Teatro

“O QUEBRA NOZES”

Visto por mais de 5 milhões de pessoas, “O Quebra Nozes”, clássico do Ballet mundial se apresentou pela primeira vez no Brasil no Teatro do SESI no dia 12 de maio de 2017!

O espetáculo, que já foi aplaudido por mais de 5 milhões de pessoas em 18 países, conta com 50 componentes, entre eles, dez solistas principais dos grandes teatros da Rússia, corpo de baile do teatro Bolshoi de Moscou e do teatro Mariinski, de São Petesburgo, além de assistentes e técnicos. Foram confeccionadas para a programação brasileira cenografias incríveis e deslumbrantes figurinos.

Sob direção artística de Elik Melikov, o Ballet conta a história de Marie, e seu boneco Quebra-Nozes, um presente de seu padrinho, o mago Drosselmeyer, dado na véspera de Natal. O boneco se transforma em um príncipe e então a magia começa. No espetáculo destacam-se as danças espanhola, árabe, russa, chinesa, valsa das flores e a dança da fada. O Ballet, além de se apresentar na cidade maravilhosa, vai passar ainda por São Paulo, Campinas, Ribeirão Preto, Brasília, Porto Alegre, Salvador, Belo Horizonte, Uberlândia, Recife, João Pessoa, Natal, Florianópolis, Natal, Vitória e Maceió. “O Quebra Nozes” é considerado por muitos como um dos maiores ballets clássicos de todos os tempos e tornou-se uma das composições mais famosas do mundo.

A iniciativa de trazer a CIA ao Brasil é do produtor Augusto Stevanovich, que faz parte da Cultura da Câmara Brasil-Rússia, está a frente da  maior programação cultural da Rússia no Brasil e tem o apoio do ministério da cultura da Rússia, Câmara Brasil/Rússia de Comércio, Indústria e Turismo, Embaixada e Consulado da Rússia no Brasil e parcerias com diversos teatros e casas de espetáculos, que anualmente recebem a programação da companhia.

Como em anos anteriores, espetáculos como o “Lago dos Cisnes”, “A Bela Adormecida” e “Estrelas do Ballet da Rússia” que devido ao grande sucesso abriu sessão extra, fazem parte de uma campanha iniciada em 2013, que através da iniciativa de Stevanovich, tem a intenção de popularizar o Ballet Clássico em todo o Brasil.