aos seus funcionários ou contratados para prestar serviços, atendendo às normas e exigências de contratação do Ministério do Trabalho, ficando o Contratado isento de qualquer responsabilidade nesse sentido.

É vetado o ingresso de menores de 16 (dezesseis) anos durante o período de montagem e desmontagem do evento conforme o artigo 7º, XXXIII da Constituição Federal, onde estabelece a “proibição de trabalho noturno, perigoso ou insalubre a menores de dezoito anos e de qualquer trabalho a menores de dezesseis anos, salvo na condição de aprendiz, a partir de quatorze anos”.

Fiscalização do Ministério do Trabalho em Eventos – Contratação de Mão de Obra

O Ministério do Trabalho realiza diligências com equipes de fiscais no recinto da realização dos eventos.

A empresa tomadora de serviços poderá ser considerada co-responsável quanto às obrigações trabalhistas, devendo, portanto, exigir dos prestadores de serviços a comprovação de regularidade para resguardo de eventuais demandas.

Plantas

Plantas dos espaços e plantas técnicas podem ser acessadas diretamente no site www.centrodeeventosfiergs.com.br. Consulte a Administração do Centro de Eventos FIERGS caso não consiga localizar as informações necessárias.

Fogos de Artifício

Em ambientes fechados não são permitidos.
Nos ambientes abertos, é necessário que a Contratante apresente alvarás dos órgãos fiscalizadores permitindo a atividade. Para autorização, consultar a Administração do Centro de Eventos FIERGS.

Proibido Fumar

Nas áreas internas é proibido conduzir acesos cigarros, charutos, cachimbos e/ou assemelhados.

Penalidades

É imposta, contratualmente, cláusula penal que será aplicada sempre que houver qualquer infração às normas que regem os contratos, as propostas e os regulamentos do Centro de Eventos FIERGS.

Sugestão e Reclamação

Possuímos em nosso site o Fale Conosco e através deste ambiente é possível fazer o registro de sugestões e/ou reclamações.

As informações decorrentes destas sugestões e/ou reclamações são restritas ao Centro de Eventos FIERGS, não sendo avaliados, portanto, os eventos realizados por terceiros, nas dependências do Centro de Eventos FIERGS.

Sanitários

Com exceção da área externa, todos os espaços possuem sanitários masculinos, femininos e PcD, no entanto, nos sanitários do Bloco do Teatro, no térreo  e segundo andar há “sanitários familiar acessível”, bem como no subsolo e no térreo contamos também com fraldário. A limpeza dos sanitários, incluindo pessoal e material, é de responsabilidade do Contratado.

Segurança FIERGS

A segurança do Sistema FIERGS é patrimonial e atua nas áreas periféricas ao evento.

Segurança e Proteção Contra Incêndio

Todos os espaços do Centro de Eventos FIERGS possuem segurança e proteção contra incêndio.

As escadas e saídas de emergência, inclusive os respectivos acessos e circulações de público, as caixas dos hidrantes e dos extintores, deverão permanecer sempre visíveis, livres e desobstruídos.

É vetada a retirada de extintores de seus pontos fixos.

Plano específico do evento, favor consultar capitulo “Espaços”.

Sinalização

Contratante está autorizada a utilizar única e exclusivamente a área por ela contratada para efetuar qualquer tipo de divulgação, ação ou promoção, desde que respeitadas as condições fixadas pelo Contratado.

Nas áreas comuns, a sinalização está autorizada desde que seja exclusivamente para indicação do evento, sem ações de merchandising, e previamente aprovada pelo Contratado.

Solicitação de Serviços

A comunicação e as solicitações de serviços e de equipamentos entre a Contratante e o Contratadodeverão ser formalizadas com a devida antecedência.

Tabela de Preços

Consultar o departamento comercial do Centro de Eventos FIERGS.

Telefone

Nos espaços do Centro de Eventos FIERGS são disponibilizados linhas de telefones por sistema VOIP, através de contratação antecipada.

 

 

 

Termo de Vistoria

As áreas locadas serão entregues mediante a assinatura do Termo de Vistoria, que se dará ao início da montagem e ao término da desmontagem do evento. As vistorias deverão ser realizadas na data e hora acordadas em check list e, caso a Contratante e/ou seu representante não esteja presente, terá validade a vistoria que o Contratado registrar.

As despesas para reposição e/ou recuperação de qualquer dano causado ao patrimônio serão repassados à Contratante.

Segurança do Trabalho e Prevenção de Acidentes

O uso correto dos itens a seguir são fundamentais para proteger a saúde e a integridade física dos profissionais. Os equipamentos de proteção individual (EPIs) são ferramentas de trabalho que visam proteger a saúde e reduzir os riscos, sendo uma exigência da Legislação Trabalhista Brasileira através de suas normas regulamentadoras.

O não cumprimento poderá acarretar em ações de responsabilidade cí­vel e penal, além de multas aos infratores, e o seu implemento aliado a um conjunto de informações e regras básicas de segurança. São ferramentas importantes para evitar a exposição e assegurar o sucesso das medidas de proteção a todos envolvidos.

a) Equipamentos EPI: Equipamento de Proteção Individual: caberá a Contratante fornecer a seus empregados e/ou contratados os EPIs adequados aos riscos do ambiente de trabalho bem como treinamento específico. Os equipamentos deverão estar em perfeito estado de conservação, utilização e funcionamento, garantindo total segurança dos trabalhadores e das demais pessoas que se encontram no local. Exemplos:

  • EPI para proteção de cabeça: capacete;
  • EPI para proteção dos olhos e face: Óculos e máscara de solda;
  • EPI para proteção auditiva: protetor auditivo;
  • EPI para proteção dos membros superiores: luva, manga, braçadeira e dedeira;
  • EPI para proteção dos membros inferiores: calçado, meia, perneira e calça.

b) Trajes de trabalho: somente terá acesso às áreas em montagem e desmontagens, pessoas que estiverem trajando uniforme, camiseta, calças compridas, sapatos fechados;

c) Equipamentos e produtos perigosos: qualquer equipamento e/ou produto(s) que possa prejudicar a saúde dos usuários e dos manipuladores, ou danificar instalações dos espaços do Contratado deverão ser providos de instalações especiais, as quais, a critério do Contratado, eliminem por completo qualquer periculosidade, devendo ser controlados pela Contratante;

d) Trabalhos em altura: qualquer atividade em altura deverá ser realizada dentro das normas de segurança. Exemplo: EPI para proteção contra quedas com diferenças de nível: dispositivo trava-queda, cinturão;

e) Equipamentos suspensos: todo o equipamento que for suspenso deve possuir obrigatoriamente um cabo de segurança, além do seu método próprio de fixação, na intenção de proporcionar maior segurança. Esses cabos consistem em corpo feito de aço com olhal e mosquetão próprios para a função. Foto abaixo:

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

No caso das instalações elétricas existentes nos espaços não comportarem a carga elétrica a ser ligada pelo evento, é necessário que a Contratante apresente os documentos e respeite as condições mínimas descritas a seguir:

Documentos

a) Apresentação do projeto elétrico. Devem ser fornecidos os seguintes documentos:

  • Distribuição em planta baixa;
  • Detalhes construtivos;
  • Diagrama unifilar;
  • Quadro de cargas;
  • Memorial descritivo;
  • Especificação dos materiais. (Itens “j”);
  • ART do responsável pelo projeto e execução.

b) Deverão obedecer às normas NBR-5410 e às normas da CEEE;

c) Deverão ser projetadas em sistema TNS-NBS-5410, ou seja, neutro isolado e um condutor de proteção, com tensão de fornecimento 220/110V nas salas e teatro e 380/220V no pavilhão;

d) Deverá ser apresentado o diagrama unifilar do quadro elétrico;

e) Deverá ser prevista proteção geral do quadro, através de disjuntor termomagnético;

f) Deverá ser prevista proteção para contatos diretos ou indiretos, projetando-se o quadro elétrico com DR (dispositivo a corrente diferencial residual), conforme detalhes que serão apresentados nas “condições mínimas” a seguir;

g) Toda carga elétrica prevista no projeto deverá estar perfeitamente equilibrada entre as fases. Isso deve ser mostrado no quadro de cargas;

h) Qualquer isolamento de emendas de condutores deverá ser feito com fita isolante plástica, tipo auto-fusão e isolante comum;

i) Não é permitido o acoplamento mecânico de disjuntores monopolares para substituição de disjuntores bi ou tri polares;

j) Outras especificações particulares:

  • O quadro de luz e/ou distribuição dos circuitos deverá ser de SOBREPOR proteção I.P. – 44 ou similar, em estrutura metálica, em chapa de aço, barras de cobre eletrolítico para 10 kA, para uso de disjuntores aparentes e isolados com termo contrátil, trifásicos e monofásicos, contra-tampa em acrílico transparente e em local dentro do espaço montado, com acesso restrito;
  • Fios e cabos: os condutores deverão ser do tipo anti-chama do tipo flex, com bitola mínima de 2,5 mm², isolamento 750V/70ºC. Não serão aceitos condutores do tipo paralelo (isolamento = 300 V);
  • A barra de neutro deverá ser isolada e fixada mecanicamente através de porcas ou parafusos;
  • Os reatores deverão ser do tipo alto fator de potência (> 0,92);
  • Os transformadores e os reatores deverão ser fixados sobre material incombustível;
  • A critério da fiscalização, deverá ser instalada iluminação fluorescente de emergência com luminárias autônomas em pontos estratégicos:
  • Todos os pontos metálicos deverão ser aterrados ao condutor de proteção;
  • Normas de cores para condutores elétricos:
    CORES/FASE

    1. Vermelho L1
    2. Branco L2
    3. Preto L3
    4. Azul-claro N (neutro)
    5. Verde T (terra)
  • Todas as tomadas deverão ser do tipo 2P+T;
  • Todos os circuitos deverão ser identificados no quadro elétrico;
  • No caso de uso de motores, todos deverão ser ligados através de sistema contatora-relé-térmico e possuir fusíveis de proteção tipo Diazed ou NH;
  • Para os circuitos parciais deverão ser utilizados dispositivos de proteção do tipo disjuntores termomagnéticos;
  • Todos os condutores deverão ser protegidos por disjuntores compatíveis com suas respectivas capacidades nominais.

Todos os documentos devem ser apresentados em duas vias.

Após o documento ser analisado pela Administração do Centro de Eventos FIERGS, uma via é devolvida a Contratante, com o carimbo “Liberado para a execução”registrado pelo supervisor de manutenção e melhorias do Sistema FIERGS.

A instalação é de responsabilidade da Contratante e deve estar de acordo com o projeto e carimbado com “Liberado para a execução”.

As instalações serão inspecionadas antes da liberação para o uso.

Condições Mínimas

As condições mínimas que os projetos elétricos devem contemplar para instalações com afluência de público em áreas externas são:

1. De acordo com a NBR 5410 – INSTALAÇÕES ELÉTRICAS DE BAIXA TENSÃO,
“Condições de fuga das pessoas em emergências”, estamos classificados no código BD3, classificação: “tumultuada”. Características: “alta densidade de ocupação e percurso breve de fuga”; com aplicações e exemplos: “Locais de afluência de público com edificações não-residenciais com alta densidade de ocupação e altura inferior a 28 metros”.

Será indispensável atender aos seguintes itens da norma:

1.1. Item 5.1.3.2 – Uso de dispositivo diferencial-residual de alta sensibilidade (DR). Item 5.1.3.2.1.1 – O uso de dispositivos de proteção a corrente diferencial residual com corrente diferencial-residual nominal igual ou inferior a 30 mA é reconhecido como proteção adicional contra choques elétricos.

1.2. Item 5.1.3.2.2 – Casos em que o uso de dispositivo DR de alta sensibilidade é obrigatório:

1.2.1. os circuitos que sirvam a pontos de utilização situados em locais contendo banheira ou chuveiro;

1.2.2. os circuitos que alimentem tomadas de corrente situadas em áreas externas à edificação;

1.2.3. os circuitos que, em edificações não-residenciais, sirvam a pontos de tomadas situadas em cozinhas, copas-cozinhas, lavanderias, áreas de serviço, garagens e, no geral, em áreas internas molhadas em uso normal ou sujeitas a lavagens.

Comentário: será exigido que todos os circuitos que não forem de iluminação a mais de 2,5m de altura sejam protegidos por DR.

1.3. Item 6.1.3 – Condições de serviço e influências externas.
Item 6.1.3.1 – Condições de serviço. Item 6.1.3.1.1 – Tensão: os componentes devem ser adequados à tensão nominal (valor eficaz em corrente alternada) da instalação. Se, no esquema TT, o condutor neutro for distribuído, os componentes ligados entre uma fase e neutro devem ser isolados para a tensão entre fases.

Comentário: uma vez que a tensão entre fases no Pavilhão é 380V, não serão aceitos condutores do tipo “fio paralelo”, pois seu isolamento é para 300V.

1.3.1. Item 6.3.5 – Dispositivo de proteção contra surtos (DPS)

Comentário: o projeto deve prever essa proteção no quadro elétrico terminal.

2. De acordo com a NBR 13570 – Instalações elétricas em locais de afluência de público – Requisitos específicos:

2.1. Item 4.2 – Seleção e instalação das linhas elétricas

2.1.1. Item 4.2.4 – As linhas elétricas aparentes devem atender a seguinte condição: no caso de linhas constituídas por cabos fixados em paredes ou tetos, estas devem estar situadas de forma a não serem acessíveis, nas situações previstas de utilização do local, a pessoas não advertidas ou não qualificadas, respeitando-se a altura mínima de 2,5 m do piso acabado, os cabos devem ser resistentes à chama, sob condições simuladas de incêndio, livres de halogênios e com baixa emissão de fumaça e gases tóxicos e corrosivos,

2.2. Item 4.3 – Ligação de equipamentos móveis ou estacionários

2.2.1. Item 4.3.1 – Os cabos para a ligação desses equipamentos devem atender simultaneamente às seguintes condições:

2.2.1.1. a) ter comprimento suficiente para a ligação direta aos equipamentos móveis, sem emendas, extensões e/ou conectores intermediários,

2.2.1.2. b) possuir classe de encordoamento mínima igual a quatro e ser instalado de modo a não transmitir esforços de tração às conexões com os terminais dos equipamentos.

2.3. Item 4.5 Esquemas de aterramento: as instalações devem utilizar o esquema TN ou TT.

Comentário: nesse caso, só será aceito a variação TN-S ou TT.

2.4. Item 4.9 – Quadros de distribuição terminais:

2.4.1.

    Item 4.9.1

– Os quadros de distribuição terminais devem ser do tipo fechado, de modo a garantir no mínimo grau de proteção IP-2X, conforme NBR 6146, bem como impedir o acesso às partes vivas de pessoas que não sejam BA4 ou BA5, conforme NBR 5410. Esse acesso só deverá ser possível por intermédio de ferramentas apropriadas.

 

Comentário: os quadros elétricos deverão possuir fechadura com chave e uma cópia da chave ser fornecida à infraestrutura.

2.4.2. Item 4.9.2 – Os quadros de distribuição terminais devem possuir indicações claras das funções dos diversos dispositivos elétricos, bem como das posições “aberta” e “fechada” das diversas chaves.

Comentário: além das identificações dos circuitos, deverão ser identificadas as posições “ligado” e “desligado” dos disjuntores nos quadros elétricos.

2.5. Item 4.10 – Divisão das instalações
2.5.1. Item 4.10.1 – Nos ambientes com área superior a 100m², acessíveis ao público, devem ser previstos no mínimo dois circuitos terminais de iluminação.

2.5.2. Item 4.10.2 – Para equipamentos com corrente nominal superior a 16 A, devem ser previstos circuitos terminais independentes.

2.6. Item 4.11 – Tomadas de corrente e extensões
2.6.1. Item 4.11.1 – Todas as tomadas de corrente devem possuir terminal de aterramento.

2.6.2. Item 4.11.2 – As tomadas e plugues com corrente nominal superior a 16 A, utilizadas para extensões, devem ser escolhidas e instalados de modo a prevenir danos ou a separação involuntária entre ambos, que possa presumivelmente derivar das condições de ambiente e de uso.

Comentário: usar tomadas padrão Steck.

2.7. Item 4.12 – Iluminação:
2.7.1. As lâmpadas instaladas em locais acessíveis ao público, situadas a uma altura inferior a 2,5m do piso acabado, devem ser dotadas de proteção específica contra choques ou outras ações mecânicas.

Comentário: nesse caso, também será exigido que o circuito esteja protegido por DR.

Pontos importantes que o projeto deve contemplar, que aparecem nas normas, mas não foram citados anteriormente:

  • Considerar demanda = 100%,
  • O disjuntor geral do quadro terminal deverá ter capacidade de ruptura de 18 kA se for menor ou igual a 3 x 100 A. Se for maior, deverá ter capacidade de ruptura de 25 kA.

Uso de Gerador

Face às características de cada evento, se verificada a necessidade ou opção pela utilização de gerador(es), a Contratante deverá obter a autorização da instalação junto à administração do Centro de Eventos FIERGS, considerando:

  • Contratação:
    • responsabilidade da Contratante;
    • apresentar laudo técnico e ART (Anotação de Responsabilidade Técnica).
  • Localização: deve ser avaliada junto à administração do Centro de Eventos FIERGS; e
  • Conexões/instalações:
    • o equipamento não poderá ser conectado nas instalações do Contratado;
    • as conexões deverão ser protegidas e não aparentes;
    • o gerador locado deve ser equipado com bacia de contenção dimensionada e construída de acordo com as normas técnicas nacionais, a fim de conter possíveis derramamentos/vazamentos;
    • se trazido combustível adicional, esse deve estar em recipiente apropriado, específico para inflamáveis, devidamente rotulado e identificado com o símbolo de risco. Além disso, deve ser mantido fechado e sobre bacia de contenção; e
    • só serão permitidas mediante o acompanhamento técnico do Centro de Eventos FIERGS.

Os documentos devem ser apresentados em duas vias. Após o documento ser analisado pela Administração do Centro de Eventos FIERGS, uma via é devolvida à Contratante com o carimbo “Liberado para a execução”, registrado pelo supervisor de manutenção e melhorias do Sistema FIERGS. A instalação é de responsabilidade da Contratante e deve estar de acordo com o projeto carimbado com “Liberado para a execução”. As instalações serão inspecionadas antes da liberação para o uso.

MERCHANDISING E SINALIZAÇÃO

Algumas áreas comuns do Centro de Eventos FIERGS, bem como a área externa, estão à disposição para a inserção e instalação de peças de divulgação da Contratante e empresas diversas, conforme tabela de preços. A comercialização de espaços para divulgação é exclusiva do Contratado junto à Contratante.

