ES EN

Notícias

 Grupo Corpo volta a se apresentar em Porto Alegre e compartilha a sua experiência com alunos de dança da cidade.

 

O Grupo Corpo já é um grande conhecido dos gaúchos, além de ser um dos maiores grupos de dança da atualidade, a companhia usualmente inclui a cidade de Porto Alegre em seus roteiros de apresentações. Desta vez o espetáculo em cartaz, foi o GIL, um presente para os fãs da cultura brasileira, pois reúne dança contemporânea brasileira em seu melhor estilo  acompanhada pela trilha sonora de ninguém menos que Gilberto Gil.  O espetáculo teve duas apresentações neste final de semana, e o resultado só poderia ser casa lotada nos dois dias.  Quando perguntamos ao iluminador cênico Gabriel Pederneiras, qual a era o tamanho da responsabilidade de fazer jus a uma trilha tão potente, ele riu e disse que houve muito trabalho para sintetizar a música de Gil em dança. O espetáculo traz como cenário apenas um fundo amarelo vivo, com os bailarinos usando um figurino com elementos bem brasileiros. Tudo isso regado a fragmentos dos grandes clássicos de Gilberto Gil em releituras que foram feitas sob medida para este espetáculo.  Mas o encanto do espetáculo GIL, não fica por aí, um show de iluminação cênica feita com recursos não tradicionais na dança, rouba a cena ganhando uma sutil integração com todo o resto.  

Por trás dos bastidores porém, as portas do Teatro do SESI se abriram para que alunos de escolas de dança e professores pudessem conversar com os bailarinos e trocar experiências em um workshop gratuito e exclusivo para convidados ligados à dança.

Um dos convidados foi o coreógrafo Airton Tomazzoni, diretor do grupo experimental de dança de Porto Alegre e trouxe aproximadamente 100 alunos para participarem do debate. Ele conta que este tipo de ação reverbera para os alunos de duas formas: A primeira é a motivação, pois faz com que a dedicação aumente ainda mais. A segunda é a possibilidade de ver a excelência técnica, que segundo ele, o Grupo Corpo tem de sobra.

Já a bailarina e professora Cristiane Dihl, explica que este tipo de oportunidade é um ensinamento também para os professores, que independente da modalidade, tem no Grupo Corpo uma referência de expressão corporal.

Com esta ação o Grupo Corpo deixa um pequeno ensinamento para os estudantes das cidades por onde a companhia passa, evidenciando que a dança e a cultura podem alcançar altos patamares de excelência.

Veja também