Teatro

Tony Bennet

No dia 21 de outubro de 2009, às 21h – quarta-feira, o Teatro do SESI recebia o americano Anthony Dominick Benedetto, mais conhecido como Tony Bennett. O cantor já passou algumas vezes pelo Brasil e sempre trouxe um repertório impecável, repleto de clássicos da música americana da primeira metade do século XX (The Great American Songbook). Um dos exemplos é a canção “I Left My Heart in San Francisco”, uma das que costuma relembrar em suas apresentações. Em entrevista Tony afirmou que não se cansa de interpretá-la, pois nunca o faz da mesma maneira. “Apresento-me com uma orquestra de jazz e os músicos são instruídos a sempre executar essa música com novos improvisos. Se não fosse assim, cansaria”, afirmou.

Tony Bennett que já foi considerado um dos maiores intérpretes da música americana e já vendeu mais de 50 milhões de discos. O cantor trouxe uma novidade para os palcos brasileiros: sua filha Antonia Bennett. A cantora fez o show de abertura para o pai.

Tony conquistaou o público com hits como ‘I Wanna Be Around’, ‘The Good Life’ e a clássica ‘I Left My Heart in San Francisco’.

Com sessenta anos de música e um total de 17 prêmios Grammy são apenas alguns dos inúmeros marcos da carreira do ícone do jazz e da música popular americana, Bennett integra a lista dos artistas que mais venderam no mundo. Foram 50 milhões de cópias só nos Estados Unidos, de seus 70 discos. Ele recebeu o prêmio Emmy pelo trabalho “Duets II”.

A sala de troféus de Bennett inclui ainda o Grammy Lifetime Achievemente Award pelo conjunto de sua carreira. Seu primeiro prêmio é de 1963. Ele possui também uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood e foi convidado a integrar o Hall da Fama das big bands e do jazz. Na área humanitária, o cantor recebeu a distinção de Cidadão do Mundo, das Nações Unidas.