A instalação e a retirada de peças destinadas à divulgação são de responsabilidade da Contratante e condicionados a acompanhamento técnico da administração do Centro de Eventos FIERGS, de modo que sejam verificadas as condições de instalação, manutenção e retirada das peças.

O Centro de Eventos FIERGS disponibilizará à Contratante as informações necessárias à utilização das áreas contratadas, inclusive as especificações técnicas das instalações.

No que tange exclusivamente a divulgação do evento, será realizado um acordo prévio entre as partes definindo o que será utilizado, quais locais estarão disponíveis, o prazo de exposição e a forma de apresentação das peças.

As áreas comuns do Contratado não poderão ser isoladas ou fechadas. Eventualmente, dependendo da quantidade prevista de pessoas presentes no evento, o Centro de Eventos FIERGS concederá autorização para isolamento ou fechamento de algum acesso ou área, desde que seja solicitado por escrito e em prazo hábil para prévia avaliação.

O Centro de Eventos FIERGS retirará toda e qualquer divulgação colocada e não autorizada nas áreas comuns ou que possua tamanho e/ou especificações diferentes do padrão autorizado.

Contratante está autorizada a utilizar única e exclusivamente a área por ela contratada para efetuar qualquer tipo de divulgação, ação ou promoção, desde que respeitadas as condições fixadas pelo Contratado.

Nas áreas comuns a sinalização está autorizada, desde que seja exclusivamente para indicação do evento, sem ações de merchandising e previamente aprovada pelo Contratado.

Algumas áreas comuns do Centro de Eventos FIERGS, bem como toda a área externa, estão à disposição para a inserção e instalação de peças de divulgação da Contratante.

Consulte a Administração do Centro de Eventos FIERGS para conhecer espaços e valores.

Logomarcas

Para inclusão da logomarca do Centro de Eventos FIERGS no material de divulgação do evento, a Contratante deverá solicitar autorização formal ao Contratado, bem como respeitar as características oficiais da logomarca.

A utilização promocional da logomarca do Sistema FIERGS e/ou Centro de Eventos FIERGS e/ou de qualquer entidade vinculada ao Sistema FIERGS, assim como qualquer menção ou envolvimento institucional em eventos de qualquer natureza, é condicionada à expressa anuência do Contratado em contrato.

Contratante assumirá o pagamento integral das despesas relativas à aprovação, divulgação e administração do evento.

É responsabilidade da Contratante criar, produzir, distribuir, etc., todo material publicitário necessário à realização do evento objeto da cessão de uso, tais como: anúncios, folders, etc., de acordo com as normas e leis vigentes.

Divulgação

Contratante, desde já, autoriza o Contratado a:

  • Utilizar imagens do evento contratado para promoção e divulgação junto aos meios de comunicação (catálogos, sites, panfletos, folhetos, láminas, anúncios em jornais, revistas, televisão e outros) do Centro de Eventos FIERGS;
  • A fazer o registro de imagens para acervo do Centro de Eventos FIERGS (fotos, imagens, entrevistas).

 

Contratante deverá cadastrar o fornecedor credenciado do Centro de Eventos FIERGS para essa ação.

Registro do Evento

Contratante fornecerá uma cópia da taxação do evento ao Contratado para divulgação nos seus meios de comunicação.

Contratante, no prazo máximo de 90 dias após o término do evento, disponibilizará ao Contratado um relatório pós-evento que demonstre o desempenho deste, fazendo constar o número real de visitantes – distinguindo os visitantes de fora da cidade de Porto Alegre, a área total montada, a ocupação hoteleira e o meio de transporte utilizado.

Informações Complementares

Os funcionários do Centro de Eventos FIERGS exercerão permanente fiscalização dos eventos e serviços, por intermédio de profissionais próprios ou contratados.

NOTA: A Administração do Centro de Eventos FIERGS, a seu critério, poderá embargar ou interditar qualquer montagem ou desmontagem que não atenda rigorosamente às exigências contidas nesse REGULAMENTO GERAL.

PAVILHÃO

O Pavilhão, com área aproximada de 14.000 m² e salas integradas, conta com uma infraestrutura que se adapta à realização de feiras, shows, congressos e aos mais variados tipos de eventos nacionais e internacionais. As dimensões são as seguintes:

  • hall com área de 2.552,60 m² e pé-direito de 3,80 m e 5,40 m;
  • área de exposição de 9.686,92 m² e pé-direito de 8,30 m a 12,30 m;
  • espaço anexo à área de exposição, modulável, com 944,60 m² e pé-direito de 5,00 m;
  • quatros salas moduláveis com capacidade entre 100 a 520 pessoas;
  • praça de alimentação com cafeteria, lancheria e restaurante;
  • salas de apoio (depósitos, administrações etc.).

O Pavilhão, em sua capacidade total, é disponibilizado pelo Contratado à Contratante para o máximo de pessoas informado no Laudo Populacional do Contratado.

A capacidade máxima para o evento, deve ser apresentada pela Contratante ao Contratado em seu Plano de Proteção e Prevenção Contra Incêndio Provisório.

As capacidades dos espaços podem ser consultadas no site do Centro de Eventos FIERGS, no endereço: www.centrodeeventosfiergs.com.br.

Descrição das Áreas que Integram o Pavilhão do Centro de Eventos FIERGS

Área de Exposições
 Área bruta:  9.686,92 m²
 Área liberada:  9.324,37 m²
 Pé-direito mínimo:  8,30 m
 Pé-direito máximo:  12,30 m
 Comprimento x largura:  110,30 m x 75,60 m
 Capacidade de energia
elétrica:
 4.000 kVA em 380 V trifásicos / 220 V monofásicos
 Capacidade de telefonia e
dados:
 VOIP ilimitado
 Canaletas subterrâneas de
utilidade:
 15 – Água, esgoto, ar comprimido, telefonia, energia,
rede de dados e serviços especiais de telecomunicações.
 Sanitários masculino, feminino
e deficiente:
 5 conjuntos totalizando 90 boxes (conforme descrito adiante)
 Iluminação ambiente  300 lux
 Portões de carga e descarga:  8 pç = 6 x (6,10 m L x 3,50 m A) + 2 x (6,10 m L x 5,80 m A)
 Saídas exclusivas de
emergência:
 5 x 8 portas exclusivas + 8 x 6 portas nos portões de carga
e descarga = Total de saídas de emergência: 88
 Piso concreto moldado/
capacidade de carga:
 carga estática =  5.000 kg/m²
carga dinâmica = 3.500 kg/m²
 Cobertura metálica com
isolamento térmico:
 vãos livres de 60 m
 Condicionamento de ar:  capacidade da central térmica = 675 TR
Anexo Térreo
 Área total:  968,39 m²
 Pé-direito:  4,8 m²
 Tensão: Tomadas: 220V (monofásico = Fase + neutro + Terra) – informamos que os circuitos de tomadas do anexo 100 do Pavilhão, estão dimensionadas a suportar carga de 2.200 W de Potência.”
 Cabeamento Aéreo: 380 V trifásicos/220 V monofásicos
 Elétrica  Anexo Leste = 7 tomadas de 10 A
7 pontos trifásicos 3×25 AAnexo Central = 5 tomadas de 10 A
7 pontos trifásicos 3×25 AAnexo Oeste = 7 tomadas de 10 A
7 pontos trifásicos 3×25 A
 Hidráulica  Anexo Leste = 1 ponto de água e deságue;
Anexo Oeste = 1 ponto de água e deságue;
 Telefonia e Dados  Cabeamento aéreo
 Portas de acesso:  entre as salas e o pavilhão, hall de 7,93 m² com:
2 portas de cada lado do hall (acesso a salas e acesso ao
pavilhão) com = 1,00 m L x 2,10 m A
 Saídas exclusivas de
emergência
 cada sala com 2 portas = 1,50 m L x 2,10 m A
 Ar-condicionado  independente por sala
 Piso  concreto alisado 500 Kgf/m²
 Espaço plano, que pode ser
dividido em três espaços/salas
 Anexo Leste: 322,36 m²
Anexo Central: 294,77 m²
Anexo Oeste: 322,66 m²
Área bruta:  2.552,60 m²
 Área liberada:  2.262,66 m²
 Pé-direito:  de 3,80 m a 5,40 m
 Cabeamento Aéreo: 380 V trifásicos/220 V monofásicos
 Características:  Balcão com acesso ao pavilhão e balcão com acesso
a sala do promotor;
zona de atendimento Leste e Oeste: 144,97 m²;
bancada de apoio aos balcões;
sanitário masculino e feminino;
2 salas de apoio com 23,06 m² cada;
acesso direto ao pavilhão;
ponto de energia – 220 V (fase – neutro);
pontos de telefonia, dados e serviços especiais
de telecomunicações.
 Elétrica  Hall Leste
14 pontos 3×32 A
02 pontos 3×63 A
01 ponto 3×125 AHall Oeste
14 pontos 3×32 A
02 pontos 3×63
01 ponto 3×125 A
 Hidráulica  Hall Leste
06 pontos de água e 4 deságue;Hall Oeste
06 pontos de água e 4 deságue;
 Canaletas subterrâneas:  Água, esgoto e energia elétrica.
 Portões de acesso ao
pavilhão
 vão livre = 3 pç de 6,64 m L x 2,10 m A
 Portas de acesso principal  6 pç de 4,02 m L x 2,42 m A, com 4 portas de vidro cada
 Piso concreto
moldado/capacidade de
carga:
 Carga distribuída = 2.500 kg/m²
Tampa canaleta = carga pontual de 500 kg no eixo da
canaleta ou até 2.800 kg/m²
Depósitos – Térreo
 Depósito Leste
 Área total:  50,74 m²
 Porta de acesso/dimensões:  1,26 x 2,20 m
 Ponto de energia:  220 V (fase – neutro)
 Depósito Leste
 Área total:  30,95 m²
 Porta de acesso/dimensões:  1,14 m x 2,13 m
Sala de Atendimento – 1º pavimento
 Área total:  452,13 m²
 Pé-direito:  2,35 m
 Tensão:  220 V (monofásico = fase – neutro)
 Capacidade de carga nas tomadas:  5 tomadas de 20 A
5 tomadas de 15 A
 Ar-condicionado:  Independente
 Área fechada para apoio:  Depósito
 Telecomunicações:  Telefonia e dados
Salas – 2º pavimento
 Sala 201
 Área total:  358,43 m²
 Pé-direito:  3,80 m
 Tensão:  220 V (monofásico = fase – neutro)
 Capacidade de carga nas tomadas:  8 tomadas de 15 A – Informamos que as cargas nas tomadas das salas 200 do Pavilhão estão dimensionada a suportar uma carga de 2200 wats de potência.
 Telecomunicações:  Telefonia e dados
 Espaço plano podendo ser dividido
em 2 salas de:
 Sala 201 Leste – 176,05 m²
Sala 201 Oeste – 176,65 m²
 Portas de acesso:  Entre as salas e o hall principal, hall de
4,61 m² com: 2 portas de cada lado do
hall (acesso a salas e acessoao hall)
com = 0,80 m L x 2,10 m A
 Saídas exclusivas de emergência:  cada sala com 1 porta = 2,10 m L x 2,10 m A
 Ar-condicionado:  Independente por sala
 Piso:  Carpete
 Sala 202
 Área total:  484,12 m²
 Pé-direito:  3,80 m
 Tensão:  220 V (monofásico = fase – neutro) –  Informamos que as cargas nas tomadas das salas 200 do Pavilhão estão dimensionada a suportar uma carga de 2200 wats de potência.
 Capacidade de carga nas tomadas:  8 tomadas de 15 A
 Espaço plano podendo ser dividido
em 2 salas de:
 Sala 202 Leste – 218,87 m²
Sala 202 Oeste – 261,97 m²
 Portas de acesso:  Entre as salas e o hall principal, hall de
4,61 m² com: 2 portas de cada lado do
hall (acesso a salas e acesso ao hall)
com = 0,80 m L x 2,10 m A
 Saídas exclusivas de emergência:  cada sala com 1 porta = 2,10 m L x 2,10 m A
 Ar-condicionado:  Independente por sala
 Piso:  Carpete
Salas de Apoio
 Administração Leste:  23,06 m² – térreo
 Administração Oeste:  23,06 m² – térreo, com ar-condicionado/split
 Administração Central:  141,20 m² – 1.º andar, com ar-condicionado
/split
Capacidade de carga nas tomadas: 40 A
Guarda-volumes/ malas
 Área:  9,64 m²
 Possui balcão de atendimento e infraestrutura para guardar malas e volumes,
bem como serviços de chapelaria.
Estão disponíveis 50 posições para cabides e 87 boxes para malas e volumes.
A operação é de responsabilidade da Contratante.

Detalhamento de carga da estrutura aérea da área de exposições:

O período de locação iniciará às 8h00min do primeiro dia de montagem e findará às 23h59min do último dia de desmontagem.

Equipe

Contratado disponibiliza e dimensiona a equipe técnica conforme programação prévia enviada pela Contratante.

A equipe técnica atua nas necessidades de energia e instalações elétricas, rede hidráulica e ar comprimido no pavilhão, com acesso exclusivo às galerias e canaletas.

O ponto instalado de energia e hidráulica são cobrados conforme tabela de preços. A planilha com identificação dos pontos a serem instalados deverá ser encaminhada ao Contratado. Qualquer dúvida, favor consultar o check list.

O horário da equipe para montagem/desmontagem é das 8h00min às 20h00min do mesmo dia. Durante a realização, o atendimento corresponderá ao horário do evento, sendo no último dia do evento estendido em até 2 (duas) horas para acompanhamento do início da desmontagem.

A atuação em montagem/desmontagem fora desse período será considerada como hora extra. O pedido deverá ser realizado com prazo mínimo de antecedência por meio do check list. O valor desse serviço está definido na tabela de preços.

Valores

Contratante se comprometerá a arcar com as despesas adicionais decorrentes do período de locação do evento, tais como: consumos de água e energia elétrica, instalações de pontos de água e de energia elétrica, e coletas de caçambas de lixo e entulhos, conforme tabela de preços.

Os serviços extras de brigada de incêndio e equipe de suporte técnico, serviços de apoio, limpeza e/ou segurança e outras demandas para a realização do evento terão seus valores adicionados ao fechamento do evento.

Os eventuais danos ao patrimônio, de qualquer natureza, causados às dependências e equipamentos do Contratado serão de responsabilidade e pagos pela Contratante.

Utilidades

O pavilhão é equipado com 15 (quinze) canaletas interligadas por duas galerias de utilidades, distribuídas ao longo do piso, espaçadas a cada 4 (quatro) metros, divididas em 2 (dois) compartimentos: um para utilidades úmidas (água, esgoto e ar comprimido) e outro para utilidades secas (distribuição de energia elétrica, telefonia e dados).

a) galerias transversais nas quais estão localizadas as redes principais de água, esgoto, ar comprimido, os quadros elétricos para alimentação e proteção das tomadas, e os quadros distribuidores de telefonia e da rede de dados;

b) canaletas de piso protegidas com tampas metálicas, bipartidas, destinadas à distribuição das utilidades.

O acesso às galerias e canaletas é exclusivo da Equipe Técnica do Centro de Eventos FIERGS.

Os trabalhos das empresas subcontratadas pela Contratante, seja de instalações elétricas, de hidrossanitárias ou de ar comprimido, somente serão realizados a partir dos pontos indicados e disponibilizados pela Equipe Técnica do Centro de Eventos FIERGS.

NOTA: é importante ressaltar que a estrutura ofertada está localizada no pavilhão. O hall não possui condições hidrossanitárias de atendimento para grandes estandes. Em caso de necessidade verificar disponibilidade técnica junto a administração do Centro de Eventos FIERGS.

TAMPAS

Utilidades úmidas / Peso aproximado: 25 kg/pç

Utilidades secas

Energia

  • Capacidade total de carga: 4.000 kVA.
  • Carga disponível para expositores: 2.000 kVA.
  • Tensão: 380 V (trifásico = fase – fase), e 220 V (monofásico = fase – neutro).
  • Frequência: 60 Hz.
  • Informamos que as cargas nas tomadas do Anexo 100 e salas 200 do Pavilhão estão dimensionada a suportar uma carga de 2200 wats de potência.

O Pavilhão do Centro de Eventos FIERGS disponibiliza carga contratada junto à sua concessionaria. A Contratante deverá formalizar a previsão de carga em KW de seu evento, conforme prazo estabelecido em contrato, observando o limite técnico dos equipamentos, estando a liberação dos circuitos subordinada à aprovação da Administração do Centro de Eventos. Para verificar a carga já contratada no período do evento, consultar a administração do Centro de Eventos FIERGS.

NOTA: sempre que a tensão ou frequência necessária ao funcionamento do equipamento diferir da fornecida pelo Centro de Eventos FIERGS, caberá à Contratante providenciar os dispositivos de transformação.

A distribuição de energia é feita em dois setores LESTE e OESTE. Cada setor possui uma capacidade de 1.000 kVA da área de exposições.

Na área de exposições, para cada 3 (três) canaletas de cada setor, existe um quadro elétrico para alimentação das tomadas que possui capacidade de 600 A em 380 V.

Em cada canaleta de cada setor (15 no setor leste e 15 no setor oeste) existem 18 tomadas (RST+N+T) distribuídas da seguinte maneira:

  • 11 peças com capacidade de até 32 A;
  • 04 peças com capacidade de até 63 A;
  • 03 peças com capacidade de até 125 A.

Todas possuem:

  • Tensão nominal: 380/220 Vca;
  • Frequência de emprego: 60 Hz;
  • Tensão de isolação: 690 V;
  • Grau de proteção IP 67, segundo a norma IEC 529;
  • Grau de proteção contra impactos mecânicos IK 08, segundo a norma EM 50102;
  • Resistência ao fogo e ao calor anormal de 850ºC, segundo as normas IEC 695-2-1 e IEC 50-11.

Para cada uma das tomadas existe um alimentador dimensionado para a capacidade máxima da tomada e protegido por chave-fusível.

Tomada Tipo Steck

Instalações nos estandes

Para a execução do projeto e dos serviços de instalações elétricas serão utilizadas e observadas as normas brasileiras, as da Contratante fornecedora de energia e, se for o caso, a critério da Administração do Centro de Eventos, as normas internacionais.

No projeto de montagem do Centro de Distribuição de Energia do estande (CDE) será obrigatoriamente observado:

  • A inclusão de DR dispositivo diferencial residual com sensibilidade 30 mA instalado no circuito geral, necessário para detectar fuga de energia;
  • Disjuntor geral de entrada, trifásico, compatível com a carga instalada;
  • Painel metálico, possuindo barramento para neutro e terra;
  • Protetor de surto (descargas atmosféricas e sobtensões);
  • Proteção mecânica dos bornes dos disjuntores (isolamento contra choque elétrico).

As ligações das cargas para alimentação de equipamentos ou para iluminação dos estandes serão realizadas dentro de caixas metálicas, com emendas devidamente isoladas com fita não propagante de chama ou por meio de tomadas e plugs.

Não será permitida a distribuição de rede elétrica sobre materiais combustíveis.

É exigência do Centro de Eventos FIERGS a execução de aterramento dos estandes construídos com material metálico, como estruturas metálicas, montantes metálicos etc., e todo e qualquer equipamento ligado à energia elétrica.

Conforme NBR-5410 6.1.3.1.1 – Tensão: “Os componentes devem ser adequados à tensão nominal (valor eficaz em corrente alternada) da instalação. Se, no esquema TT, o condutor neutro for distribuído, os componentes ligados entre uma fase e neutro devem ser isolados para a tensão entre fases”. Portanto, uma vez que a tensão entre fases no Pavilhão é de 380 V, não serão aceitos condutores do tipo “fio paralelo”, pois seu isolamento é para 300 V.

Na ocasião da montagem do estande e após a apresentação necessária do projeto e da Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) e/ou Registro de Responsabilidade Técnica de projeto e execução, a equipe de apoio do Centro de Eventos FIERGS fornecerá o plug compatível com a carga elétrica real do estande e indicará a tomada a ser utilizada pelo expositor.

A equipe técnica do pavilhão fornecerá o ponto de energia elétrica, o cabo do estande até o local do ponto de energia é de responsabilidade do promotor/expositor.

Equipamento para Alimentação Elétrica de Estande

O cabo de interligação, a partir do plug, deverá atender obrigatoriamente a seguinte especificação:

  • Tomadas 32 A: cabo 4 x 6 mm2 + 1 x 6 mm2;
  • Tomadas 63 A: cabo 4 x 16 mm2 + 1 x 16 mm2;
  • Tomadas 125 A: cabo 4 x 50 mm2 + 1 x 25 mm2.

Plug Tipo

A empresa contratada pela Contratante do evento para realização dos serviços de instalação elétrica executará as redes internas dos estandes até o centro de distribuição, bem como a ligação do centro de distribuição na rede de energia elétrica indicada pela equipe técnica do Contratado, observando a correta conexão do cabo no plug.

Instalações de Tomadas de serviços e ou similares:
Promotor/expositor/fornecedor deverá providenciar um CD simples (tomada e disjuntor), como figura abaixo, para suas necessidades:

Fusível

É um dispositivo de segurança de um circuito elétrico que tem a função de interromper a passagem de corrente elétrica no circuito quando a corrente ultrapassar o limite permitido do fusível, evitando assim, um curto circuito.
Em caso de curto circuito e sobrecargas o fusível queima a fim de proteger e/ou minimizar um dano aos equipamentos do CONTRATANTE.
A informação correta da carga de energia elétrica necessária, influência esta ação.
Em caso de queima do fusível, a reposição será cobrada da CONTRATANTE, conforme tabela de preços atualizada.

Observações: Instalações Elétricas para área externa consultar Centro de Eventos.

O projeto do estande deverá contemplar o equilíbrio de cargas em todas as fases. Na energização do estande, a equipe técnica do Centro de Eventos FIERGS fará medições para conferência e, se necessário, indicará alterações para obtenção do efetivo balanceamento; também, em caso de necessidade, indicará as alterações na distribuição, de forma a garantir o equilíbrio das cargas por fase e por setor.

Contratante deverá instruir os expositores e o serviço de segurança contratados para o evento para que a energia dos estandes seja desligada após o encerramento das atividades diárias. A relação dos equipamentos que eventualmente não possam ser desligados deverá ser, diária e previamente, entregue à administração do Centro de Eventos.

Conector Tipo

Tomada com Plug

A equipe técnica do Centro de Eventos FIERGS autorizará a instalação de pontos de energia elétrica mediante:

  • Recebimento da planilha contendo quantidade, localização do ponto, e carga (KWA);
  • Análise de capacidade de atendimento;
  • Verificação de condições de acesso às canaletas;
  • Instalação de rampas de proteção quando em pontos de circulação de público;
  • Recebimento da ART – Anotação de Responsabilidade Técnica pelo engenheiro responsável pelo projeto elétrico do estande.

Para informações de instalações elétricas especificas do evento, consultar o capítulo “Instalações Elétricas”.

Medição

Contratante é responsável pelos valores referentes ao consumo de energia elétrica, observadas as seguintes condições:

a) O sistema de tarifação de energia é constituído por medidores instalados nos quadros gerais e interligados a um sistema supervisório on-line;

b) A conta de consumo de energia é emitida para cada medidor, de acordo com o período de fechamento solicitado, apresentando os consumos ativos medidos em kWh.

c) Para efetivação do ressarcimento do valor de energia elétrica, a Administração do Centro de Eventos FIERGS medirá a energia consumida desde o início da montagem até a conclusão da desmontagem e aplicará a tarifa da Contratante, calculando o consumo  vigente no último dia do período integral do evento (último dia de desmontagem) sobre o consumo real. A soma dos valores dos consumos resultará no valor a ser pago pela Contratante.

NOTA: os equipamentos para alimentação de energia dos estandes, cedidos sem ônus pelo Centro de Eventos FIERGS, serão devolvidos em perfeito estado de conservação. A inobservância dessa norma ou a não devolução determinará, sob o título de Danos ao Patrimônio, cobrança do valor estabelecido pela Administração do Centro de Eventos FIERGS.

Iluminação

A iluminação geral do pavilhão é feita por luminárias especiais de alto índice de reflexão e baixo ofuscamento com lâmpadas de multivapores metálicos com IRC igual 65%. O nível médio de iluminação atingido sem a instalação de eventos é de 400 lux.

O índice de luminosidade adotado é consequência da necessidade da iluminação dos eventos predominar sobre a do pavilhão.

Gerador

O Pavilhão possui gerador próprio de 280-310 kVA, dimensionado, exclusivamente, para as iluminações de emergência do pavilhão, do hall de acesso, do elevador, do serviço médico, da loja de telecomunicações, das bombas de combate a incêndio, das bombas de esgotamento e de alimentação de água e sanitários, estando vetada a utilização desse equipamento para outros fins.

Chaves Reversoras

O Pavilhão conta com a instalação chaves reversoras para utilização de geradores como fonte alternativa de energia.

Em caso de interesse o cliente poderá consultar o Centro de Eventos FIERGS ou contatar diretamente o fornecedor credenciado.

Rede Hidráulica

Água e esgoto

A disponibilidade de água potável nas canaletas corresponde a:

a) vazão máxima: 1.500 l/h por ponto;
b) pressão: 2 kg/cm².

Contratante deverá informar à Administração do Centro de Eventos FIERGS, conforme prazo estabelecido em contrato, caso a necessidade de consumo diário ultrapassar 3,0 m3/estande ou 50,0 m3 para todo o evento.

A vazão máxima diária deverá ser inferior a 3.000 l/h por ponto. Sempre que a necessidade ultrapassar esses limites, a Contratante deverá consultar a administração do Centro de Eventos FIERGS.

A rede de esgoto de águas servidas está calculada para uma vazão máxima de 1.500 l/h, sob pressão atmosférica. Não serão permitidas descargas sob pressão maior que a atmosférica.

Obrigatório a instalação de caixa de gordura quando houver pontos hidráulicos para atender demanda de alimentação.

Sob hipótese alguma será permitida a descarga nas tubulações de esgotamento de águas servidas que possuam partículas sólidas, gorduras, esgoto cloacal, óleos, lubrificantes e/ou qualquer fluído tóxico. No descumprimento dessa norma, o Contratado fará a recuperação das estruturas e as despesas serão repassadas à Contratante.

Especificação e dimensões dos materiais a serem utilizados para a realização das conexões:

  • para a rede de ÁGUA:
    a) mangueira flexível do tipo SPIRAFLEX-SPT, reforçada com trança de poliéster, diâmetro ¾”;
    b) braçadeira suprems S1927, diâmetro ¾”;
  • para a rede de ESGOTO: mangueira flexível, espiralada, diâmetro 1”.

As ligações para o consumo de água e escoamento do esgoto nos estandes deverão ser feitas nos pontos preparados pela Equipe de Técnica do Centro de Eventos FIERGS, conforme necessidades apresentadas pela Contratante do evento.

  • A empresa montadora deverá colocar o equipamento a ser alimentado com água na posição definitiva para conclusão da ligação.
  • A Equipe Técnica do Centro de Eventos FIERGS autorizará a instalação de pontos de água/esgoto mediante:
  • Recebimento da planilha com quantidade e localização do ponto;
  • Análise de capacidade de atendimento;
  • Verificação de condições de acesso às canaletas;
  • Instalação de rampas de proteção quando em pontos de circulação de público.

NOTA: o equipamento para alimentação de água no estande, composto de uma mangueira, braçadeiras, registro, conectores, redução e um adaptador na extremidade para ser conectado à espera da galeria, é de propriedade do Centro de Eventos FIERGS e deverá ser devolvido em perfeito estado de conservação. Diante à inobservância desse procedimento ou da não devolução do equipamento, ele será cobrado da Contratante, a título de Danos ao Patrimônio. O valor será informado, por peça, pela Administração do Centro de Eventos FIERGS.

Ar Comprimido

O Pavilhão dispõe de tubulação própria para ar comprimido. Não será permitida a instalação de acumuladores de pressão no interior do Pavilhão. Deverão ser instalados em área externa, em local indicado pela administração do Centro de Eventos FIERGS, próximo ao ponto de conexão à rede geral e ficarão devidamente sinalizados e isolados. O local onde o compressor estiver instalado deverá estar sinalizado com os dizeres “SOMENTE PESSOAS AUTORIZADAS” e identificado com o símbolo de risco.

Contratante deverá entregar Laudo de Inspeção do Vaso de Pressão (conforme NR-13 do Ministério do Trabalho e Emprego).

No caso de compressores de ar usados como ferramenta de trabalho para montar estandes é permitido o uso no interior do Pavilhão, desde que seja observada a exigência do laudo da NR-13. Além do laudo, se houver risco de acidente para quem circula nas proximidades, no momento da utilização do compressor, a área deve ser isolada.

Quando da contratação dos serviços para fornecimento e instalação da central de ar comprimido, a Contratante do evento levará em consideração que o ar deverá ser fornecido seco e isento de óleo, havendo, portanto, a necessidade de utilização de secadores de ar e separadores de óleo. É de sua responsabilidade a interligação da central à tubulação de distribuição e ao painel elétrico.

O Pavilhão está equipado com uma rede de ar comprimido dimensionada para uma pressão máxima de 7 Kg/cm².

Especificação e dimensões dos materiais a serem utilizados para a realização das conexões:

  • Engate rápido: diâmetro ½”;
  • Mangueira: diâmetro ½, classe 250 Ib,;
  • Braçadeira: diâmetro ½, suprems M1319.

A Equipe Técnica do Centro de Eventos FIERGS autorizará a instalação de pontos de ar comprimido mediante:

  • Avaliação do local de instalação e recebimento de documentos como ART e LAUDO dentro do prazo estabelecido em check list;
  • Análise de capacidade de atendimento. Se a necessidade de ar comprimido for maior do que a atendida pela rede de distribuição instalada, serão permitidas instalações provisórias, desde que utilizando o sistema de canaletas;
  • Verificação de condições de acesso às canaletas.

Telefonia

Os serviços de telefonia e internet são comercializados e operacionalizados exclusivamente pelo agente comercial do Contratado, instalado no Pavilhão de Exposições e responsável pelo gerenciamento da rede e banda de internet. Os pontos fixos de telefonia e internet estão instalados nas caneletas de piso e demais espaços.

No intuito de garantir um sinal de internet estável para o tráfego de dados, não é permitida a instalação de roteadores nas dependências do Centro de Eventos FIERGS. Os pontos wireless estão instalados em locais estratégicos.

Limpeza

A Administração do Centro de Eventos FIERGS entregará a área locada limpa para início da montagem, da mesma forma que a Contratante deverá entregá-la após o período de desmontagem descrito em contrato. A inobservância desse procedimento ou a devolução em desacordo com os critérios estabelecidos implicará em multas contratuais.

É atribuição da equipe de limpeza da Contratante para o evento, além de manter limpas as dependências locadas, efetuar a limpeza e o recolhimento do lixo das lixeiras e dos cinzeiros. A limpeza dos sanitários, incluindo pessoal e material é responsabilidade do Contratado.

A reposição de caçambas de lixo/entulho é responsabilidade da administração do Centro de Eventos FIERGS. O valor da locação está informado na tabela de preços.

Contratante fica responsável por:

  • Manter equipe devidamente identificada, uniformizada e com EPI, à disposição em tempo integral conforme período de locação previsto em contrato até a vistoria de entrega das áreas locadas;
  • Identificar o responsável pela equipe, informando o número de telefone móvel para contatos imediatos;
  • Efetuar limpeza de piso com equipamentos que não danifiquem o piso, tais como o uso de mop úmido e mop pó;
  • Durante a montagem e desmontagem manter equipe para a manutenção do piso devido a grande circulação de veículos pesados, (pisos molhados, possíveis vazamento de óleo);
  • Durante o período do evento manter equipe estruturada com a programação das atividades, bem como grade de horários;
  • Vetar a utilização de cloro, solvente, silicone, vaselina, tinner e/ou outros produtos não autorizados pela administração do Centro de Eventos FIERGS;
  • Lavar o piso somente com máquinas que sugam água, como Tripla e Alfamate, sendo necessário utilizar sabão antiespumante, tipo CW1000;
  • Dispor de minicentrais de resíduos compatível com a quantidade de público;
  • Proibir a utilização dos sanitários para serviços de limpeza, ficando disponibilizado um tanque nos fundos do portão 05;
  • Limpar a área externa quando o lixo for oriundo do evento;
  • Destinar espaço para a empresa de limpeza;
  • Reunir a empresa contratada para limpeza com a administração Centro de Eventos FIERGS;
  • Obedecer a critérios de descarte para lixo orgânico e entulho acondicionado em sacos plásticos fechados.

As informações devem ser enviadas à Administração do Centro de Eventos FIERGS, conforme prazo estipulado.

Sanitários

A limpeza dos sanitários, incluindo pessoal e material, é de responsabilidade do Contratado.

Para atender aos participantes dos eventos são disponibilizados 5 (cinco) conjuntos sanitários, 4 (quatro) localizados nos quatro cantos do Pavilhão e 1 (um) localizado no segundo andar junto ao restaurante, conforme segue:

Relação por conjunto de sanitário – segundo pavimento
 Vaso Lavatório Mictório Box
 Masculino 7 9 18 1 com vaso, lavatório e chuveiro
 Feminino 11 15 1 com vaso, lavatório e chuveiro
Relação por conjunto de sanitário – próximo ao restaurante
 Vaso Lavatório Mictório Box
 Masculino 4 6 6
 Feminino 6 7

No pavimento térreo existem 8 sanitários equipados para utilização de deficientes físicos, distribuídos em dois por canto do Pavilhão.

Para atender a organização do evento são disponibilizados, junto à área de atendimento, um conjunto sanitário masculino composto de: 1 vaso, 1 lavatório e 1 mictório e um conjunto sanitário feminino composto de: 2 vasos e 2 lavatórios;

Os profissionais envolvidos na montagem e desmontagem do evento são atendidos pelos conjuntos sanitários de PcD. Em caso de interesse em estender a utilização de sanitários superiores, consultar o Contratado para orçamento.

Contratado disponibilizará, durante o horário do evento equipe de limpeza, sendo estendido em até uma hora. Quaisquer necessidades adicionais deverão ser comunicadas ao Contratado em um prazo mínimo de 24 horas.

Vigilância

A vigilância exercida pelo Contratado, nas dependências do Sistema FIERGS, é patrimonial.

A vigilância do evento é responsabilidade da Contratante, assim como das áreas ocupadas e tudo o que nele estiver, tais como: patrimônio próprio, equipamentos, materiais, pessoas e o controle de carga e descarga, excluindo o Contratado de qualquer responsabilidade pela ocorrência de dano ou furto. Da mesma forma, o Contratado não assumirá responsabilidade alguma decorrente de danos ao patrimônio, desaparecimento de objetos, decorações, equipamentos, móveis, etc. abandonados, depositados, esquecidos, ou instalados em suas dependências.

No interior das dependências da sede do Sistema FIERGS, somente policiais em serviço poderão estar armados. As exceções deverão ser previamente comunicadas ao Contratado para posterior deliberação em conjunto com área de segurança patrimonial da FIERGS.

No caso de contratação de empresa para execução dos serviços de vigilância pela Contratante, deverá ser cadastrada, junto ao serviço de segurança do Sistema FIERGS. A contratação de serviço de vigilância e portaria é regulamentada pela Lei Federal n.º 7.102 e alterações contidas na Portaria 992/95 do DPF – Ministério da Justiça, para a prestação de serviço na área de vigilância.

Além da Lei Federal citada acima, deve ser contemplada a regulamentação estadual sobre a prática de prestação de serviços de zeladoria, portaria, vigilância e assemelhados, que é executada através do Grupamento de Supervisão de Vigilância e Guarda da Brigada Militar, conforme Decreto Estadual n.º 32.162, de 21 de janeiro de 1986 e Decreto Estadual n.º 35.593, de 4 de outubro de 1994.

Para execução de serviço de segurança nas dependências do Contratado, é necessário apresentação de:

  • Certificado de Segurança expedido pela Polícia Federal, com prazo de validade atualizado;
  • Alvará do GSVG autorizando seu funcionamento, com prazo de validade atualizado;

A Administração do Centro de Eventos FIERGS, sempre que julgar necessário, poderá solicitar:

  • Relação dos agentes de vigilância com seus respectivos números de registro junto ao Departamento de Polícia Federal e com reciclagens em dia;
  • Relação dos agentes de vigilância com o respectivo número da carteira do GSVG com prazo de validade atualizado.

Para execução de serviço de portaria, vigia, zeladoria e/ou assemelhado, nas dependências do Contratado, é necessário apresentação de:

  • Alvará do GSVG autorizando seu funcionamento, com prazo de validade atualizado.

A Administração do Centro de Eventos FIERGS, sempre que julgar necessário, poderá solicitar:

  • Relação dos prestadores de serviços com o respectivo número da carteira do GSVG com prazo de validade atualizado.

É responsabilidade da Contratante:

  • Manter equipe devidamente identificada, uniformizada e com EPI, 24 horas por dia dentro do período de locação previsto em contrato até a vistoria de entrega das áreas locadas;
  • Identificar o responsável pela equipe, informando o número de telefone móvel para contatos imediatos;
  • Reunir a empresa contratada para vigilância com a Administração do Centro de Eventos FIERGS e segurança patrimonial do Sistema FIERGS para apresentação do plano de segurança e adequada interação de serviços, responsabilidades e competências;
  • Encaminhar:
    • Relação que contenha os nomes e os RGs dos agentes de vigilância que trabalharão no evento;
    • Certificado de Segurança expedido pela Polícia Federal atualizado e/ou Alvará de Funcionamento atualizado expedido pelo GSVG;
    • Plano de Vigilância.
  • Destinar espaço para concentrar administração da empresa de vigilância;
  • Disponibilizar rádios intercomunicadores entre os agentes;
  • Solicitar acionamento de portões somente com a presença de agentes, ficando responsável pelo impedimento de obstruções e estacionamento de veículos e caminhões nos acessos deles;
  • Controlar logística de caminhões nos períodos de montagens e desmontagens de forma a não interferir na rotina do estacionamento;
  • Coibir a utilização das portas de vidro do hall como passagem de materiais;
  • Controlar a entrada e a saída de pessoas, garantindo o livre acesso aos funcionários da Administração do Centro de Eventos FIERGS e à equipe autorizada por ela;
  • Controlar a entrada, a guarda e a saída de todos os materiais, equipamentos, etc., que acessarem no Pavilhão;
  • Proibir o ingresso nas dependências do Pavilhão de mercadorias ou produtos que sejam perigosos ou incômodos aos participantes do evento. Dentre os produtos entendidos como perigosos ou incômodos, destacam-se: inflamáveis, explosivos, nocivos à saúde (tais como: pó, claridade excessiva, ruído), que produzam emanações desagradáveis e/ou corrosivas;
  • Verificar, junto à Administração do Centro de Eventos FIERGS, a obrigatoriedade da contratação e execução do Projeto de Segurança, conforme especificado em contrato de locação;
  • Informar aos órgãos públicos competentes, através de ofício protocolado, sobre a realização do evento;
  • Manter permanentemente posto de vigilância no hall do pavilhão com a função de orientar o público sobre acessos;
  • Contratar agentes extras conforme postos e rondas que a Administração do Centro de Eventos FIERGS entenda ser necessário;
  • Proibir fumar nas dependências internas, conforme:
    • Lei Federal nº. 9.294, de 15 de julho de 1996.
    • Decreto Federal nº. 2.018, de 1.º de outubro de 1996.

Contra-Incêndio

O Centro de Eventos FIERGS disponibilizará 1 (um) agente de brigada de incêndio de acordo com horário previsto em documento formal. Alterações de horários deverão ser comunicadas ao Contratado em um prazo mínimo de 24 horas.

Caso o Contratado entenda ser necessário ampliar o quadro de agentes de brigada de incêndio, ele providenciará a contratação de agentes extras e repassará o valor à Contratante.

Contratante é responsável por:

  • Enviar à Administração do Centro de Eventos FIERGS a planta do evento que será submetida à avaliação com base no Plano de Prevenção Contra Incêndio (PPCI) do Pavilhão;
  • Cumprir rigorosamente a legislação de “Proteção Contra Incêndio”;
  • Prever saídas de emergência e as respectivas sinalizações nos estandes com ambientes fechados ou auditórios. Nos auditórios, as saídas de emergência deverão ser compatíveis com a área ocupada;
  • Manter as rotas de fuga e as saídas de emergência devidamente sinalizadas e desobstruídas;
  • Impedir a obstrução e remoção de equipamentos de combate a incêndio (extintores, hidrantes, botoeiras de alarme, etc.) sob pena interdição do local;
  • Registrar no PPCI a capacidade de público do evento;
  • Impedir o depósito, mesmo que eventual e transitório, de material, ferramentas, produtos, caixas nas vias de circulação e atrás dos estandes e/ou qualquer estrutura montada;
  • Observar e cumprir a proibição expressa de portar, transportar, fazer uso ou mesmo permanecer com fogos de artifício e/ou artefatos explosivos e/ou inflamáveis nas dependências internas. Nas áreas externas, consultar o capítulo “Áreas Externas” presente no REGULAMENTO GERAL do Centro de Eventos FIERGS;
  • Observar e cumprir a proibição expressa de utilização de gás GLP (Gás Liquefeito de Petróleo) dentro das dependências do pavilhão.

Para que a Contratante utilize brigada de incêndio própria para controle do seu evento, deverá apresentar documentação comprobatória de qualificação, conforme a norma ABNT NBR 14608, não isentando a presença da brigada de incêndio do Contratado.

Prevenção de Acidentes

Contratante fica obrigada a:

a) Exigir a utilização de Equipamentos de Proteção (EPI) por todos os trabalhadores conforme o tipo de atividade executada. Tais como:

  • Capacetes com jugular, contra impactos de objetos sobre o crânio e contra choques elétricos;
  • Luvas para proteção das mãos contra agentes abrasivos, cortantes, perfurantes e choque elétrico;
  • Óculos contra impactos de partículas volantes;
  • Cinturão de segurança para trabalhos em altura.

b) Controlar a utilização adequada de vasilhames com produtos que possam prejudicar a saúde dos usuários e manipuladores, ou danificar as instalações do pavilhão, tais como: corrosivos, inflamáveis e/ou outros;

c) Não permitir a entrada de pessoas inadequadamente trajadas durante a montagem e desmontagem. É obrigatório o uso de calça comprida, calçado fechado e camiseta;

d) Atender as condições de trabalho em altura, conforme NR-18.

Andaimes

Devem seguir as orientações da NR-18 – “18.15 Andaimes e plataforma de trabalho”. Dentre os itens é importante destacar:

18.15.18. As torres de andaimes não podem exceder, em altura, 4 (quatro) vezes a menor dimensão da base de apoio, quando não estaiadas. A altura máxima permitida é de quatro metros;

18.15.26. Os rodízios dos andaimes devem ser providos de travas, de modo a evitar deslocamentos acidentais.

18.15.27. Os andaimes móveis somente poderão ser utilizados em superfícies planas com a utilização de EPIs (cinto de segurança e capacete com jugular).

Entende-se por superfície plana: sem desnível e sobressaltos, rampas ou escadas.

PPCI

Contratado dispõe de PPCI para edificação permanente, devendo a Contratante providenciar PPCI provisório para o evento quando a edificação/instalação temporária estiver localizada no interior de outra edificação existente, sobre ela ou ocupando parcela de sua área, sempre que alterar o PPCI do Contratado e quando a administração do Centro de Eventos FIERGS entender necessário.

Conforme prazo estipulado no check list, a Contratante deverá apresentar:

a) Cópia da pasta contendo o processo com o protocolo (APPCI – Alvará Plano de Prevenção Contra Incêndio) de entrada junto ao Corpo de Bombeiros deverá ser entregue ao Contratado;

b) Alvará de conformidade;

c) Após vistoria, o alvará, documento final certificando que o evento está aprovado perante o órgão regulador.

A vistoria de inspeção do Corpo de Bombeiros deverá ser agendada pela Contratante e acompanhada pela administração do Centro de Eventos FIERGS.

Na utilização de empilhadeiras e PTA (plataforma de trabalhos em altura), é obrigatório o cumprimento da NR-11. O operador da empilhadeira deve possuir treinamento especifico habilitando o uso do equipamento e crachá com nome e fotografia. Não é permitido o uso dos “garfos” da empilhadeira para transportar/elevar pessoas (proibido devido ao alto risco de acidente). O equipamento de transporte deve possuir buzina e sinal sonoro ao acionar a marcha ré.

Vistoria

O Pavilhão somente ficará disponível para início dos trabalhos após cumpridas as exigências estabelecidas no CONTRATO DE CESSÃO DE USO e no REGULAMENTO GERAL.

As áreas locadas serão entregues mediante a assinatura do Termo de Vistoria do Pavilhão. A vistoria se dará ao início da montagem e, ao término da desmontagem do evento, será conferido as numerações dos medidores de energia e hidrômetros.

As vistorias deverão ser realizadas na data e hora acordadas em documento formal, caso a Contratante/ou seu representante não esteja presente, terá validade a vistoria que a Contratado registrar.

Qualquer dano causado ao patrimônio, as despesas para reposição e/ou recuperação correspondentes serão repassadas a Contratante.

Danos ao Patrimônio (Avarias)

Todo e qualquer dano causado pela Contratante ou por seus Contratados ao patrimônio do Centro de Eventos FIERGS e/ou do Sistema FIERGS, será cobrado da Contratante, mediante vistoria e averiguação do ocorrido.

Bombeiro 

Manter durante montagem e desmontagem pelo menos 01 (um) bombeiro durante a programação destas atividades;
Durante o evento respeitar a quantidade informada no Plano de Prevenção Contra Incêndio.

 

Ambulatório

O Contratado disponibiliza posto de atendimento sediado no Pavilhão do Centro de Eventos FIERGS, que atua com serviços pré-hospitalares de emergência e urgência médica para área protegida e atendimento ambulatorial, por meio de técnico(a) de enfermagem, nas seguintes condições:

Atendimento ambulatorial: um(a) técnico(a) de enfermagem, em dias de montagem e desmontagem das 8h00min às 20h00min. Em dias de realização de evento, o(a) técnico(a) atenderá do início ao término do evento;
Salientamos que o Técnico de Enfermagem atende a programação de eventos e não exclusivamente a um evento especifico;
Atendimento Área Protegida: ambulância com médico(a), técnico(a) de enfermagem e motorista.

 

Fogos de Artifício

Em ambientes fechados não são permitidos.
Nos ambientes abertos, é necessário que a Contratante apresente alvarás dos órgãos fiscalizadores permitindo a atividade, respeitando a legislação vigente.

Evento

Com o objetivo de programar e coordenar os detalhes envolvidos na logística do evento, será realizada reunião entre as equipes técnicas e operacionais do Contratadoe da Contratante.

Contratante deverá manter, em tempo integral, durante todas as etapas do evento um posto de atendimento para prestar informações e/ou orientações aos expositores e prestadores de serviços. As empresas responsáveis pela execução das instalações elétricas e hidráulicas deverão manter plantão para atender eventuais emergências em um período de 24 horas.

O afastamento mínimo exigido das paredes e pilares para as montagens das áreas internas do Pavilhão são de 10cm.

As estruturas montadas na área externa ao Pavilhão deverão ter a autorização do Contratado e seguir os critérios do capítulo “Áreas Externas”.

Estandes

Os estandes de 2 (dois) andares serão permitidos quando:

  • Situados preferencialmente em ilha (isolado de outros estandes por ruas);
  • Tiverem projeção igual ou maior que 75,0 m²;
  • Obedecerem às normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas);
  • Possuírem projeto arquitetônico, cálculo estrutural e responsável técnico comprovado por ART (Anotação de Responsabilidade Técnica) corretamente preenchida e recolhida à taxa correspondente;
  • Possuírem área no segundo andar limitada a 50% da área térrea ocupada pelo estande;
  • Mantiverem um recuo mínimo em relação aos vizinhos e às circulações de público de 2,00 m (dois metros);
  • Possuírem, no pé da escada de acesso, informação indicando a capacidade máxima de pessoas permitidas no segundo andar.

Nota: nos estandes de dois andares, a utilização de vidro no segundo andar somente será liberada após o envio do projeto à Administração do Centro de Eventos FIERGS, que fará uma avaliação verificará o atendimento das exigências de segurança, como: aplicação de película de segurança tipo “insufilm” em toda a superfície da chapa, espessura mínima de 8mm e tamanho máximo de 1 m x 1 m, fixados em parafuso. Caso não seja vidro, poderão ser utilizados os seguintes materiais: acrílico, policarbonato ou similares.

Qualquer elemento do estande terá acabamento em ambos os lados, excetuando os estandes localizados junto às paredes limítrofes do pavilhão.

A projeção horizontal de qualquer elemento de um estande, inclusive de produtos expostos, é limitada aos limites da área do estande. Não será permitida projeção sobre estandes contíguos ou sobre as circulações de público.

Os estandes que utilizarem painéis com vidro obedecerão aos seguintes critérios:

a) Para vidro comum deverá respeitar:

Dimensões Espessura
Até 1,00 m x 1,00 m Mínima de 4,0 mm
Até 1,10 m x 2,10 m Mínima de 6,0 mm

b) Não será permitido utilizar vidros comuns com dimensões maiores que as indicadas na tabela acima;

c) A altura máxima permitida para vidro comum é de 3,0 m; tomando como referência o piso do pavilhão;

d) A chapa deverá ser fixada com baguete em toda a sua dimensão (comprimento x largura);

f) Quando a dimensão for acima de 1,0 m X 1,0 m, será obrigatória a aplicação de película de segurança (ex.: insufilm) em toda a superfície do vidro, sendo necessária apresentação do projeto à administração do Centro de Eventos que estabelecerá a forma de fixação;

g) A chapa deverá ser fixada com baguete em toda a sua dimensão (comprimento x largura);

h) É vetada a utilização de vidro em estandes acima de 6,0m de altura;

i) Aos vidros com aplicação de insulfilm é necessária a apresentação do Atestado Técnico garantindo o não estilhaçamento desses no caso de quebras.

É vetada a fabricação de quaisquer elementos em madeira e ferro dentro do Pavilhão. As peças deverão ser preparadas e pré-montadas nas oficinas das empresas contratadas pela Contratante e entregues com acabamento e pintura concluídos, sendo permitida no interior do pavilhão somente a execução de serviços de retoque e acabamento final.

É proibido, no interior do pavilhão e nas dependências do Sistema FIERGS, o uso de serra circular montada em bancada, soldagem a gás, pintura em spray ou a pistola, material inflamável, etc.

É vetado qualquer trabalho de montagem fora da área especificada no CONTRATO DE CESSÃO DE USO e demarcada na planta baixa como “área locável Pavilhão”.

A utilização da estrutura metálica da cobertura está limitada às cargas e à aprovação da Administração do Centro de Eventos FIERGS.

Piso

A seguir, as principais regras a serem seguidas para o início dos trabalhos:

a) A marcação no piso, cujo objetivo é indicar os cantos dos estandes, será realizada com giz ou fita crepe comum, que não transfira o adesivo, sendo terminantemente proibido a utilização de tintas, vernizes, colas ou similares cuja remoção importe em dano ao local demarcado;

b) O piso será protegido com material plástico impermeável sempre que a Administração do Centro de Eventos FIERGS entender necessário ou quando da execução de serviços de pintura e gesso, montagem de jardins, colocação de vasos de flores, folhagens e plantas nos espaços internos ou anexos aos estandes;

Proteção para o Piso do Pavilhão

Para evitar danos ao piso nas montagens do CONTRATANTE, tais como estruturas metálicas, pontiagudas e/ou que possam marcar o piso do pavilhão, providenciar proteção adequada para cada estrutura montada.
Sugere-se que as proteções sejam feitas com pedaços de feltro, borrachas, pedaços de forração/carpete, para evitar atrito com o piso.

c) Ainda, o piso, correspondente à área do estande, será sempre protegido quando houver a utilização de:

  • Equipamentos que geram vibração;
  • Qualquer tipo de motores (elétrico, à explosão, etc.);
  • Qualquer tipo de líquidos;
  • Qualquer tipo de baterias.

d) É terminantemente proibida a utilização de cola para fixação de carpete ou qualquer outro material;

Recomenda-se uso da fita ADERE – Dupla Face de Papel CARPEFIX 462 – 40g/m².

Aplicação / Remoção:

  • Aplicar primeiro o lado do adesivo no piso;
  • Retirar o liner amarelo e aplicar o carpete sobre o lado exposto;
  • Para remover a fita do piso, puxe-a com ângulo de 45 graus.

Nota importante: em que pese a fita dupla face de tecido ser mais dispendiosa em relação às outras em venda no mercado, o pavilhão especifica a utilização da fita de tecido por constatar que 80% do tempo utilizado para a execução dos serviços de limpeza fina do pavilhão é consumido na retirada de fitas de baixa qualidade ou inadequadas ao uso.

Uma análise superficial, comparando simplesmente o valor da limpeza com o da fita especificada, pode levar a uma conclusão errônea, visto que em várias oportunidades a equipe de limpeza levou mais de 48 horas consecutivas para concluir os serviços e, por consequência, a Contratante do evento é onerada pelo acréscimo de dias de locação, pelo acréscimo desnecessário no valor de energia elétrica, em alguns casos pelo pagamento de limpeza adicional, de multas, etc.

É expressamente vetado:

  • A execução de furos e pinturas nos pisos e paredes (internas ou externas);
  • Encostar ou apoiar qualquer tipo de material em paredes ou portas durante as etapas de montagem, desmontagem e realização dos eventos.

Somente terão acesso ao pavilhão os veículos de carga e descarga, caminhões, utilitários, carrinhos e outros meios de transporte de cargas leves que estejam equipados com pneumáticos.

Dentro do pavilhão, rodas de borracha. A utilização de qualquer outro tipo de material rodante ficará condicionada a aprovação da Administração do Centro de Eventos FIERGS.

Acesso

Para acesso de veículos, consultar capítulo “Estacionamento”.

Ações

Contratante é autorizada a utilizar única e exclusivamente a área por ela contratada para efetuar qualquer tipo de divulgação, ação ou promoção.

Para ações fora da área locada, consultar capítulo “Divulgação“.

O Pavilhão oferece estruturas internas e externas para fixação de banners. As estruturas externas estão condicionadas para identificação do evento, sem ônus à Contratante.

Local Dimensões
 Frente Passarela  medida horizontal 6,10 m x medida vertical 2,65 m
 Fachada Principal  medida horizontal 20,00 m x medida vertical 3,50 m
 Fachada Norte  medida horizontal 5,50 m x medida vertical 7,00 m
 Fachada Sudeste  medida horizontal 5,00 m x medida vertical 5,00 m

Informações

Obedecidas às normas legais, é permitida a venda a varejo de mercadorias aos visitantes.

É permitido o trabalho de menores no período de realização do evento, desde que providenciada a autorização junto ao Juizado de Menores.

A instalação e a retirada de qualquer item necessário ao evento, tais como: estandes, escadas, equipamentos de som/iluminação, plataformas elevatórias, etc. são de total responsabilidade da Contratante, que os providenciará e responderá por qualquer incidente ou acidente que esses itens possam causar ou provocar, estando o Contratado isento de qualquer responsabilidade.

Os boletins de ocorrências ou danos serão informados ao representante da Contratante.

NOTA: a Administração do Centro de Eventos FIERGS, a seu critério, poderá embargar ou interditar qualquer montagem ou desmontagem que não atenda rigorosamente às exigências contidas nesse REGULAMENTO GERAL.

Ar-Condicionado

O acionamento do ar-condicionado é orientado pela NBR NR 09 da ANVISA, que prevê variação de 20ºC a 22ºC no inverno 23ºC a 26ºC no verão.

Os setores atendidos pela instalação central de arcondicionado são:
a) Área de exposições;
b) Hall;
c) Anexo (ou salas 101, 102, 103);
d) Sala de atendimento;
e) Salas de eventos 201 e 202;
f) Restaurante.

Para a produção de ar frio existem 3 (três) compressores de água gelada com capacidade total de 675 TR. O sistema de calefação é composto de 2 (dois) aquecedores de água com capacidade unitária de 150 kW. Nos ambientes, não poderá haver simultaneidade de refrigeração e de calefação.

No interior do Pavilhão, o condicionamento ambiental é efetuado por meio de 4 (quatro) fancoils, dimensionados cada um para uma carga de 150 TR, para proporcionar uma renovação variável de 9% a 26% do ar ambiente por meio de adição de ar exterior.

De forma geral, os estandes deverão ser projetados de maneira a permitir a ventilação cruzada e possuir teto vazado. No hall, os estandes deverão ter altura limitada de forma a não obstruir o insuflamento de ar nos difusores, bem como no seu retorno.

Em situações especiais, quando houver a necessidade absoluta de criar ambientes fechados, como miniauditórios, salas especiais de projeção etc., será indispensável um estudo mais apurado pela Administração do Centro de Eventos FIERGS.

NOTA: em virtude da existência de um sistema de climatização em todo o ambiente interno do Pavilhão, é VETADA a autorização de instalação de aparelhos de ar condicionado tipo split ou janela no Centro de Eventos FIERGS. 

É responsabilidade da Contratante transmitir essa orientação aos seus expositores. A central de ar-condicionado será posta em funcionamento somente por solicitação expressa da Contratante, visto que o valor da energia consumida será ressarcido ao Centro de Eventos FIERGS.

Em que pese o valor de energia ser responsabilidade da Contratante, a Administração do Centro de Eventos FIERGS determinará o funcionamento do(s) equipamento(s) de ventilação e/ou exaustão para atender a Portaria 176 da ANVISA que obriga a renovar o ar a uma taxa de 27m³/hora/pessoa.

SALAS E SALÃO DE CONVENÇÕES

SALAS E SALÃO DE CONVENÇÕES

As Salas, com metragens que variam de 18,35 m² a 644,47 m², multifuncionais e moduláveis, permitem a realização de reuniões, convenções, congressos e feiras, distribuídas com acesso direto às copas de apoio, restaurantes e serviços. São 37 salas, com capacidades variáveis de 10 a 750 pessoas, equipamentos e serviços de apoio. As capacidades dos espaços podem ser consultadas no site do Centro de Eventos FIERGS, no endereço: www.centrodeeventosfiergs.com.br.

Descrição das Salas

D1-100
 Localização:  Bloco salas. Térreo.
 Área total:  135,90 m².
 Pé-direito:  Frente: 3,25 m / Fundo: 2,60.
 Tomadas:  110 V / 220 V.
 Telecomunicações:  Telefonia e dados.
 Demais características:  Anfiteatro em declive, com carpete.
Sistema de Projeção e Sonorização (com 01 projetor de vídeo e 01 microfone sem fio).
95 poltronas com pranchetas articuladas, sendo uma
localizada para PMR (Pessoas com Mobilidade Reduzida)
não há diferenciação de material;
01 poltrona para PO (obeso);
03 espaços para cadeirantes (acesso pela Porta de Serviço).
Espaço Compet
 Localização:  Bloco salas. Térreo.
 Área total:  330,74 m².
 Pé-direito:  3,37 m.
 Tomadas:  110 V / 220 V.
 Telecomunicações:  Telefonia e dados.
 Demais características:  Sala plana, com carpete e espaço de apoio.
Sistema de sonorização.
Formatação variável, podendo chegar a 200 lugares em
plenária e 180 lugares com mesas redondas.
Demais layouts, consultar a administração do Centro de Eventos FIERGS.
Salas D2 200 (D2 201 a D2 213)
 Salas D2
 Localização:  Bloco Salas. 2º andar.
 Área total:  Ver por sala.
 Pé-direito:  2,66 m.
 Tomadas:  110 V.
 Telecomunicações:  Telefonia e dados.
 Demais características:  Salas planas com carpete.
 D2 201 e 202  Área total: 38,46 m².
D2 201 (19,10 m²) D2 202 (18,94 m²).
Mesa fixa com 18 lugares, podendo ser dividida
em 2 salas com divisória móvel. Cada sala ficará com mesa fixa de 10 lugares.
 D2 203 e 204  Área total: 37,87 m².
D2 203 (18,35 m²) D2 204 (19,10 m²).
Mesa fixa com 18 lugares, podendo ser dividida
em 2 salas com divisória móvel. Cada sala ficará com mesa fixa de 10 lugares.
 D2 205 e 206  Área total: 38,68 m².
D2 205 (19,10 m²) D2 206 (19,10 m²).
Mesa fixa com 18 lugares, podendo ser dividida
em 2 salas com divisória móvel. Cada sala ficará com mesa fixa de 10 lugares.
 D2 207 e 208  Área total: 43,58 m².
D2 207 (19,10 m²) D2 208 (24,48 m²).
Mesa fixa com 18 lugares, podendo ser divida
em 2 salas com divisória móvel. Cada sala ficará com mesa fixa de 10 lugares.
 D2 209 e 210  Área total: 116,67 m².
D2 209 (62,67 m²) D2 210 (53,43 m²).
Sistema de sonorização.
Formatação variável, podendo chegar até 110 lugares
em plenária e 44 lugares em “U”.Demais layouts, consultar a Administração do Centro de Eventos FIERGS.
 D2 211 e 212  Área total: 107,00 m².
D2 211 (54,10 m²) D2 212 (52,37 m²).
Sistema de sonorização.
Formatação variável, podendo chegar até
100 lugares em plenária e 40 lugares em “U”.Demais layouts, consultar a Administração do Centro de Eventos FIERGS.
 D2 213  Área total: 26,28 m².
O espaço dispõe de 1 ar-condicionado split e 1 mesa fixa com 10 lugares.
Espaço Riograndense Leste
 Localização:  Bloco Salas. 3º andar
 Área total:  155,32 m².
 Pé-direito:  2,66 m.
 Tomadas:  110 V / 220 V.
 Telecomunicações:  Telefonia e dados.
 Demais características:  Sala plana, com carpete.
Sistema de sonorização.
Formatação variável, podendo chegar até 150 lugares
em plenária e 120 lugares com mesas redondas.Demais layout, consultar a Administração do Centro de Eventos FIERGS.
Espaço Riograndense Oeste
 Localização:  Bloco Salas. 3º andar
 Área total:  104,81 m².
 Pé-direito:  2,66 m.
 Tomadas:  110 V / 220 V.
 Telecomunicações:  Telefonia e dados.
 Demais características:  Sala plana com basalto regular com pintura em verniz
“Polipar”.
Sistema de sonorização.
Formatação variável, podendo chegar até 27 lugares
em “U” e 40 lugares com mesas redondas.Demais layouts, consultar a Administração do Centro de Eventos FIERGS.
Salas D3 300 (D3 301 a D3 304)
 Salas D3
 Localização:  Bloco Salas. 3º andar.
 Área total:  289,95 m².
 Pé-direito:  2,66 m.
 Tomadas:  110 V e 220 V.
 Telecomunicações:  Telefonia e dados.
 Demais características:  Salas planas, com carpete e divisórias móveis.
Sistema de sonorização.
Formatação variável, podendo chegar
até 250 lugares em plenária e 192 lugares em
mesas redondas.Demais layouts, consultar a Administração do Centro de Eventos FIERGS.
 D3 301  Área total: 73,82 m² – 50 lugares em plenária.
 D3 302  Área total: 71,36 m² – 50 lugares em plenária.
 D3 303  Área total: 71,36 m² – 50 lugares em plenária.
 D3 304  Área total: 73,41 m² – 50 lugares em plenária.
Salas D4 400 (D4 401 a D4 407)
 Salas D4
 Localização:  Bloco Salas. 4º andar.
 Área total:  236,41 m².
 Pé-direito:  2,66 m.
 Tomadas:  110 V e 220 V.
 Telecomunicações:  Telefonia e dados.
 Demais características:  Salas planas, com carpete e divisórias móveis. Sistema
de sonorização.
Formatação variável, podendo chegar
até 200 lugares em plenária e 192 lugares em
mesas redondas.Demais layouts, consultar a Administração do Centro de Eventos FIERGS.
Se chover, passa por dentro.
 D4 401  Área total: 30,45 m² – 20 lugares em plenária.
 D4 402  Área total: 30,66 m² – 20 lugares em plenária.
 D4 403  Área total: 30,66 m² – 20 lugares em plenária.
 D4 404  Área total: 30,66 m² – 20 lugares em plenária.
 D4 405  Área total: 30,66 m² – 20 lugares em plenária.
 D4 406  Área total: 30,66 m² – 20 lugares em plenária.
 D4 407  Área total: 52,66 m² – 40 lugares em plenária.
Hall (Ala A.J. Renner)
 Localização:  Bloco 7 – 2º andar.
 Área total:  112,70 m².
 Pé-direito:  3,50 / 3,00 m.
 Tomadas:  110 V / 220 V.
 Telecomunicações:  Telefonia e dados.
 Demais características:  O hall de entrada do Plenário Mercosul é um espaço
institucional composto por estrutura fixa de:
– Galeria de fotos dos ex-presidentes do Sistema FIERGS;
– Conjunto de sofás;
– Recepção;
– Sala plana, com carpete.

Plenário Mercosul

 Localização:  Bloco Salas. 2º andar
 Área total:  232,77 m².
 Pé-direito:  Frente: 4,50 m / Fundo: 3,50 m.
 Tomadas:  110 V / 220 V.
 Telecomunicações:  Telefonia e dados.
 Demais características:  1 Púlpito.
1(a) mesa principal com 5 poltronas.
Bancadas com 131 poltronas.
5 bandeiras (RS, BR, AR, UR, PY).Sala em declive, com carpete.
Serviços
 Equipe Técnica  Um técnico de som para acompanhar os eventos
e operar os equipamentos próprios do espaço.
Equipamentos
 Sistema de som Sistema de som Line Array com componentes EROS da DB Tecnologia Acústica;

01 mesa de som Yamaha LS9-32 com expansores para 64 canais;

01 Crossover Hotsound DMS6;

02 caixas acústicas JBL Control 8″ para monitoração de áudio na cabine;

03 microfones Shure Goosneck fixos na mesa principal;

01 microfone Shure Goosneck  fixo no púlpito;

40 microfones de bancadas cardióide Yoga com chave, fixos nas bancadas do auditório;

01 computador para gravação de áudio do evento.

 Equipamentos Vídeo
+ Multimídia
Sistema de som Line Array com componentes EROS da DB Tecnologia Acústica;

01 mesa de som Yamaha LS9-32 com expansores para 64 canais;

01 Crossover Hotsound DMS6;

02 caixas acústicas JBL Control 8″ para monitoração de áudio na cabine;

03 microfones Shure Goosneck fixos na mesa principal;

01 microfone Shure Goosneck  fixo no púlpito;

40 microfones de bancadas cardióide Yoga com chave, fixos nas bancadas do auditório;

01 computador para gravação de áudio do evento.

Sistema de Iluminação
 Iluminação Ambiente
dentro do auditório
 Fluorescentes nas sancas para luz indireta na temperatura de cor de 6400k que abrange todo o espaço. Essa iluminação não é aconselhada no momento em que houver projeções.

A iluminação geral deve ser utilizada quando houver palestras ou eventos em que seja necessário um nível de iluminação maior para possibilitar que os participantes possam ler e/ou escrever.

 Iluminação Cênica
dentro do auditório
 Dicróicas direcionadas para todo o ambiente com uma temperatura mais amena de 3200k, focadas para não prejudicar palestras e/ou eventos que tenham projeções. Sendo assim, somente essa iluminação fica ligada e as demais desligadas quando as projeções estiverem sendo executadas.

Essa iluminação pode ter sua intensidade controlada.

 Iluminação do Hall  Esse ambiente é iluminado através de lâmpadas dicróicas
sem dimerização.

Horário de Funcionamento

O perí­odo de locação ocorre por turno ou diária.
Por diária, entende-se:

  • Montagem e desmontagem: das 8h00min ás 18h00min;
  • Realização do evento: 8h00min ás 23h00min.

 

Por turno, entende-se qualquer dos seguintes perí­odos:

  • Manhã: das 8h00min às 12h00min;
  • Tarde: das 14h00min às 18h00min;
  • Noite: das 19h00min às 23h00min;
  • Reunião, almoção ou jantar, festas, etc., até 5 (cinco) horas contí­nuas.

 

Horários que antecedam ou ultrapassem os acima estipulados serão considerados extraordinários e serão acrescidos ao valor de locação.

Valores Adicionais

Contratante se comprometerá a arcar com as despesas adicionais decorrentes do período de locação do evento, tais como: horas extras, locação de equipamentos e serviços e outros, conforme tabela de serviços adicionais e tabela de equipamentos.

Os eventuais danos ao patrimônio, de qualquer natureza, causados às dependências do Contratado serão de responsabilidade da Contratante, que arcará com os respectivos custos de recuperação patrimonial.

Equipamentos

Para informação completa dos equipamentos, consultar a Administração do Centro de Eventos FIERGS.

Energia e Instalações Elétricas

A necessidade de carga extra, dentro do limite ofertado pelo Contratado, será cobrada por ponto de energia solicitado, conforme tabela de preços.

Para informações de instalações elétricas especificas do evento, favor consultar o capítulo “Instalações Elétricas.”

Sistema de Iluminação e Sonorização

Devido ao fato sistemas diferenciados por sala, favor consultar a Administração do Centro de Eventos FIERGS.

Gerador

O gerador do Centro de Eventos FIERGS não atende a demanda de ar-condicionado. É um equipamento emergencial que, quando acionado, demora alguns segundos para entrar em modo de trabalho, onde mantém o sistema de projeção, iluminação e sonorização do espaço em atividade.

Ar condicionado

O acionamento do ar-condicionado é orientado pela NBR NR 09 da ANVISA que prevê variação de 20ºC a 22ºC no inverno e de 23ºC a 26ºC no verão.

Os espaços do Centro de Eventos FIERGS são climatizados. Para manter a temperatura programada, evite deixar as portas abertas e/ou abrir as janelas.

No dia de montagem/desmontagem, não está incluso a utilização do ar-condicionado. Se solicitado, consultar a Administração do Centro de Eventos FIERGS.

Limpeza

Está inclusa na locação a limpeza do espaço locado.

Contratado não se responsabilizará pela limpeza do material da Contratante. Em caso de necessidade consultar a tabela de preços.

Segurança

Os funcionários do Centro de Eventos FIERGS exercerão permanente fiscalização dos eventos e serviços por intermédio de profissionais próprios ou contratados.

Contratado não se responsabilizará por guarda, danos, perdas ou extravios, cabendo à Contratante e/ou seus prepostos manter serviço de vigilância e guarda. Materiais e equipamentos, entre outros, depositados e/ou esquecidos nas áreas, serão descartados. Caso o descarte envolva custo, será cobrado da Contratante.

Operacionalização do Evento

A empresa responsável pelo evento terá obrigação de preservar o aspecto arquitetônico do espaço locado sem deixar prejuízos nas estruturas.

Todo e qualquer equipamento/material de propriedade da empresa Contratante ou de terceiros, bem como o seu transporte, instalação, manuseio e retirada, serão de sua exclusiva responsabilidade, não envolvendo mão de obra do Centro de Eventos FIERGS.

Em cada sala contratada serão disponibilizados, desde que solicitados, sem custos, os seguintes materiais:

  • Cadeiras em número igual ao previsto para a utilização conforme a formatação;
  • Iluminação básica;
  • Uma extensão elétrica fixa conforme capacidade própria da sala (110 V e 5 A);
  • Uma mesa de recepção;
  • Uma mesa principal com cadeira;
  • Um porta-banner (conforme disponibilidade de estoque).

Pisos e Paredes

O piso deverá ser protegido com material adequado sempre que a administração do Centro de Eventos entender necessário ou quando houver serviço de alimentação, montagem de jardins, colocação de vasos de flores, folhagens e plantas.

São expressamente vetados:

a) A execução de furos e pinturas nos pisos e paredes (internas ou externas);

b) Materiais pregados e/ou colados nas paredes, portas, janelas, colunas e qualquer outra estrutura do espaço locado;

c) Encostar ou apoiar qualquer tipo de material em paredes ou portas, durante as etapas de montagem, desmontagem e realização dos eventos.

Acessos de Pessoas

Equipes em serviço devidamente identificadas sob responsabilidade da administração do Centro de Eventos FIERGS e a equipe permanente de segurança patrimonial FIERGS terão livre acesso a todas as áreas locadas.

Contratante deverá fornecer e exigir do seu pessoal próprio e dos terceiros prestadores de serviços o uso permanente de crachás de identificação do evento.

A Administração do Centro de Eventos FIERGS, por meio de sua equipe de segurança, poderá intervir e retirar indivíduos que estiverem trabalhando sem identificação, ou que estejam comprometendo a segurança de pessoas e/ou do patrimônio.

Acesso de Veículos

Para acesso de veículos, ver capítulo Estacionamento.

Informações Gerais

Os boletins de ocorrências ou danos serão encaminhados ou informados ao representante da Contratante. Os funcionários do Centro de Eventos FIERGS exercerão permanente fiscalização dos eventos e serviços por intermédio de profissionais próprios ou contratados.

NOTA: a Administração do Centro de Eventos FIERGS, a seu critério, poderá embargar ou interditar qualquer montagem ou desmontagem que não atenda rigorosamente às exigências contidas nesse REGULAMENTO GERAL.

Salão de Convenções

DESCRIÇÃO DO ESPAÇO

Salão de Convenções Total
 Localização:  Bloco Salas. Térreo
 Área total:  644,47 m².
 Pé-direito:  3,30 m.
 Tomadas:  110 V / 220 V.
 Telecomunicações:  Telefonia e dados.
 Demais características:  Salas planas, com carpete e divisórias móveis.
Formatação variável, podendo chegar até 600
lugares em plenária e 420 lugares em mesas redondas. Demais layouts, consultar a administração do Centro de
Eventos FIERGS.
 Salão de Convenções
Norte
 Área total: 320,88 m² – 270 lugares em plenária.
 Salão de Convenções
Central
 Área total: 161,85 m² – 150 lugares em plenária.
 Salão de Convenções
Sul
 Área total: 161,74 m² – 150 lugares em plenária.

Horário de Funcionamento

O perí­odo de locação ocorre por turno ou diária.
Por diária, entende-se:

  • Montagem e desmontagem: das 8h00min às 18h00min;
  • Realização do evento: 8h00min às 23h00min.

Por turno, entende-se qualquer dos seguintes períodos:

  • Manhã: das 8h00min às 12h00min;
  • Tarde: das 14h00min às 18h00min;
  • Noite: das 19h00min às 23h00min.
  • Reunião, almoço ou jantar, festas, etc., até 5 (cinco) horas contí­nuas.

Horários que antecedam ou ultrapassem os acima estipulados serão considerados extraordinários e serão acrescidos ao valor de locação.

Equipe Técnica

Contratado disponibiliza 1 (um) técnico de som para acompanhar os eventos e operar os equipamentos próprios do espaço.

Valores Adicionais

Contratante se comprometerá a arcar com as despesas adicionais decorrentes do período de locação do evento, tais como: horas extras, locação de equipamentos e serviços, e outros conforme tabela de serviços adicionais e tabela de equipamentos.

Os eventuais danos, de qualquer natureza, causados às dependências do Contratado serão de responsabilidade e pagos pela Contratante.

Equipamentos

Sistema de Sonorização

O sistema de som do Salão de Convenções Total é composto dos seguintes equipamentos:

  • 01 mesa de som Yamaha 01V96 expansível até 32 canais (possui 02 ADA’S Berihnger 8 in 8 out o que possibilita esta função);
  • 01 processador Hotsound DMS 6;
  • 03 equalizadores gráficos de 31 bandas BSS dual channel FCS 960;
  • 03 amplificadores Hotsound professional HS1500 SX;
  • 01 amplificador Hotsound HS300 SX;
  • 02 high power amplifier db series LD6K 6000 W cada;
  • 02 monitores RE ultra compact;
  • 06 Line Array Ultra Compact (1×8”+drive neo 350w) Eighteensound;
  • 04 sub Grave Scoop Compact 12” (1×12” 900watts) Eighteensound;
  • 02 caixas JBL para retorno de som ‘CUE’ na cabine;
  • 03 microfones sem fio Shure PGX2;
  • 01 microfone Gooseneck;
  • 24 caixas acústicas Loud 80W (alto-falante + twitter) posicionadas fixas no teto da Sala Central e Sul (12 caixas por ambiente).

Quando o Salão se transforma em dois ou três ambientes:

  • O sistema de operação fica todo direcionado e separado na console Yamaha 01V96 que encontra-se na cabine master;
  • Os equipamentos ficam divididos como a seguir descritos:
 Salão de
Convenções
Norte
Processador Hotsound DMS 6;
01 equalizador gráfico de 31 bandas BSS dual channel FCS 960 para o sistema de P.A. (public adress – som endereçado ao público) left, right;
01 equalizador gráfico de 31 bandas BSS dual channel FCS 960 para os dois monitores;
01 amplificador Hotsound professional HS1500 SX para os monitores;
02 High Power Amplifier DB series LD6K 6000W para o sistema de P.A.;
02 monitores RE Ultra compact;
06 Line Array Ultra Compact (1×8”+drive neo 350w) Eighteensound (03 por lado: left e right);
04 Sub Grave Scoop Compact 12” (1×12” 900watts) Eighteensound (02 por lado);01 console Yamaha 01V96.
 Salão de
Convenções
Central
12 caixas acústicas aéreas Loud 80W (alto-falante + twitter) distribuídas na sala com amplificação Hotsound professional HS1500 SX e 01 equalizador gráfico BSS de 31 bandas FCS 960.

Esse sistema é controlado por meio da mesma console Yamaha 01V96 pelo endereçamento de saídas auxiliares.

 Salão de
Convenções
Sul
12 caixas acústicas aéreas Loud 80W (alto-falante + twitter) distribuídas na sala com amplificação Hotsound professional HS1500 SX e 01 equalizador gráfico BSS de 31 bandas FCS 960.

Esse sistema é controlado por meio da mesma console Yamaha 01V96 pelo endereçamento de saídas auxiliares.

Nas posições previstas para palco, na frente das salas, foram instalados multicabos para sinais de áudio com conectores tipo XLR fêmea interligados à cabine master para a conexão dos microfones, instrumentos etc.

Os microfones podem variar sua utilização de acordo com a necessidade do evento.

Especificação Técnica da caixa acústica

 Line Array –  COMPACT
  • Resp. Freq.(+-3Db)- 94 Hz A 17 KHz;
  • Potência – 250 WRMS;
  • SPL – 98 dB (@ 1 W, 1 m);
  • SPL Máx. – 122 dB Média
    Impedância Nominal – 😯 hms;
  • Corte Mínimo – 145 Hz;
  • Corte Recomendado – 155 Hz;
  • Transdutores:
  • 4 x Alto Falantes 4″;
  • 1 x Drive Titânio 1,3/4” garganta de 1” DB;
  • Fly com corte a laser ,com pino engate rápido;
  • Ângulo cobertura horizontal – 110°;
  • Dimensões (l x p x h) – 600 x 405 x 150;
  • Peso – 14 Kg;
  • Conexão – Speakon ® 4 Pólos.
 Sub Grave –
HMS-450
  • Resp. Freq.(+-3dB)- 40 Hz A 120 Hz;
  • Potência – 450 WRMS;
  • SPL – 101 dB (@ 1 W, 1 m);
  • SPL Máx. – 126 dB Média;
  • Impedância Nominal – 8 ou 4 Ohms;
  • Corte Recomendado – 40 Hz a 100 Hz;
  • Transdutores;
  • 1 x Alto-falante 12″ bobina 4”;
  • Dimensões (l x p x h) – 440 x 640 x 560;
  • Conexão – Speakon ® 4 Pólos.
 RE-450 – RE-450
  • Resp. Freq.(+-3dB) -55 Hz A 20 KHz;
  • Potência – 450 WRMS;
  • SPL – 99 dB (@ 1 W, 1 m);
  • SPL Máx. – 124 dB;
  • Impedância Nominal – 8 Ohms;
  • Corte Recomendado – Full range;
  • Transdutores;
  • 1 x Alto-falantes 12″, Bobina de 4”;
  • 1 x Drive Titanium, Bobina 1,3/4”, garganta 1”;
  • Dimensões (l x p x h) – 530 x 360 x 320;
  • Conexão – Speakon ® 4 Pólos.

Sistema de Projeção

 Salão de
Convenções Norte
 02 telas 2,40 m x 1,80 m, localizadas
na linha horizontal do fundo da sala;
02 projetores de 2600 ansilumens.
 Salão de
Convenções Central
 01 tela 2,40 m x 1,80 m, localizada
na parede do fundo da sala;
01 projetor de 2600 ansilumens.
 Salão de
Convenções Sul
 01 tela 2,40 m x 1,80 m, localizada
na parede horizontal do fundo da sala;
01 projetor de 2600 ansilumens.

Foram instalados projetores com resolução XGA e de alta luminosidade (para notebooks).

As telas de 120” são acionadas manualmente e individualmente por botoeira instalada na sala de controle, permitindo a utilização delas para outros fins que não sejam os vídeo projetores.

Os projetores estão instalados em Lifts (elevadores para projetores). Essa medida visa dar mais segurança ao equipamento quando eles não estiverem em uso.

Os pontos para conexão XGA/RGB estão disponíveis por intermédio de tomada padrão DB-15, instaladas nas caixas de tomadas na posição frontal de cada ambiente e estão dispostas da seguinte forma: 2 pontos para o salão maior e 1 ponto em cada uma das salas menores.

Da mesma forma que o sinal de vídeo, o sinal desses 8 pontos de conexão RGB/XGA passam por uma matriz e por meio de amplificadores, são enviados independentemente a qualquer um dos vídeo projetores. Dessa forma, se mantém a independência de utilização, pois o sinal poderá ser endereçado a um projetor específico ou a mais de um simultaneamente. Para informação de equipamentos extras, consultar a Administração do Centro de Eventos FIERGS.

Energia e Instalações Elétricas

  • Tomadas dimerizáveis de 220V no piso e embutidas no forro;
  • Tomadas 110V fora do dimmer;
  • Circuitos individuais por sala;
  • Rack1 – iluminação arquitetural dimerizável;
  • Rack2 – iluminação cônica (tomadas dimerizáveis);
  • CD Eventos – opção para instalações complementares na circulação externa;
  • CD3 – instalações fixas independentes dos racks de iluminação arquitetural e cônica.

Capacidade de energia elétrica:

  • Dimmer: 30 KVA em 220 V distribuída;
  • CD Eventos: 30 KVA em 220 V, localizado no corredor de serviço;
  • Cada canal possui capacidade máxima de 4 kVA;
  • As tomadas 220V são dimerizáveis.

Os CD possuem Dr’s de 100A com sensibilidade de 0,03A.

A necessidade de carga extra, dentro do limite ofertado pelo Contratado, será cobrada por ponto de energia solicitado, conforme tabela de preços.

Para informações de Instalações Elétricas especificas do evento consultar o capí­tulo “Instalações Elétricas”.

Sistema de Iluminação

O sistema de iluminação é composto por:

Iluminação Geral

Fluorescentes nas sancas para luz indireta.

A iluminação geral deve ser utilizada quando houver palestras ou eventos em que seja necessário um nível de iluminação maior para possibilitar que os participantes possam ler e escrever. A luminosidade calculada foi em média de 350 lux, conforme as Normas Brasileiras e Internacionais.

O comando, dimerizado, pode ser para as salas individualmente ou em conjunto, no caso de sala única.

Iluminação de Contorno

Fluorescentes para luz direta em sancas de contorno.

Dicróicas para as cortinas.

A iluminação de contorno, dimerizada, também acionada por salas ou em conjunto, deve ser utilizada em caso de haver projeções, sendo que, nessa situação, a sanca junto à tela pode ser acionada em separado e deve ficar desligada. As dicróicas também podem ser acionadas apenas em caso de projeção, ficando as demais desligadas ou, em caso de festas, jantares, etc., quando não é desejada a iluminação branca das lâmpadas fluorescentes.

Iluminação Ambiente

Espera para iluminação externa como lâmpadas de Led ou Elipsoidais instaladas eventualmente em estrutura metálica com tomadas localizadas no forro.

Pontos no piso com tomadas 220v dimerizadas e 110V fora do dimmer.

Utilizada em caso de shows, entrega de prêmios ou festas em geral, quando os efeitos de luz e cor sejam necessários. Nesse caso, as fluorescentes podem ser desligadas conforme a programação do evento. As dicróicas de contorno podem permanecer ligadas.

Cortinas

Os rolôs são acionados por controle remoto que permite a abertura e o fechamento simultâneo total ou individualizado por sala, sob o comando do técnico de plantão.

A primeira é em tecido thermo screen com 20% de fator de abertura, e a segunda é um blackout com 0% de abertura.

Barras de Fixação

As barras estão localizadas sobre o teto de gesso e o acesso se dá em 48 pontos com carga de até 50kg distribuídos.

Divisórias

As divisórias que configuram as 3 opções de salas são de fabricação Hufcor, com redução de ruído de 49 dB.

Nos vãos existentes entre os trilhos das divisórias sobre o forro foram executados septos em gesso acartonado e lã de rocha de modo a garantir o isolamento acústico entre as salas.

Gerador

O gerador do Centro de Eventos FIERGS não atende a demanda de ar-condicionado.

Ar-condicionado

O acionamento do ar-condicionado é orientado pela NBR NR 09 da ANVISA que prevê variação de 20ºC a 22ºC no inverno e 23ºC a 26ºC no verão.

Os espaços do Centro de Eventos FIERGS são climatizados. Para manter a temperatura programada, evite deixar as portas abertas e/ou abrir as janelas.

No dia de montagem/desmontagem, não está incluso a utilização do arcondicionado. Se solicitado, consultar a Administração do Centro de Eventos FIERGS.

Limpeza

Está inclusa na locação a limpeza do espaço locado.

Contratado não se responsabilizará pela limpeza do material da Contratante. Em caso de necessidade consultar a tabela de preços.

Segurança

Os funcionários do Centro de Eventos FIERGS exercerão permanente fiscalização dos eventos e serviços por intermédio de profissionais próprios ou contratados.

Contratado não se responsabilizará por guarda, danos, perdas ou extravios, cabendo à Contratante e/ou seus prepostos manter serviço de vigilância e guarda. Materiais e equipamentos, entre outros, depositados e/ou esquecidos nas áreas, serão descartados. Caso o descarte envolva custo, será cobrado da Contratante.

Operacionalização do Evento

A empresa responsável pelo evento tem a obrigação de preservar o aspecto arquitetônico do espaço locado sem deixar prejuízos nas estruturas.

Todo e qualquer equipamento/material de propriedade da empresa Contratante ou de terceiros, bem como o seu transporte, instalação, manuseio e retirada, serão de sua exclusiva responsabilidade, não envolvendo mão de obra do Centro de Eventos FIERGS.

Pisos e Paredes

O piso deverá ser protegido com material adequado sempre que a Administração do Centro de Eventos entender necessário ou quando houver serviço de alimentação, montagem de jardins, colocação de vasos de flores, folhagens e plantas.

São expressamente vetados:

  • A execução de furos e pinturas nos pisos e paredes (internas ou externas);
  • Materiais pregados e/ou colados nas paredes, portas, janelas, colunas e qualquer outra estrutura do espaço locado;
  • Encostar ou apoiar qualquer tipo de material em paredes ou portas, durante as etapas de montagem, desmontagem e realização dos eventos.

Acessos de Pessoas

Equipes em serviço devidamente identificadas sob responsabilidade da Administração do Centro de Eventos FIERGS e a equipe permanente de Segurança Patrimonial FIERGS terão livre acesso a todas as áreas locadas.

Contratante deverá fornecer e exigir do seu pessoal próprio e dos terceiros prestadores de serviços o uso permanente de crachás de identificação do evento.

A Aministração do Centro de Eventos FIERGS, por meio de sua equipe de segurança, poderá intervir e retirar indivíduos que estiverem trabalhando sem identificação, ou que estejam comprometendo a segurança de pessoas e/ou do patrimônio.

Acesso de Veículos

Os boletins de ocorrências ou danos serão encaminhados ou informados ao representante da Contratante.

Os funcionários do Centro de Eventos FIERGS exercerão permanente fiscalização dos eventos e serviços por intermédio de profissionais próprios ou contratados.

Para acesso de veículos, consultar o capítulo “Estacionamento”.

NOTA: a Administração do Centro de Eventos FIERGS, a seu critério, poderá embargar ou interditar qualquer montagem ou desmontagem que não atenda rigorosamente às exigências contidas nesse REGULAMENTO GERAL.

Informações Complementares

Os boletins de ocorrências ou danos serão encaminhados ou informados ao representante da Contratante. Os funcionários do centro de eventos FIERGS exercerão permanente fiscalização dos eventos e serviços por intermédio de profissionais próprios ou contratados. A Administração do Centro de Eventos FIERGS, a seu critério, poderá embargar ou interditar qualquer montagem ou desmontagem que não atenda rigorosamente às exigências contidas nesse regulamento geral.

TEATRO DO SESI e FOYERS

Com capacidade para mais de 1.750 espectadores, o Teatro está distribuído em duas plateias e mezanino, áreas que podem ser divididas em até cinco ambientes com amplos foyers e com total independência de som e de luz. Os lugares estão distribuídos da seguinte forma:

  • plateia baixa: 682 lugares;
  • plateia alta: 475 lugares;
  • mezanino: 616 lugares.

O Teatro conta, ainda, com quatro camarins individuais, três camarins coletivos, sala de ensaio e um espaço de convivência, bem como espaços para bilheteria e secretaria.

As capacidades dos espaços podem ser consultadas no site do Centro de Eventos FIERGS, no endereço: www.centrodeeventosfiergs.com.br

As informações a seguir atendem todas as locações do Teatro do SESI, contudo conforme o segmento contratado (empresarial, cultural, social, formaturas e outros) prevalecem as informações contratuais.

Contratado disponibiliza Equipe Técnica, com possíveis revezamentos, composta por: 1 (um) técnico de iluminação, 1 (um) técnico de sonorização, 1 (um) varandista e 1 (um) auxiliar de camareira.

Os foyers integram as áreas do teatro e a utilização delas para atividades paralelas ou programação visual do evento não será permitida sem contato prévio com a administração do Centro de Eventos FIERGS.

Descrição

O Teatro do SESI está distribuídos em duas plateias e um mezanino.

Capacidade das Plateias
 Plateia baixa: 682  570 poltronas de uso geral.
Fileira A13 possui conforto comprometido, menor distância entre filas, podendo diminuir mobilidade/movimentos das pernas.106 poltronas opcionais (Fila AA, AB, AC e AD). Filas AA e AB no pisco com carpete e Filas AC e AD sobre o proscênio (todas no mesmo nível). Estas poltronas possuem local fixo para instalação. A produção deverá avaliar, conforme o mapa de palco, se o proscênio será utilizado como palco ou se ele pode ficar no nível de plateia com as filas opcionais para a venda dos ingressos. Esta definição deverá ser feita no período que antecede o início das vendas.02 espaços para P.C.R. (Pessoas com Cadeira de Rodas). Fila A12 Espaços 01 e 4602 poltronas para P.M.R. (Pessoas com Mobilidade Reduzida). Fila A13 Poltronas 01 e 4402 poltronas para P.O. (Pessoa Obesa). Fila A01 Poltronas 01 e 36
 Plateia alta: 475  447 poltronas de uso geral.

14 espaços para P.C.R. (Pessoas com Cadeira de Rodas). Fila C 01 Espaços 03, 04, 07, 08, 11 e 12. Fila B01 Espaços 03, 04, 07, 08, 11 e 12. Fila C11 Espaço 09 e  Fila B11 Espaço 11

07 poltronas para P.M.R. (Pessoas com Mobilidade Reduzida). Fila C02 Poltronas 06, 11 e 18. Fila B02 Poltronas 08, 09, 13 e 17

07 poltronas para P.O. (Pessoa Obesa). Fila C01 Poltronas 01 e 14, Fila B01 Poltronas 01 e 14. Fila C02 Poltronas 01 e 10. Fila B02 Poltrona 19.

 Mezanino: 616  612 poltronas de uso geral.

02 poltronas para P.M.R. (Pessoas com Mobilidade Reduzida). Fila D06 Poltrona 13 e Fila E06 Poltrona 01

02 poltronas para P.O. (Pessoa Obesa). Fila D01 Poltrona 22, Fila E01 Poltrona 01

Fileiras D01, D02, D07, D11, E01, E02 e E07 possuem visão e conforto comprometido. Espaço reduzido entre poltrona e barra de proteção diminuindo mobilidade/movimentos das pernas.

 Total sem poltronas opcionais:  1.667
 Total com poltronas opcionais:  1.773
 Dispomos de 20 unidades de almofadas para público infantil.

Em atendimento de leis e normas que exigem número mínimo de assentos para Pessoas com Cadeiras de Rodas (PcR), Pessoas Obesas (PO) e Pessoas com Mobilidade Reduzida (PMR), o Teatro do SESI está distribuído em:

 Teatro do SESI Plateia Baixa Plateia alta Mezanino
 Poltronas de uso geral 570 447 612
 Poltronas opcionais 106 000 000
 Poltronas P.M.R 002 007 002
 Poltronas P.O 002 007 002
 Espaços P.C.R 002 014 000
 TOTAL 682 475 616

Divisão

O Teatro do SESI conta com o recurso das paredes divisórias móveis Dimello Hufcor – Isolamento 53 dB, na qual pode ser dividido em até cinco salas com acessos e cabines de tradução independentes.

Sala  Local  Capacidade
1  Plateia Baixa  570 poltronas + 002 PMR + 002 PO + 002 PCR
2  Plateia Alta B  230 poltronas + 004 PMR + 003 PO + 001 PCR
3  Plateia Alta C  229 poltronas +  003 PMR + 004 PO + 001 PCR
4  Mezanino D  225 poltronas + 001 PMR
5  Mezanino E  225 poltronas + 001 PMR
 –  TOTAL  1.503

Deverá ser objeto de questionamento, antes da venda e/ou entrega de ingressos ao público, o status da adequação, bem como o número atual de lugares disponíveis e seus respectivos tipos e locais (disposição no Teatro).

O tempo desse fechamento varia conforme a necessidade de utilização das salas e deverá ser observado junto à Administração do Centro de Eventos FIERGS de acordo com a tabela de preços.

 Local Tempo
 Plateia Baixa da Alta 1 hora
 Plateia Alta do Mezanino 10 horas
 Entre Mezaninos 8 horas

Opções de palco quando utilizado o espaço dividido:

 Local Palco
 Plateia Baixa Utilizando o palco/proscênio.
 Plateia Alta Utilizando o espaço entre a primeira fila da plateia e a divisória.
 Mezanino Utilizando praticáveis SICO do próprio teatro, nas primeiras fileiras do espaço.

Medidas e características do Palco

Medida 385,5 m2 (profundidade de palco 18,1 m / calculada da curva do elevador de palco, no eixo, até o ciclorama. Largura do ciclorama = 21,3m)

Medida 799,5 m2 (profundidade de palco 19,5 m / calculada da curva do elevador de palco, no eixo, até a parede atrás do ciclorama. Largura total (palco e coxias) = 41,0m)

Composto por placas de piso removíveis, passarela de manobra e espaço cênico.

Cuidados com a utilização do piso:

  • A marcação no piso, cujo objetivo é indicativo, deve ser realizada com giz ou fita crepe comum, que não transfira o adesivo, sendo terminantemente proibido a utilização de tintas, vernizes, colas ou similares cuja remoção importe em dano ao local demarcado;
  • O piso deverá ser protegido com material plástico impermeável quando da execução de atividades que possam vir a umedecer o palco (neblina, neve, etc.);
  • O piso deverá ser protegido com sobrepalco de madeira para eventos que possam comprometer a estrutura (sapateado, boiadeira, flamenco, etc.);
  • Ainda, o piso deverá ser protegido sempre que a administração do Centro de Eventos entender necessário;
  • Na utilização de linóleo, será necessário utilizar fita crepe (fita de empacotamento Tartan 3M 50mmx50m) entre o palco e a fita Rosco;
  • É proibido pregar e/ou parafusar.

Distância palco/plateia

Distâncias palco/plateia, todas referidas à linha da cortina mestra
 Cadeiras opcionais  1ª Fila: 2,50 m.
 Plateia baixa  1ª Fila: 6 m.
 Última fila: 17,50 m.
 Plateia Alta  1ª Fila: 21 m.
 Última fila: 31 m.
 Mezanino  1ª Fila: 18 m.
 Última fila: 30m.
 Altura piso palco/piso plateia  1.05 m (ponto mais baixo).

Caixa Cênica

Largura: 41 m
Profundidade: 16 m
Altura (até a grelha): 20 m

Boca de cena

Largura: ajustável 15 m / máxima 20 m
Altura: ajustável 5,60 m / máxima: 8,60 m

Proscênio

Proscênio (elevador da orquestra)
 Medida  16,35 m x 3.20 m.
 Área: 52 m².
 Altura: 3,14 m.
 Capacidade  Carga estática: 400 Kg/m² (18.000 Kg).
 Carga dinâmica: 150 Kg/m² (6.700 Kg).
 Tempo  Aproximado de 1’25” para subir (fosso ao palco).
 Aproximado de 1’25” para descer (palco ao fosso).
 Aproximado de 32” para subir (plateia ao palco).
 Utilização  Projetado para ser um equipamento que possibilita
a disposição de uma orquestra a meio plano, entre o
fosso e o nível superior da plateia. Não possui paredes
laterais, inviabilizando a utilização do equipamento para
transporte de pessoas em movimento vertical.


Fosso de orquestra

 

Fosso da orquestra
 Medida  19,60 m x 8 m.
 Área: 156 m².
 Altura média: 2,60 m.

Coxias

 

Coxias
 Medida  Esquerda: 9 m x 14 m.
 Direita: 12 m x 16 m.
 Corredor: 20 m x 1 m.

Urdimento

 

Urdimento
 Medida  Altura: 18 m / Altura (acima da grelha): 2 m.
 Largura: 28 m / Profundidade: 15 m.

Maquinaria

 

Maquinaria
 34 varas, com comprimento médio de 20 m, distribuídas da seguinte forma:
– 24 varas de cenário (contra – pesadas), capacidade de 250 Kg distribuídos;
– 01 vara de cenário (motorizada), capacidade 250 Kg distribuídos;
– 09 varas de luz, sendo:
05 contra – pesadas no palco;
02 motorizadas no proscênio – capacidade: 450 Kg distribuídos;
01 fixa na passarela principal e mais 01 fixa na sala de comando.
 01 ciclorama (motorizado).
 01 tela de projeção 500” (10m x 7m – motorizada).
Tempo aproximado para descer 1´10” e para subir 1’12”.
 01 cortina veludo (motorizada).
 01 regulador vertical.
 04 talhas elétricas de 1000kg.
 02 talhas elétricas de 500kg.

Quarteladas

 

Quarteladas
 Medida total  Largura: 18 m.
 Profundidade: 7,70 m.
 18 partes móveis.
 Distância do proscênio até a quartelada de 5,6 m.

Porão

 

Porão
 Medida  Largura: 20 m.
 Profundidade: 11,50 m.
 Altura: 2,60 m.

Vestimenta de palco

 

Vestimenta de palco
 Cortina em veludo preto
detalhe bordô
 Tempo para abrir/laterais (variações de 1 a 10´), exemplos:
tempo 2 = 1’50” (aproximado).
tempo 5 = 22” (aproximado).
tempo 7 = 15” (aproximado) tempo 10 = 9” (aproximado).
 01 rotunda preta, dividida em duas partes medindo 10,87 m x 10 m (cada parte).
 03 bambolinas pretas, medindo 4 m (altura) x 20 m (largura/comprimento).
 10 pernas de 4 m (largura) x 10 m (altura).
 01 ciclorama em PVC.  Tempo para descer 2’10”.
 Tempo para subir 2’12”.
 Medida: 18 m x 20 m.

** 01 Ciclorama Móvel 20 m x 10 m


Cabines de tradução

 

Cabines de tradução
 Localização  03 na plateia baixa, com acesso pelo palco;
02 na plateia alta, com acesso pelo foyer 2º andar;
02 no mezanino, com acesso pelo foyer 4º andar;
 Tensão  110 V.
 Mobiliário  Bancada fixa em frente à janela e às cadeiras.
 Equipamento  Cabos XLR de interligação com palco.

Cabines de som

 

Cabines de som
 Localização  01 House Mix Master acesso pelo foyer do 2°andar;
02 plateia alta com acesso pelo foyer do 2º andar;
02 mezanino com acesso pelo foyer do 4º andar;
 Tensão  110 V.
 Mobiliário  Bancada fixa em frente à janela e às cadeiras.
 Equipamento  Cabos XLR de interligação com House Mix.

Camarins
O acesso aos camarins poder ser externo, por meio da doca 3, ou interno por meio de duas antecâmaras na coxia de fundo.

Para os camarins coletivos, o acesso se dá por intermédio de elevador ou escadas enclausuradas.

04 Camarins Individuais
 Distribuídos nos andares:  Camarim 01 = 12 m².
 Camarim 02 = 12 m².
 Camarim 03 = 12 m² (instrutura para PcD).
 Camarim 04 = 12 m² (instrutura para PcD).
 Localização  1º piso (nível do palco).
 Sanitário  Composto por chuveiro, vaso sanitário e pia (lado de fora).
 Mobiliário  Poltrona em couro na cor preta, frigobar, balcões para
maquiagem e espelhos iluminados, cabideiros, mesa de
apoio e lixeiras.
 Sistema de som  Alto-falantes interligados ao palco ou à direção de cena. Camarins individuais e nos coletivos do 2°, 3° e 4° andar.
 Tensão  110 V.
 Internet  Pontos disponíveis para instalações.
03 Camarins Coletivos
 Distribuídos:  2º piso: 1 camarim coletivo = 100 m².
 3º piso: 1 camarim coletivo = 100 m².
 4º piso: 1 camarim coletivo = 100 m².
 Sanitários do 2º piso  01 bateria masculina e feminina composta por:
02 boxes com chuveiro, 02 boxes com vasos sanitários,
pia com 04 cubas.
 Sanitários do 3 e 4º piso  01 bateria masculina e feminina composta por:
02 boxes com chuveiro, 02 boxes com vasos sanitários.
As pias ficam alocadas do lado de fora, 03 cubas de
cada lado.
 Mobiliário  Conjunto de sofá, geladeira, balcões para maquiagem e
espelhos iluminados, cabideiros, lixeiras, bebedor com água
refrigerada, uma mesa e dois bancos de madeira.
 Sistema de som  Alto-falantes interligados ao palco ou à direção de cena.
 Tensão  110 V.
 Internet  Pontos disponíveis para instalações.


Espaço de Convivência

01 Espaço de Convivência
 Localização:  5º piso (nível do palco)
 Espaço composto por  conjunto de sofá, mesa de centro, refrigerador, pia, forno elétrico e microondas.
02 bancos de madeira com 03 lugares, bebedouro
com água refrigerada, 02 mesas.
 Tensão  110 V
 Medida  comprimento 18,99 m / largura 4,70 m / pé-direito 2,24 m
 Sanitário  não contempla
 Internet  pontos disponíveis para instalações

Salas de Ensaio

01 Sala de Ensaio de Ballet
 Localização  5º andar, acesso através da Espaço de Convivência
 Sanitário  Não contempla.
 Mobiliário  Preparada com linóleo, espelhos e barra.
 Medida  Comprimento 12,3 m / largura 7,15m.
 Tensão  110 V.
 Internet  Pontos disponíveis para instalações.


Sala de Apoio Externa

Sala de Apoio Externa
 Localização  Doca 3.
 Tensão  110 V.
 Sanitário  01 vaso sanitário e 01 pia.

Bilheteria e Secretaria

02 Bilheterias
 Localização  Foyer térreo.
 Mobiliário  Bilheteria Norte: mesa, cadeira, computador com internet (512kb).

Bilheteria Sul: somente espaço físico.

 Tensão  110 V / 220 V.
01 Secretaria
 Localização  Foyer térreo.
 Mobiliário  02 balcões fixos, mesas e cadeiras podem ser
disponibilizadas conforme capacidade do espaço.
 Sanitário  Masculino e feminino.
 Tensão  110 V / 220 V.

Chapelaria

Possui balcão de atendimento e infraestrutura para guarda-volumes.

Estão disponíveis 60 posições para cabides, 28 para guarda-chuvas, 01 armário com chave e 04 sem chave e 40 boxes para malas e volumes.

A operação é providenciada pelo Contratado.

Quando a guarda for de bens pessoais como celulares, documentos, bolsas, etc. a operação deverá ser de responsabilidade da Contratante.

Sanitários

A limpeza dos sanitários, incluindo pessoal e material, é de responsabilidade do Contratado.

Copas

Consultar o capítulo Alimentação.

Cafeteria

Localizada no foyer térreo com operação de empresa contratada pelo Contratado.

Cyber Space

Localizada no foyer térreo, é disponibilizado wireless com espaço físico, computadores e internet, serviços de uso comum e sem custo.

Elevadores

Elevador monta-carga
 Localização  Corredores de acesso aos foyers.
 Capacidade  2.500 Kg.
 Velocidade  45 metros/minuto.
 Medidas  Cabine: largura 2,6 m , profundidade 2,7 m.
Pantográfica: largura útil de 2,4 m.
Elevador carga
 Localização  Coxia do palco / doca 3.
 Capacidade  4.500 Kg.
 Velocidade  45 metros/minuto.
 Medidas  Profundidade 3,40 m;
Largura: 3,80 m;
Altura: 2,90 m.
Elevador social
 Localização  Foyer.
 Quantidade  02.

 

Horário

Dias contratados para montagem e desmontagem: das 8h00min às 18h00min.

Dias contratados para evento: das 8h00min às 3h00min do dia seguinte.

Horários que antecedam ou ultrapassem esses horários serão considerados extraordinários e acrescidos ao valor de locação (consultar tabela de preço).

Quando necessários, dias de montagem e desmontagem deverão ser agendados com antecedência.

Para apresentações extras no mesmo dia, consultar tabela de preços. A realização de duas sessões na mesma data deverá respeitar o intervalo de, no mínimo, duas horas entre o término da primeira e o início da segunda sessão.

O espetáculo deverá iniciar no horário programado e divulgado, com tolerância de 10 minutos. Os atrasos de responsabilidade do Contratante implicarão em multa no valor de 10% (dez por cento) da receita bruta diária, paga ao Centro de Eventos FIERGS, ressalvando o caso fortuito ou de força maior. O produtor deverá ficar atento ao horário da Equipe Técnica.

Valores

Contratante se comprometerá a arcar com as despesas adicionais decorrentes do período de locação do evento, tais como: horas extras, locação de equipamentos e serviços, multa, e outros conforme tabela de serviços adicionais e tabela de equipamentos.

Os serviços extras de brigada de incêndio, serviços de apoio, limpeza e/ou segurança e outras demandas para a realização do evento, se houver, terão seus valores acrescidos no fechamento do evento.

Os eventuais danos, de qualquer natureza, causados às dependências do Contratado serão de responsabilidade da Contratante.

Equipamentos

O cabo de segurança de aço nos refletores é uma exigência técnica, sem ele, não será autorizada sua instalação.

Sistema de Sonorização

O Teatro do SESI possui uma lista de equipamentos disponíveis sob consulta, sendo os valores verificados com a administração do Centro de Eventos FIERGS.

Sistema de P.A. (Public Address)

O sistema é composto dos seguintes equipamentos:

  • 01 sistema Line Array DB Tecnologia Acústica EighteenSound sendo:
  • 08 caixas de alta para cada lado de alta;
  • 04 caixas de sub Scoope 15” por lado DB, tecnologia EighteentSound;
  • todas estas caixas são passivas com processamento interno e sua amplificação é feita por amplificadores digitais LDK, sendo 1 LDK 9000W para os subgraves e 04 LDK 4000W para as caixas de alta;
  • 01 mesa de P.A Yamaha LS9/32;
  • 01 crossover digital DP-48 db 4 In 8 Out, processamento de 192 KHz;
  • 01 equalizador gráfico dual BSS 960 de 31 bandas opcional.

Sistema de Iluminação

Teatro do SESI possui uma lista de equipamentos disponíveis sob consulta, sendo os valores verificados com a administração do Centro de Eventos FIERGS.

Espaço equipado com 8 (oito) varas elétricas, além de circuitos elétricos em cabos laterais e ao fundo do palco, tomadas dimmerizadas de 2,5KW e 5KW, torres para luzes laterais e também duas PTA (Plataforma de Trabalho em Altura).

Tensão elétrica para uso cênico: 220 V.

Capacidade instalada de dimmers (204 dimmers de 2,5 KW, 16 dimmers de 5,0 KW).

Capacidade total de iluminação: 590 KW.

Controle de intensidade de iluminação computadorizados.

Demais recursos disponíveis para locação

Demais recursos
 Telão 500″ fixo  10 m X 7 m.
 Praticáveis SICO  Quantidade:
08 pequenos: 2,24 x 2,30 largura x 1,2 comprimento.
08 médios: 2,30 x 2,37 largura x 1,02 comprimento.
08 grandes: 2,37 x 2,44 largura x 1,02 comprimento. Altura:
De 20 cm, pode ser utilizada em 08 praticáveis.
De 40 cm, pode ser utilizada em 08 praticáveis.
De 60 cm, pode ser utilizada em 08 praticáveis.
De 80 cm, pode ser utilizada em 04 praticáveis.
 Linóleo O Teatro possui linóleo específico e restrito para espetáculos de dança/ballet clássico. Espetáculos que utilizam coreografias com sapatos que riscam o linóleo serão vetados. Esse piso pode ser utilizado nas cores preto ou cinza.

Para utilização são necessárias duas horas para montagem.

Para instalação é permitida somente as marcas de fitas autorizadas pelo Contratado e devem ser entregues 03 (três) dias úteis anteriores ao uso.

A instalação da fita pelo Contratado será cobrada, por rolo, conforme Tabela de Preços vigente do Centro de Eventos FIERGS.

Energia

  • Dispomos de 01 (um) quadro elétrico trifásico 380 V no urdimento.
  • Dispomos de 02 (dois) quadros elétricos trifásico 220 V/100 A no palco.

Para informações de Instalações Elétricas especificas do evento consultar o capítulo Instalações Elétricas.

Gerador

Na ausência de energia da Contratante de energia elétrica, o Contratado possui um gerador emergencial com potência aparente de 450 KVA e potência ativa de 324 KW que atende algumas cargas fixas como dimmer do palco, plateias e foyer e não contempla camarins, salas de ensaio, ar-condicionado e elevadores.

Da potência ativa de 324 KW, é disponibilizado 175 KW para o uso cênico no sistema de iluminação e sonorização do Centro de Eventos FIERGS. Cargas extras não são permitidas. A Contratante deverá providenciar sistema elétrico completo e independente (consultar item 14 “Instalações Elétricas”).

Caso a Contratante opte por usar o gerador por ele contratado, é importante salientar que o sistema de dimmer do Teatro não será contemplado, sendo necessário também a locação de outro sistema de dimmers.

Para utilização do sistema de som do teatro no gerador contratado, favor contatar a administração do Centro de Eventos FIERGS.

Contratado possui contrato de manutenção com a empresa fabricante do gerador e executa todas as manutenções recomendadas por ele, não garantindo a “energia firme”, sujeito a falhas. Em caso de falta de energia da Contratante e falha no gerador, somente a iluminação de emergência irá funcionar por um tempo de até 30 minutos, o que possibilitará ao público deixar o local em segurança.

Ar Condicionado

O acionamento do ar condicionado é orientado pela NBR NR 09 da ANVISA que prevê variação de 20ºC a 22ºC no inverno e 23ºC a 26ºC no verão.

Os espaços do Centro de Eventos FIERGS são climatizados. Para manter a temperatura programada, evite deixar as portas abertas e/ou abrir as janelas.

No dia de montagem/desmontagem, não está incluso a utilização do arcondicionado.

Se solicitado, consultar a Administração do Centro de Eventos FIERGS.

Limpeza

Está inclusa na locação a limpeza do espaço locado.

Contratado não se responsabilizará pela limpeza do material da Contratante. Em caso de necessidade consultar a tabela de preços.

Segurança

Os agentes de portaria do Teatro do SESI fazem a segurança patrimonial do espaço e recolhimento dos ingressos nas cinco portas de acesso, não é de responsabilidade dos mesmos realizar a conferência de ingressos nas portas de acesso quanto a documentações (carteira de estudante/idoso), deixando a critério da Contratante a contratação de seguranças, se julgar necessário. A Contratante, se julgar necessário, deverá contratar segurança para frente de palco, artista, autoridades, ação de coibir o registro com máquinas fotográficas e filmadoras e/ou outras ações necessárias oriundas das atividades do evento. O teatro não poderá deslocar seus agentes para essas funções.

Lei complementar 12/75 e 226/90

Por medida de segurança e em atendimento ao preceituado pela legislação vigente (Leis Complementares 12/75 e 226/90 – Código de Postura do Município), as lotações serão obedecidas rigorosamente (fechamento das portas de acesso às plateias caso os espaços se esgotem) sem que ocorra, jamais, a venda de ingressos superior aos lugares disponíveis.

A equipe do Centro de Eventos FIERGS exercerá permanente fiscalização dos eventos e serviços por intermédio de profissionais próprios ou contratados, ou por empresa indicada pela Administração do Centro de Eventos FIERGS.

A Administração do Centro de Eventos FIERGS, por meio de sua equipe de segurança, intervirá e retirará o pessoal que estiver trabalhando sem crachá, fora das condições recomendadas, que praticar atos que possam prejudicar as pessoas e os patrimônios do CIERGS e/ou da Contratante.

Todo e qualquer dano causado a materiais, equipamentos ou instalações do Centro de Eventos FIERGS serão de inteira responsabilidade da Contratante.

O Centro de Eventos FIERGS não se responsabilizará por guarda, danos, perdas ou extravios de mercadorias nas áreas internas e externas do Centro de Eventos FIERGS, cabendo a Contratante e/ou seus prepostos manter serviço de vigilância e guarda de forma a documentar todos os materiais, equipamentos, etc. que entraram na área locada. Todo e qualquer resíduo, material, equipamento, etc. depositado ou esquecido nas áreas comuns do Centro de Eventos FIERGS serão descartados. Caso o descarte envolva custo, será cobrado da Contratante.

Brigada de incêndio

Sempre que houver necessidade, o Centro de Eventos FIERGS disponibilizará equipe para controle e orientação na prevenção contra incêndios. O valor a ser cobrado referente a esse item será calculado com base no preço da brigada de incêndio.

As montagens que utilizem quaisquer itens cênicos que possam comprometer o evento, mas que sejam imprescindíveis ao espetáculo, deverão ser apresentadas no momento da reserva para que possam ser testados e validados pela Aadministração do Centro de Eventos FIERGS.

As escadas e saídas de emergência, inclusive os respectivos acessos e circulações de público, as caixas de hidrantes e os extintores deverão permanecer visíveis e livres de qualquer obstrução. É vetada a retirada de extintores de seus pontos fixos.

Pré-evento

Na locação, estão inclusos equipamentos, mobiliário e serviços conforme segmento do evento e firmado em contrato.

Quando houver necessidade de alocar os equipamentos do espetáculo nas plateias, a Contratante deverá submeter projeto para avaliação da administração do Centro de Eventos FIERGS. É importante que esse bloqueio seja discutido com os produtores e técnicos responsáveis pela contratação dos equipamentos que serão instalados na plateia. De imediato, deverão ser reservadas fileiras e poltronas antes do início da venda de ingressos e as poltronas com visão prejudicada não deverão ser comercializadas.

Com o objetivo de programar e coordenar os detalhes envolvidos na logística do evento, será necessário o envio prévio das informações técnicas do evento, oportunidade em que a Contratante submeterá ao Contratado:

1 – Planta baixa definitiva para aprovação quanto a utilização dos espaços físicos;

2 – Projeto de merchandising para aprovação da Administração do Centro de Eventos FIERGS;

3 – Input list do sistema de sonorização, iluminação e cargas para as varas cênicas (projeto, montagem e execução de iluminação, de sonorização e do cenário/palco; laudo de estabilidade estrutural de iluminação; memorial descritivo da iluminação e de sonorização).

Juntamente com os projetos do evento, deverão ser entregues as ARTs (Anotações de Responsabilidade Técnica) e os RRTs (Registros de Responsabilidade Técnica) anexados aos comprovantes de pagamento.

Contratante designará, por escrito, o responsável pela operacionalização do evento, antes do seu início, munido de poderes para solicitar e autorizar providências e serviços ao perfeito cumprimento das obrigações contratadas.

Montagem e Desmontagem

Todo e qualquer equipamento/material de propriedade da empresa Contratante ou de terceiros, bem como transporte, instalação, manuseio e retirada, serão de exclusiva responsabilidade da Contratante, não envolvendo mão de obra do Contratado.

NOTA: é terminantemente proibido interromper o acesso ao corredor central da plateia baixa. As mesas de sonorização e iluminação NÃO poderão ser instaladas no centro entre a plateia alta e baixa.

É proibido colocar caixas de som nas plateias, corredores de acesso ou circulação, ou artefatos que possam causar desconforto e/ou comprometer a segurança.

Para cabos nos corredores, faz-se necessário a colocação de passa-cabos e qualquer obstáculo autorizado pela Administração do Centro de Eventos FIERGS deverá conter materiais reflexivos.

Realização

A abertura de portas para o público no teatro irá depender da avaliação da Administração do Centro de Eventos FIERGS, objetivando o bom funcionamento do evento e a segurança dos participantes. Caso o horário de realização do evento seja comprometido em função dessa ação, a Contratante será responsabilizada conforme consta em cláusula contratual.

Generalidades

É vetado o ingresso nas dependências do Centro de Eventos FIERGS de mercadorias ou produtos que sejam perigosos ou incômodos aos participantes do evento. Entre eles, destacam-se: inflamáveis, explosivos, produtos nocivos à saúde ou que produzam emanações desagradáveis e/ou corrosivas.

É proibido:

  • Pregar ou colar materiais nas paredes, janelas, pisos, portas e/ou colunas;
  • Conectar fios e cabos em quadros disjuntores sem autorização da Administração do Centro de Eventos FIERGS;
  • Acessar as dependências com equipamentos a gás, material inflamável ou qualquer outro que cause risco de explosão ou incêndio;
  • Conduzir acesos cigarros ou assemelhados;
  • Consumir alimentos e bebidas nas dependências do teatro, salvo serviços de alimentação nos camarins, desde que acertado previamente com a Administração do Centro de Eventos FIERGS;
  • Espetáculos pirotécnicos (fogos indoor);
  • Portar, transportar, fazer uso, ou mesmo permanecer com fogos de artifício e/ou artefatos explosivos e/ou inflamáveis nas dependências internas;
  • Chuvas de prata e papel picado, bolinhas de isopor ou assemelhados, água, fogo, areia, terra, etc.;
  • Acessar sem identificação – documento, crachá e/ou uniforme;
  • Manter materiais nas dependências do teatro após o término da desmontagem;
  • Não respeitar a legislação referente ao volume dos espetáculos (decibéis);
  • Acessar com armas de fogo;
  • Cenas que possam causar desconforto aos participantes do evento (neblina, neve);
  • Colocar banners, lâmpadas, caixas de som, cenário, tripés, etc., no interior do Teatro (plateias);
  • Materiais contundentes, suportes e mastros para faixas e banners e buzinas nas plateias;
  • Usar andaimes;
  • Colocar cadeiras extras nas plateias e corredores do Teatro do SESI.

Ingressos

O Teatro do SESI não administra a bilheteria. É responsabilidade da Contratante administrar os pontos de venda, serviço de telentrega e fechamento de borderô.

Incluir na confecção dos ingressos  que as fileiras e poltronas D1 – de 01 à 23, E1 – de 01 à 23, D11 – de 24 à 31  D2 – 01 à 24, E2 – de 01 à 24, E7 – de 01 à 12, D7 – de 14 à 25 e D12 –  de 23 à 30, a informação “VISÃO COMPROMETIDA/PARCIAL”, fileiras A13, B11 e B12 possuem “MENOR DISTÂNCIA ENTRE AS FILAS”. Utilizar fonte de número mínimo 10; Bem como, informar ao espectador no momento da aquisição de ingressos para essas fileiras.

Somente terão acesso às dependências do teatro os participantes que portarem ingressos. Para os eventos culturais e outros que a administração do Centro de Eventos FIERGS julgar necessário, os ingressos recolhidos pelos agentes de portaria no acesso as plateias e mezanino do teatro serão contatos pelo Contratado e, após, serão entregues à produção com uma cópia do controle de urna.

Contratante deverá repassar ao teatro uma cópia do borderô oficial do evento para que ambos sejam comparados e unificados.

*É compromisso da Contratante atualizar-se das informações de legislação vigentes na data de seu evento;

Pessoas

Equipes em serviço devidamente identificadas sob responsabilidade da Administração do Centro de Eventos FIERGS e a equipe permanente de Segurança Patrimonial do sistema FIERGS/CIERGS terão livre acesso a todas as áreas locadas.

Contratante fornecerá e exigirá do seu pessoal próprio e dos terceiros prestadores de serviços o uso permanente de documentos e crachás de identificação do evento.

Os carregadores contratados, em horário de descanso, que permanecerem nas dependências do teatro deverão aguardar na doca 3.

Veículos

Para acesso de veículos, consultar item 5 “Estacionamento”.

Carga

Contratante utilizará a doca 3 exclusivamente para carga e descarga de material. A doca possui rampa de acesso ao nível do palco.

Doca 3
 Localização  Fundos do Teatro.
 Medidas  altura 1,45 m, com rampa (1,75 L x 1,95 A);
largura 5 m.

Ações

Contratante está autorizada a utilizar única e exclusivamente a área por ela contratada para efetuar qualquer tipo de divulgação, ação ou promoção que deverão ser previamente ajustadas e apresentadas à Administração do Centro de Eventos FIERGS.

A Administração do Centro de Eventos FIERGS retirará toda e qualquer comunicação visual colocada e não autorizada ou que possua tamanho e/ou especificações diferentes do padrão autorizado.

A execução da programação visual (montagem e desmontagem), nos foyers (quando não envolverem custos adicionais) fica sujeita à disponibilidade e avaliação da Administração do Centro de Eventos FIERGS.

Fica expressamente determinado que a desmontagem dos equipamentos e ou materiais de propaganda utilizados, deverá ser feita, diária e impreterivelmente, após o término do evento.

Para ações fora da área locada, consultar “Divulgação”.

Informações

Os boletins de ocorrências ou danos ao patrimônio serão encaminhados ou informados ao representante da Contratante.

Os funcionários do Centro de Eventos FIERGS exercerão permanente fiscalização dos eventos e serviços por intermédio de profissionais próprios ou contratados.

NOTA: a Administração do Centro de Eventos FIERGS, a seu critério, poderá embargar ou interditar qualquer montagem ou desmontagem que não atenda rigorosamente às exigências contidas nesse Regulamento Geral.

Foyers

 

Foyer Térreo
 Área total:  635,98 m².
 Pé-direito:  2,70 m.
 Tomadas:  110 V / 220 V.
1 tomada steck de 32 A, 220 V.
 Telecomunicações

 Telefonia e dados.
É disponibilizado wireless e cyber space
– espaço físico com equipamentos e internet,
Serviços de uso comum e sem custo.

 Demais características:  Acesso à plateia baixa do teatro e elevadores;
Bilheterias (somente o espaço físico);
Cafeteria;
Copa de apoio;
Guarda-volumes;
Secretaria (somente o espaço físico);
Sanitários masculinos, femininos e para PcD.
Foyer 2º Andar
 Área total:  457,75 m².
 Pé-direito:  3,45 m.
 Tomadas:  110 V / 220 V
 Telecomunicações

 Telefonia e dados.

 Demais características:  Acesso à plateia alta do teatro e elevadores;
Copa de apoio;
Sanitários masculinos, femininos e para PcD;
Telefones públicos.
Foyer 3º Andar
 Área total:  168,37 m².
 Pé-direito:  2,66 m.
 Tomadas:  110 V / 220 V
 Telecomunicações

 Telefonia e dados.

 Demais características:  Acesso ao mezanino do teatro e elevadores;
Copa de apoio;
Sanitários masculinos, femininos e para PcD.

Horário

O período de locação ocorre por turno ou diária.
Por diária, entende-se:

  • montagem e desmontagem: das 8h00min às 18h00min;
  • realização do evento: 8h00min às 23h00min.

Por turno, entende-se qualquer dos seguintes períodos:

  • manhã: das 8h00min às 12h00min;
  • tarde: das 14h00min às 18h00min;
  • noite: das 19h00min às 23h00min.
  • reunião almoço, ou jantar, festas, etc., até 5 (cinco) horas contínuas.

Horários que antecedam ou ultrapassem os acima estipulados serão considerados extraordinários e serão acrescidos ao valor de locação.

Adicionais

Contratante se comprometerá a arcar com as despesas adicionais decorrentes do período de locação do evento, tais como: horas extras, locação de equipamentos e serviços e outros, conforme tabela de preços.

Os serviços extras de brigada de incêndio, serviços de apoio, limpeza e/ou segurança e outras demandas para a realização do evento, se houver, terão seus valores adicionados no fechamento do evento.

Os eventuais danos ao patrimônio, de qualquer natureza, causados às dependências do Contratado serão de responsabilidade e pagos pela Contratante.

Energia

A necessidade de carga extra, dentro do limite ofertado pelo Contratado será cobrada por ponto de energia solicitado, conforme tabela de preços.

Para informações de instalações elétricas específicas do evento consultar o capítulo “Instalações Elétricas”.

Gerador

O gerador do Centro de Eventos FIERGS não atende a demanda de ar-condicionado.

Ar Condicionado

O acionamento do ar-condicionado é orientado pela NBR NR 09 da ANVISA que prevê variação de 20ºC a 22ºC no inverno 23ºC a 26ºC no verão.

No dia de montagem/desmontagem não está incluso a utilização o ar-condicionado. Se solicitado, consultar Administração do Centro de Eventos FIERGS.

Limpeza

Está inclusa na locação a limpeza do espaço locado.

Contratado não se responsabilizará pela limpeza do material da Contratante. Em caso de necessidade consultar a tabela de preços.

Segurança

Os funcionários do Centro de Eventos FIERGS exercerão permanente fiscalização dos eventos e serviços por intermédio de profissionais próprios ou contratados. O Contratado não se responsabilizará por guarda, danos, perdas ou extravios, cabendo à Contratante e/ou seus prepostos manter serviço de vigilância e guarda. Materiais e equipamentos, entre outros, depositados e/ou esquecidos nas áreas, serão descartados. Caso o descarte envolva custo, será cobrado da Contratante.

Evento

Todo e qualquer equipamento/material de propriedade da empresa Contratante ou de terceiros, bem como o seu transporte, instalação, manuseio e retirada serão de sua exclusiva responsabilidade, não envolvendo mão de obra do Centro de Eventos FIERGS.

Pisos

O piso deverá ser protegido com material adequado sempre que a Administração do Centro de Eventos entender necessário ou quando houver serviço de alimentação, montagem de jardins, colocação de vasos de flores, folhagens e plantas.

São expressamente vetados:

  • A execução de furos e pinturas nos pisos e paredes (internas ou externas);
  • Materiais pregados e/ou colados nas paredes, portas, janelas, colunas e qualquer outra estrutura do espaço locado;
  • Encostar ou apoiar qualquer tipo de material em paredes ou portas, durante as etapas de montagem, desmontagem e realização dos eventos.

Veículos

Para acesso de veículos, consultar capítulo “Estacionamento”.

Informações Complementares

Os boletins de ocorrências ou danos serão encaminhados ou informados ao representante da Contratante.

Os funcionários do Centro de Eventos FIERGS exercerão permanente fiscalização dos eventos e serviços por intermédio de profissionais próprios ou contratados.

NOTA: a Administração do Centro de Eventos FIERGS, a seu critério, poderá embargar ou interditar qualquer montagem ou desmontagem que não atenda rigorosamente às exigências contidas nesse Regulamento Geral.